Nota Fiscal Eletrônica para Co-Produtores: Novidades!

A funcionalidade de co-produção trouxe diversas vantagens para quem divide a responsabilidade de um produto com outras pessoas, mas ela vem junto com uma grande questão: como fica a emissão de nota fiscal eletrônica?

Muita gente tem dúvida sobre o tema, afinal, não é algo comum de se ver no mundo offline.

Geralmente, um produto é parte de uma única empresa, no qual as pessoas são sócias do negócio. Logo, não há dúvida sobre como, quando e com qual valor a nota fiscal eletrônica deve ser emitida.

Com a nova atualização que liberamos no eNotas, tudo fica mais fácil, automático e traz uma boa economia em impostos para todos os envolvidos!

Mas afinal…

  • Quem vai emitir as notas fiscais das compras?
  • Para quem emito as notas? Para o produtor?
  • Qual o valor das notas?
  • Cada co-produtor vai pagar o imposto sobre o mesmo valor?
  • O comprador vai receber várias notas?

Respondemos abaixo!

Como era antigamente

O co-produtor principal assumia toda a responsabilidade sobre as vendas do produto e emitia a nota fiscal no valor cheio da venda em nome do comprador.

Independentemente do percentual que o produtor principal tinha sobre o produto, ele assumia todo o imposto, pois emitia a nota fiscal no valor total da venda. Já os co-produtores secundários emitiam no valor que cada um recebia, sem considerar que o produtor principal já tinha emitido a nota no valor da venda completa.

Era bem injusto e funcionava basicamente como um afiliado emitindo suas notas fiscais para seus produtores.

Como funciona agora

A partir de agora, você pode configurar seu eNotas para distribuir automaticamente a responsabilidade de emissão da nota fiscal entre os co-produtores de acordo com o percentual de cada um.

O que isso significa? Você emite suas notas fiscais para os compradores e somente a quantidade de venda proporcional ao seu percentual de co-produção.

Dessa forma, nenhum co-produtor irá pagar imposto sobre uma venda em que outro coprodutor já emitiu nota.

Exemplo prático

Co-produtor A tem 60% do produto

Co-produtor B tem 15%

Co-produtor C tem 25%

 

Considerando que foram realizadas 100 vendas no total:

O co-produtor A emitirá 60 notas fiscais no valor das respectivas vendas em nome dos compradores

O co-produtor B, 15 notas fiscais.

O co-produtor C, 25 notas fiscais.

Notas fiscais compartilhadas entre os co-produtores

Como é bem provável que o suporte aos compradores do seu produto seja centralizado, é importante que qualquer um dos co-produtores tenha acesso a todas as notas emitidas para as vendas do produto.

Suponhamos que o co-produtor B seja o responsável pelo suporte. Um determinado comprador pediu a nota fiscal que foi emitida pelo co-produtor A e ambos utilizam o eNotas para emitirem suas notas fiscais eletrônicas automaticamente.

As contas dos co-produtores que utilizam o eNotas ficam conectadas. Portanto, o co-produtor B e A tem acesso a qualquer nota fiscal emitida para os compradores do produto feito em parceria!

Visão geral sobre todas as vendas

Independentemente de quem seja o responsável pela emissão da nota fiscal de uma determinada venda, todas as vendas aparecem para todos.

Com isso, você consegue identificar facilmente quais vendas são de responsabilidade de sua empresa ou da empresa de outro co-produtor, além de ter um panorama geral.

Você ainda poderá apelidar os co-produtores que não utilizam o eNotas para conseguir visualizar as vendas de cada um deles facilmente no seu painel.

E ainda, se quiser, poderá assumir a emissão de determinado co-produtor. Vai que ele ainda não tem um CNPJ ou está impossibilitado de emitir nota temporariamente por algum motivo.

Com 3 cliques você filtra as vendas do co-produtor X e solicita a emissão das respectivas NFes.

Ah, enquanto você não escolher um nome para seus co-produtores, o eNotas vai sugerindo alguns bem criativos 😉

E aí o que achou da novidade? Tem alguma sugestão? Deixe seu comentário!

Deixe seu comentário 0 comments

Deixe seu comentário: