notícias-fiscais
NEWS

Notícias fiscais: 3ª semana de junho de 2020

Atualizado há mais de 3 semanas

Neste post, você vai ver como a NFC-e em MG pode não parar como o previsto, as notas fiscais ajudam o combate ao COVID-19 na Bahia, a volta ao normal da NFS-e em BH e muito mais!

Paralisação programada NFC-e em MG é cancelada

Uma vez por mês, a Sefaz de Minas Gerais programa uma paralisação da NFC-e para corrigir falhas e minimizar problemas na emissão do documento. 

Porém, até o momento, a paralisação programada da NFC-e em MG que aconteceria entre os dias 19/06 e 22/06 foi cancelada. É importante ficar atento, pois a qualquer momento isso pode mudar. 

Notas fiscais ajudam a combater os impactos do COVID-19 na Bahia

O programa de CPF na Nota “Nota Premiada Bahia” vai pagar R$ 3 milhões para 523 entidades filantrópicas baianas.

Os recursos, que devem estar nas contas das organizações nos próximos dias, são relativos ao primeiro quadrimestre de 2020, encerrado em abril, e dividem-se em R$ 1,5 milhão para a área social e R$ 1,5 milhão para a saúde.

NFS-e em BH volta ao normal

Quem acompanha o nosso blog, sabe como foi a saga da NFS-e em BH nos últimos tempos. Por causa de uma atualização, o sistema ficou fora do ar durante 6 dias, impedindo que os contribuintes emitissem o documento na capital mineira. 

Assim como planejada, tudo voltou ao normal no dia 14/06 — último domingo. Segundo a Prefeitura, agora, o sistema é mais seguro e estável. 

Total de equipamentos SAT ativos em SP supera a marca dos 500 mil

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo divulgou a quantidade de equipamentos SAT ativos junto a contribuintes até 15/06/2020: 516.574. O SAT Fiscal passou a ser admitido desde 2015 através da Portaria CAT 147/2012, sendo utilizado por grande parte do varejo. 

Estado de Goiás na cola dos sonegadores de impostos

Em uma live no dia 08/06/2020, o governador de Goiás destacou os esforços que estão sendo realizados para combater a sonegação fiscal no estado. O objetivo é garantir que haja recursos para diminuir os impactos da crise do CoronaVírus. 

Apenas entre maio e abril de 2020, a arrecadação caiu em cerca de R$ 750 milhões — o que representa uma queda de 18%. Uma das medidas citadas para evitar isso é ao aumento da fiscalização nas rodovias de todo o estado, apreendendo as mercadoria com irregularidade fiscal.

Por essa semana é só. Se você quer receber as últimas notícias fiscais em 1ª mão, é só participar do nosso canal do Telegram!

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.