prorrogação do pagamento do simples nacional COVID-19 2020
LEGALIZAÇÃO

Prorrogação do pagamento do Simples Nacional Coronavirus 2020: entenda os novos prazos

Atualizado há mais de 1 semana

Por causa dos acontecimentos relacionados ao Coronavírus COVID-19 em 2020, o Governo Federal optou pela prorrogação do vencimento da DAS - Documento de Arrecadação do Simples Nacional

A medida impacta grande parte dos empreendedores nacionais. É importante compreender o seu funcionamento para manter o negócio legalizado e superar os desafios do momento em que vivemos. 

Leia este post e descubra mais sobre o assunto. 

Como funciona a prorrogação do pagamento do Simples Nacional em 2020?

No dia 18/03/2020, o Comitê Gestor do Simples Nacional prorrogou o prazo de pagamento dos tributos federais por seis meses para seus contribuintes com a Resolução 152. Dessa forma, os valores recolhidos no Programa Gerador do DAS para o MEI (PGMEI) e Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório (PGDAS-D) foram alterados para:

  • o Período de Apuração Março de 2020, com vencimento original em 20 de abril de 2020, vence dia 20 de outubro de 2020;
  • o Período de Apuração Abril de 2020, com vencimento original em 20 de maio de 2020, vence dia 20 de novembro de 2020; 
  • o Período de Apuração Maio de 2020, com vencimento original em 22 de junho de 2020, vence dia 21 de dezembro de 2020.

Ou seja, nos meses de outubro, novembro e dezembro, provavelmente, será necessário pagar duas guias separadas. A logística disso ainda não foi divulgada. Lembre-se de que a situação não significa nenhum tipo de isenção, o pagamento apenas foi postergado. 

Os tributos que foram prorrogados são:

  • IRPJ: Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica;
  • IPI*: Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • CSLL: Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • Cofins: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social ; 
  • CPP: Contribuição Patronal Previdenciária CP.

* Bens importados e produzidos dentro do Brasil que ajudam a combater o COVID-19 terão o IPI reduzido temporariamente, segundo o Ministro da Economia Paulo Guedes

O que motivou essa mudança?

Com o crescimento de medidas restritivas de circulação em grandes cidades do Brasil, o consumo tende a diminuir. Isso afetará o faturamento e as atividades de muitas empresas nacionais. 

Então, a medida foi tomada pelo Governo para reduzir o impacto no caixa das empresas e dos empreendedores. 

O que acontece com os outros tributos?

O pagamento de outros tributos que não são federais, como o ISS (Imposto Sobre Serviço) e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), não foi alterado até o momento. 

Como agir agora?

Antes de tomar qualquer decisão, é fundamental que você busque a ajuda do seu contador. Ele é o profissional que tem o conhecimento necessário para te ajudar a entender o novo cenário de prorrogação do pagamento do Simples Nacional.

Se você quer acompanhar tudo em primeira mão e ficar por dentro do que está acontecendo, é só seguir as nossas redes sociais. Postando diversas medidas e notícias sobre os impactos do COVID-19: estamos no Instagram e no LinkedIn.

Gabriel Nascimento - Analista de marketing, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.