Finanças digitais: como verificar a segurança de uma empresa

Atualizado há mais de 3 semanas

Com toda a tecnologia facilitando processos, não demoraria muito para a vida financeira se modificar. Isso foi acontecendo aos poucos, mas em cerca de cinco anos pôde-se ver uma nova forma de lidar com dinheiro. Não falo só de um aplicativo do banco que é capaz de substituir filas quilométricas. 

A praticidade é um dos pontos principais que fez milhares de usuários migrarem para o mundo digital, mas não é o único. Chegaram então os bancos digitais prometendo facilidades aos usuários, junto com juros mais baixos que os bancos tradicionais. E por fim, as fintechs dominaram o mercado!

Com certeza você já ouviu o nome fintech, ele nada mais é do que uma junção entre finaceira (fin) + tecnologia (tech). Essa sigla, originalmente em inglês, se refere aos mais variados serviços. No Brasil, as fintech são as grandes responsáveis pela gestão financeira dos usuários.

Desde corretoras de seguros até investimentos escalam como as maiores fintechs brasileiras. Mas, caso você seja um usuário mais conservador, vários bancos e corretoras tradicionais no mercado já adaptaram seus serviços. A verdade é que a gestão financeira deixou de ser física desde o surgimento do cartão de crédito. 

Autorizações oficiais

Quando transportado ao mundo virtual, a falta de solidez traz consigo uma insegurança natural ao consumidor. Especialmente se você está tratando de algo como dinheiro, fruto do trabalho árduo e essencial para o seu cotidiano. Pensando nisso, saiba com quem você está lidando antes.

Para isso, o Banco Central surge com alguns serviços interessantes ao consumidor. É o caso do Licenciamento para instituições financeiras, ele é obtido a partir de uma análise por parte do BC. Esse processo garante que entre no mercado somente instituições de donos com boa reputação e perspectivas claras. 

É possível, e até preferível, que se cheque esse cadastro antes de contratar uma empresa. Basta acessar o site do Banco Central, digitar o nome da instituição na ferramenta de busca e verificar os resultados. O principal é que ela esteja com uma situação com “Autorizada Atividade”, comprovando seu licenciamento. 

Diferente de depoimentos na internet, os quais apesar de interessantes, não comprovam a legitimidade da empresa, esse cadastro diz muito. Especialmente se você busca um empréstimo online ou uma fintech de crédito. 

Segurança do site

Com um aumento três vezes maior no número de ataques a ferramentas sem fio, as empresas buscam se resguardar. A perda de um dado de um cliente pode gerar desconfiança, perda de credibilidade no mercado e prejuízos irreparáveis. Por isso, um dos maiores investimentos que as instituições financeiras buscam fazer no digital é a proteção de dados. 

Mais do que tornar seu sistema repleto de camadas de segurança, os dados nele valem mais que o próprio dinheiro guardado. Com a conexão entre serviços, esse serviço de segurança tornou-se muito mais complexo.

A legislação se modificou com a vinda da LGPD (lei geral de proteção de dados). A resolução do BC, 4.658, se refere especificamente às políticas cibernéticas que devem ser adotadas. Além disso, existem requisitos a serem observados pela instituição na contratação de serviços de armazenamento e processamento de dados. 

Cuidados financeiros no ambiente online

Mesmo com tantas ferramentas de proteção, o consumidor não deve se tornar descuidado. Os ataques e golpes em pessoas físicas aumentaram ao longo dos anos. Resultado principal da falta de cuidado ao clicar em sites e em observar detalhes. 

Os falsificadores se tornaram cada vez mais profissionais e os golpes verídicos, por isso criar uma sistematização própria é primordial. Antes de se precaver dos golpes, você deve conhecê-los. Busque informações, mas nunca pense que nada vai acontecer com você, um descuido pode ser tudo que os golpistas precisam. 

Como se precaver de golpes

A primeira forma de se resguardar é acessando somente canais oficiais dos bancos e fintechs. Observe sempre se o site possui certificado de segurança, um cadeado ao lado do endereço. Além disso, ao receber um link por email, não clique. 

As técnicas de phishing são comuns, mas ainda fazem milhares de vítimas. Às vezes na pressa, você pode receber o email que não caiu no spam e achar que é da sua instituição. Não clique em links, verifique inicialmente o endereço de email, se é o oficial utilizado pela empresa e depois busque um canal oficial para atendimento. Essa é uma forma simples para tirar a dúvida da veracidade das informações contidas. 

É importante salientar que não adianta ficar nervoso. Isso pode te levar a cometer erros e entregar seus dados. Por isso, sempre tenha atenção e calma ao resolver assuntos financeiros. 

Caso exista um contato por sms ou mensagem no whatsapp, o procedimento é o mesmo. Por telefone, o ideal é escutar a chamada e depois ligar para um número oficial da empresa. Geralmente são contratadas empresas de telemarketing para fazer o atendimento, dessa forma é difícil discernir quando a situação é real. 

Em casos de empréstimos online e contratação de serviços com fintech de crédito, por exemplo, o ideal é pesquisar antes. Pesquisar experiências de consumidores, buscar páginas oficiais e verificar a interação da empresa. Outra etapa é a busca pela autorização do Banco Central. 

Evite fazer negócios pessoais via internet com desconhecidos. Porém, se forem necessários busque sempre intermediadores. Existem bons serviços como o mercado pago, onde o dinheiro só é liberado depois de um determinado período. 

Empréstimo online é seguro?

Como visto aqui, o que torna seguro é a junção do cuidado da instituição financeira e do usuário. Não se esqueça da regra de ouro na internet: desconfie de preços muito baixos. Entretanto, nada impede que você pesquise cada instituição financeira e monte uma planilha de custo-benefício. 

A grande vantagem de um empréstimo online é poder comparar preços de um maior número de empresas, sem perder tempo. Além disso, em casos emergenciais é mais fácil a contratação.

Busque utilizar um simulador online para observar as taxas e prazos de pagamento. Além da praticidade de comparar entre diversas opções, como empréstimo pessoal, empréstimo com débito em conta ou refinanciamento de imóvel.

Considerações Finais

A internet veio para facilitar processos e garantir uma maior gama de serviços. Com todas as novas tecnologias é possível que exista tanta segurança dentro do mundo digital quanto pessoalmente. Existe um maior controle e gestão financeira quando se tem tudo na palma da mão, por isso use todas essas ferramentas ao máximo! 

 Esse post foi escrito pela Juros Baixos.

Conteúdo produzido por um dos parceiros da eNotas. Quer participar do nosso programa de parcerias? Então, envie a sua proposta para [email protected] :)
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.