8 indicadores de desempenho para o departamento fiscal: fique em dia com o fisco e evite problemas

Atualizado há mais de 3 semanas

O Brasil não apenas tem uma das legislações fiscais mais complexas do mundo - 11ª posição do ranking em um estudo do Banco Mundial - como também é o país que mais gasta tempo das empresas para o cumprimento das obrigações fiscais.

Além de toda a complexidade, a legislação fiscal nacional ainda é extensa, com leis, normas, regulamentos, decretos, atos normativos, instruções e diversos outros textos que mudam diariamente.

Por isso, acompanhar indicadores de desempenho do setor pode ser o que vai garantir que sua empresa esteja em dia com a prestação de contas ao fisco, evitando assim problemas muito maiores.

Além disso, as atividades do setor fiscal também podem trazer benefícios fiscais e reduzir os custos da operação.

Por isso, separamos os 8 principais indicadores de desempenho do departamento fiscal para que você possa implementar na sua empresa.

1. Erros na emissão de notas fiscais

Documento essencial a todas as empresas, as notas fiscais são emitidas frequentemente pelas empresas. Mas apesar de serem parte da rotina do setor fiscal, é possível que erros sejam cometidos durante a emissão do documento. 

Caso isso aconteça, sua empresa poderá ter uma série de problemas, como multas e outras autuações. Por isso, acompanhar de perto esse indicador e garantir que todas as notas sejam emitidas corretamente, pode poupar recursos e trabalho extra.

2. Mercadorias devolvidas por erro na emissão de nota fiscal

Mais que contar os erros no processo de emissão de notas fiscais, é fundamental acompanhar os desdobramentos que essas falhas podem trazer. Um é o de mercadorias devolvidas em consequência de uma NF errada.

Este indicador mede a quantidade de mercadorias que acabaram sendo devolvidas devido a algum tipo de erro na hora de emitir a nota fiscal. Dentre esses erros, podemos citar valores equivocados, descrição do produto, data da compra etc.

3.  Cumprimento de prazo das notas fiscais

Outro indicador de desempenho fiscal é o cumprimento do prazo para a emissão das notas fiscais. Garantir que as notas sejam entregues dentro do prazo é essencial para que a apuração dos impostos decorrentes da venda seja feita no período correto. 

Assim, sua empresa se assegura de cumprir a legislação referente a emissão das NFs evitando qualquer transtorno.

4. Notas fiscais eletrônicas rejeitadas

Esses erros atingem também as notas fiscais eletrônicas. Cada vez mais utilizadas pelas empresas pelo avanço da tecnologia, elas também são suscetíveis a problemas. 

O principal é a nota fiscal eletrônica não ser aprovada quando submetida à Secretaria da Fazenda. Isso geralmente acontece quando a empresa não está corretamente cadastrada como emissora de NFe ou tem a assinatura digital corrompida. 

5. Taxa de Imposto Efetiva

A taxa de imposto efetiva é historicamente um dos indicadores mais avaliados nos departamentos fiscais como medida de desempenho. Ele reflete o valor que realmente incide sobre os rendimentos.

A vantagem desse indicador é que  ele é fácil de medir. Além disso, também reflete a eficácia do planejamento tributário de uma empresa. Porém, o nível geral da alíquota efetiva pode depender de outros fatores.

O principal é  o modelo de negócio da empresa. Tal fator está totalmente fora do controle do departamento fiscal. Além disso, existe ainda o risco de que a dependência da taxa de imposto efetiva distorça o perfil de risco da função fiscal.

6. Número de obrigações entregues

Existem diversas regulamentações, declarações e rotinas que precisam ser observadas, além das obrigações fiscais que as empresas normalmente precisam cumprir.

Algumas das principais obrigações fiscais a serem entregues são:

  • Imposto de Renda para Pessoa Jurídica;

  • Imposto de Renda Retido na Fonte;

  • Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte;

  • Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais;

  • Declaração Apuração da Arrecadação do Simples Nacional.

7. Quantidade de multas recebidas

Um dos principais indicadores para o departamento fiscal, o controle de multas recebidas te possibilita controlar a quantidade de multas recebidas pela sua empresa em determinado período.

Assim, você pode criar uma estratégia de análise para chegar à causa-raiz das penalidades e evitar repetições.

8. Índice de créditos recuperados

Para fechar, este indicador acompanha o quanto sua empresa conseguiu recuperar de crédito em restituições tributárias durante determinado período. Seja pelo desempenho correto do setor, ou por políticas de incentivo

Agora que você já sabe o que acompanhar e quais são os indicadores estratégicos de desempenho do setor fiscal, que tal começar a monitorar os indicadores de desempenho do setor fiscal da sua empresa? Acompanhar tais números faz parte do planejamento estratégico da sua empresa.

Este artigo foi escrito pela Siteware, especialista em gestão de desempenho.

Conteúdo produzido por um dos parceiros da eNotas. Quer participar do nosso programa de parcerias? Então, envie a sua proposta para [email protected] :)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.