inventário-patrimonial-ativo-imobilizado
NEGÓCIOS

Inventário patrimonial: aproveite a quarentena para fazer sua gestão do ativo imobilizado

Atualizado há mais de 3 semanas

O coronavírus fez com que a maioria das empresas brasileiras dessem um passo atrás e repensassem suas estratégias. 

Nesse cenário, o inventário patrimonial e a gestão do ativo imobilizado se tornaram análises cada vez mais viáveis para um período marcado pelo esvaziamento das empresas de seus espaços físicos e pelo início de uma recessão econômica.

Em meio a isso, construir uma base de dados organizada e atualizada para tomar decisões mais assertivas, que evitam desperdícios e proporcionam mais autoconhecimento sobre o próprio negócio tem se tornado uma ação estratégica essencial para a sobrevivência em um mercado cada vez mais competitivo e incerto. 

Se você quiser saber mais sobre o assunto, continue lendo e entenda a importância da gestão de controle patrimonial em tempos de coronavírus. Você vai se surpreender ao entender como a quarentena pode ser um bom momento para colocá-la em prática!

Cenário atual do Brasil: como estamos?

O coronavírus trouxe uma crise econômica que está sendo sentida por praticamente todas as empresas ao redor do mundo.

Em um cenário repleto de incertezas como o atual, é imprescindível que os empreendedores revejam suas estratégias e adotem novas para que possam passar por esse momento da maneira mais estável possível.

Falando mais especificamente de Brasil, a pandemia tem mostrado impactos econômicos ainda mais rápidos e intensos do que em outros países.

Com o fechamento do comércio e estabelecimentos de serviços, somados a pouco auxílio governamental, muitas empresas tentam sobreviver e outras já estão fechando as portas. 

Estratégias como o home office e a redução da carga horária tem sido utilizados, mas ainda é preciso manter a atenção.

Observação: Se a sua equipe está trabalhando a distância, leia este outro post sobre ferramentas para home office.

Com a maioria das pessoas em casa, o consumo foi radicalmente diminuído. Além disso, milhares de trabalhadores estão perdendo seus empregos e o dólar tem aumentado quase que diariamente, mostrando grande desvalorização da nossa moeda.

De acordo com uma matéria da Época Negócios, o governo brasileiro espera para esse ano um crescimento de 0,02% e chega a admitir o risco de recessão, cenário bem diferente dos 2% projetados antes do primeiro caso de COVID-19.

Quais são os impactos da crise no balanço patrimonial?

Mas como esse cenário desanimador impacta o balanço patrimonial do seu negócio?

Para entender isso, antes precisamos conhecer mais a fundo alguns conceitos, como o de:

  • balanço patrimonial; 
  • ativos;
  • passivos;
  • e patrimônio líquido.

O balanço patrimonial é o demonstrativo financeiro da empresa, que toma como base de sua análise os dados financeiros e a posição patrimonial resultante dela. 

Para fazer este balanço, ativos e passivos são analisados, sendo os ativos todos os dados financeiros que geram benefício econômico para a empresa (como contas a receber, investimentos, imóveis etc.)  e os passivos todas aquelas obrigações com outrem que as empresas possam ter (como impostos, dívidas etc.)

O patrimônio líquido, um dos indicativos que determinam se a empresa está saudável e que atrai ou afasta possíveis investidores, é o resultado entre esses ativos e passivos.

Portanto, quando o número de passivos é superior ao de ativos, o patrimônio líquido da empresa se torna negativo.

Em momentos de crise como esse, os valores de ativos são reavaliados para baixo: é o que alerta os especialistas do jornal Valor Econômico.

Além disso, o esfriamento da economia faz com que os investimentos caiam e o fluxo de caixa das empresas seja menor, o que abre espaço para um patrimônio líquido ainda menor do que o usual. 

O que é um inventário de ativos?

O inventário de ativos é um inventário patrimonial da empresa, que estabelece a relação entre os bens de um negócio e suas características técnicas: 

  • marca;
  • modelo; 
  • estado de conservação;
  • capacidade;
  • local em que se encontra.

Ele se aplica aos ativos imobilizados da empresa, como todas as máquinas, computadores, veículos, equipamentos e materiais em geral.

Eles são listados, emplaquetados e descritos em um documento, de maneira a gerar valor em forma de patrimônio para o negócio. 

Sua realização traz diversos benefícios para a empresa, como por exemplo:

  • Otimizar o processo de compras;
  • Avaliar gastos;
  • Investigar furtos;
  • Controlar a depreciação de bens;
  • Atrair acionistas;
  • Muito mais.

Observação: Para saber mais sobre o assunto, leia um outro post sobre o inventário patrimonial.

Por que fazer um inventário em tempos de COVID-19?

Além de ser essencial para que o seu negócio esteja dentro das conformidades legais, o inventário é peça-chave para o autoconhecimento da empresa e fundamental para que o negócio sobreviva em momentos de crise.

Ele ajuda a equipe a evitar desperdícios e a tomar decisões estratégicas baseadas em dados. 

Por isso, aproveitar o tempo de isolamento social e retração da economia para fazer um inventário é uma estratégia inteligente, já que os dados reunidos pela equipe contábil da empresa podem ser analisados remotamente, sem grandes dificuldades. 

Além disso, se sua equipe estiver trabalhando em casa, ter o espaço da empresa vazio pode ajudar a avaliar o estado dos bens patrimoniais. 

Por exemplo, avaliar a vida útil de cadeiras, mesas, computadores e outros equipamentos, além de emplaquetá-los e fotografá-los sem um grande fluxo de pessoas utilizando esses ativos agiliza e facilita bastante o trabalho dos responsáveis pelo inventário.  

Esse é um momento de desaceleração para muitas empresas e tirar um tempo para focar em planejamento, organização e análises que visem um melhor aproveitamento dos recursos já existentes se torna uma saída viável para reduzir a ociosidade da equipe e, ao mesmo tempo, otimizar recursos. 

Dessa forma, o inventário patrimonial se mostra como um projeto de relevância que engloba essa estratégia e traz resultados positivos para que sua empresa consiga superar o momento de crise ao utilizar o tempo de baixa produtividade, contribuindo com uma retomada eficiente.

Vale ressaltar que contar com ajuda especializada para fazer o inventário patrimonial da sua empresa é fundamental para garantir resultados precisos e com rapidez, evitando prejuízos posteriormente. 

Este é um guest post feito pela Investor, uma empresa que possui mais de 250 mil ativos inventariados e profissionais experientes na área.

Conteúdo produzido por um dos parceiros da eNotas. Quer participar do nosso programa de parcerias? Então, envie a sua proposta para [email protected] :)
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email.
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.