O que é SaaS
NEGÓCIOS

O que é SaaS e por que adotar este modelo?

Atualizado há mais de 1 semana

A tecnologia já tomou conta de nossas vidas. Por mais que nos recusemos um ou outro tipo de modernidade, é difícil imaginar como seria o nosso dia a dia sem ela. 

E essa abrangência se dá de diversos modos. Surgindo definições e siglas que até mesmo os hard users desconhecem. 

O nosso personagem desse texto é um deles: SaaS. Não que seja algo desconhecido no meio, mas é, certamente, mais uma dessas definições que estão presentes em nosso dia a dia, mas que poucos sabem explicar o que é. 

Até o fim desse texto, você não será um desses.

O que é SaaS?

SaaS é a sigla de Software as a Service. No português, software como serviço (ok, nem tão português assim, mas já facilitou, né?). 

São soluções tecnológicas em que você adquire um serviço pela internet. Você não instala nada em sua casa ou em seu computador ou celular. Apenas aproveita os seus serviços por meio da web.

Como funciona?

Na prática, é um serviço que você tem pela web. Muitas vezes, a única tarefa que você tem é instalar aplicativos. E, por meio deles, você usa para as mais variadas tarefas. 

Basta ter internet!

Você acessa e pode ter qualquer tipo de serviço on-line. 

Qualquer mesmo. 

Quais são os maiores exemplos de SaaS?

Não tem como explicar o que é SaaS se não citando exemplos. E, com eles, você pode ter uma ideia melhor de como esse tipo de softwares estão presentes em sua vida. Quer ver?

O Google Drive é um tipo de SaaS. O serviço dele é uma hospedagem de arquivos on-line, que você pode acessar quando e onde quiser. 

Diga a verdade: você assiste a filmes onde? Cinema já foi uma maneira quase que exclusiva de ver clássicos da sétima arte. Depois, vieram as locadoras e aquela correria de locar filme na sexta para ficar com ele pelo final de semana todo. Nostálgico, não é?

Mas hoje, existem vários SaaS que disponibilizam filmes on-line para você ver quando quiser. Um excelente exemplo é a Netflix e as suas concorrentes, como a Amazon

Não acaba nesse exemplo. Para ampliar ainda mais a ramificação, falemos do Pipedrive, uma solução tecnológica para pequenas empresas que ajudam a gerenciar os processos de vendas. 

Podemos falar ainda do Paypal, LinkedIn e os programas da Adobe. 

Quais são as vantagens?

Todas esses SaaS possuem as suas vantagens de maneira distintas. Mas, falemos de modo geral. 

Custo

A primeira delas é o custo. Se você é da época de locar filme, sabe por quantos reais sairia alugar uma fita? E várias? 

Pela Netflix e Amazon, por exemplo, você tem à disposição centenas de filmes ao preço do pacote de cada uma.

Acesso

Com as SaaS, você pode acessar e ter esses serviços quando e onde quiser. Graças ao armazenamento por nuvem, as facilidades dessa modalidade pode ser conferida sempre que você quiser. 

Lembrando, claro: se você tiver acesso à internet. 

Atualizações

Ficar no passado não é com as SaaS. Costumeiramente, suas atualizações são realizadas, dando melhorias ao usuário e atendendo, cada vez mais, às suas demandas. 

Integração

Usar um SaaS é fácil. 

Para acessar um, você pode disponibilizar seus dados por meio do Facebook, por exemplo, graças aos APIs, interfaces que fazem essas convergências de dados. 

Em um clique, você acessa a plataforma e já consegue usufruir de suas facilidades. 

Quais as diferenças entre SaaS e Softwares convencionais?

Bom, com todos esses exemplos, fica fácil de entender como os Saas agem em nossas vidas. 

E você ainda pode confundir com outros softwares, o que não é nada estranho. Acontece que os SaaS são totalmente on-line. 

Diferente de softwares como Word, Windows, que não são SaaS, e não podem ser usados de maneira remota. 

Você pode até disponibilizar um arquivo .doc on-line, mas precisará de uma SaaS para isso, como o já citado Google Drive.

Existem outros conceitos além do SaaS?

O SaaS não é a única modalidade de softwares que garante soluções tecnológicas pela web.

Existem outros modelos que assim como o SaaS atuam pela internet, mas com outras finalidades. 

  • IaaS: essa sigla define a Infraestrutura como Serviço. Significa dizer que a plataforma oferece uma infraestrutura de computação de maneira instantânea. Ela é uma opção a se evitar gastos e a complexidade em se comprar os próprios servidores de datacenter. Um exemplo é a Azure. 

  • PaaS: A platform as a Service, ou plataforma como serviço, fica entre a IaaS e a Saas. Um ambiente completo para desenvolver, testar e implementar aplicações pela nuvem. Um exemplo é o SalesForce. 

  • DaaS: Aqui, os serviços são os dados, por isso, Device as a Service. Nele, você tem a disposição todo recurso de TI, sob demanda. Ou seja, um aluguel de equipamentos de gerenciamento do ciclo de vida do hardware. 

A eNotas tem uma SaaS para chamar de sua?

Deu para sentir que a tecnologia possui solução para tudo, não é? 

E aqui na eNotas temos uma SaaS que pode ser uma mão na roda para você: o nosso emissor de notas. 

Com ele, você é capaz de emitir NFS-e automaticamente em todo o Brasil! Inclusive, em municípios sem webservice, como: Valinhos, Santana de Parnaíba e Barueri. Sem se preocupar com a instabilidades das prefeituras Conheça agora mesmo!

Head de Marketing na eNotas
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email.
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.