Como fazer um planejamento empresarial para 2022?

Atualizado há mais de 1 semana

Recentemente, o mundo passou por uma série de mudanças e acontecimentos que modificaram diversos setores. 2020 e 2021 foram marcados pelos impactos da pandemia de Covid-19, que afetou fortemente a economia, o mundo empresarial e o cotidiano de milhares de pessoas. 

Por isso, muitas empresas e empreendedores tiveram que se adaptar à nova realidade. Percebeu-se que, cada vez mais, estar um passo à frente é essencial em um contexto em que tudo pode mudar de uma hora pra outra. Assim, o planejamento é parte crucial de qualquer negócio.

Com os recentes desafios, as empresas começam a se preparar para o próximo ano, mantendo em mente os acontecimentos dos últimos anos. É muito importante já definir os aspectos que vão guiar os próximos passos do empreendimento, evitando assim erros e problemas futuros. 

Assim, com a chegada dos últimos meses do ano, é hora de fazer o planejamento empresarial para 2022. Sabemos que não é uma tarefa fácil! Por isso, preparamos este post com dicas para te ajudar a elaborar o planejamento para sua empresa. Confira:

O que é um planejamento empresarial?

Antes de tudo, vamos entender o conceito. O planejamento empresarial é um instrumento de gestão usado para prever cenários, definir metas e objetivos e elaborar estratégias para alcançá-los. 

Esta ferramenta é crucial para determinar como será a jornada de crescimento da empresa e quais serão as próximas etapas para proporcionar o desenvolvimento do negócio. Além disso, é uma estratégia importante para prevenir problemas e estabelecer todos os cenários, antes de partir para a ação, tornando a tomada de decisões ainda mais eficaz. 

Também é a melhor maneira de estudar todas as variáveis do mercado, estando preparado para lidar com as mais diversas situações. Assim, a sua empresa conseguirá traçar um planejamento empresarial eficiente, já que a análise é essencial para definir os melhores caminhos e recursos para alcançar o sucesso.

O gestor que tem como base um bom planejamento empresarial consegue analisar situações e resolver problemas com maior assertividade. 

Para que serve o planejamento empresarial? 

O planejamento empresarial é o ponto de partida para qualquer empresa. É ele que norteia todas as ações e projetos desenvolvidos. Para 2022, é crucial ter estes pontos definidos para direcionar os passos do negócio, principalmente com tantas mudanças acontecendo no mundo e no país. 

Considerar o novo cenário da economia brasileira, o padrão de comportamento dos possíveis clientes e os novos desdobramentos do mercado em que a empresa está inserida são etapas primordiais para guiar a empresa rumo ao sucesso. 

Dessa forma, o planejamento empresarial para 2022 cumpre alguns requisitos, e tem uma série de funções importantes:

  • Promover ações que conquistem novos clientes;
  • Desenvolver campanhas e projetos para manter a atual clientela;
  • Lançar novos produtos e serviços;
  • Consolidar a marca no mercado;
  • Realizar projeções para verificar os possíveis cenários do mercado
  • Lidar com as incertezas e os riscos do mercado; 
  • Utilizar os recursos disponíveis de forma inteligente, de acordo com as metas estipuladas;
  • Aumentar as vendas e a margem de lucro;
  • Otimizar a gestão financeira, bem como a utilização dos recursos; 
  • Evitar risco de falência por má administração. 

Como fazer o planejamento empresarial para 2022? 

Para fazer um bom planejamento, é preciso seguir alguns passos, a fim de determinar as próximas ações. Separamos aqui algumas etapas que são cruciais para construir um bom planejamento empresarial. Confira:

  1. Análise SWOT

É quase impossível falar de planejamento empresarial e não pensar em análise SWOT. É essa ferramenta que ajuda a entender cenários nos quais a empresa está inserida. A análise SWOT, do inglês “strenghts, weakness, opportunities and threats”, é uma ferramenta de gestão que permite identificar oportunidades, fraquezas, forças e ameaças ao negócio.

Em português, essa ferramenta é conhecida como análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), usada para obter um diagnóstico abrangente de todas as situações que envolvem uma empresa. 

As forças e as fraquezas se referem à análise interna, ou seja, os pontos positivos e negativos da empresa ou do projeto que se quer implementar. Esses fatores geralmente estão sob controle da empresa e podem ser alterados por ela. 

Já as oportunidades e ameaças se referem ao ambiente externo, que reúne todos os elementos exteriores ao negócio que possam causar algum impacto, como a análise de mercado, concorrentes, fornecedores e até o macroambiente político, econômico, social e cultural.

O resultado da análise SWOT é uma matriz 2×2, conhecida Matriz SWOT, que divide os quatro pontos de análise entre fatores internos/externos e positivos/negativos. Por meio desse panorama, é possível observar em quais pontos seu negócio ou projeto pode melhorar, e quais são suas vantagens competitivas. 

Para fazer o planejamento empresarial para 2022, é essencial considerar na análise SWOT os acontecimentos dos últimos anos. Grande parte dos segmentos sofreram alterações devido a pandemia, e o padrão de consumo de muitas pessoas foi modificado. Pesquise o que mudou no seu segmento e analise como isso impactou sua empresa, positiva ou negativamente. 

Essa análise permite entender os pontos fortes e fracos no interior do negócio, e os aspectos externos que podem prejudicar ou impulsionar o empreendimento. Com esse entendimento, fica muito mais fácil definir metas e estratégias para alcançar o objetivo da companhia. 

Para conferir como fazer uma análise SWOT na sua empresa, confira esse post.

  1. Definição de objetivos

Com os principais aspectos da empresa mapeados, é hora de definir os objetivos. Para isso, é preciso considerar os cenários interno e externo do negócio, observando também as características do mercado. 

Com as informações coletadas no mercado e a análise SWOT, é possível entender o que deve e pode ser feito a curto, médio e longo prazo

Assim, considere os objetivos que a empresa pretende alcançar e o tempo para que sejam alcançados. Para isso, tenha em mente também os recursos disponíveis e os projetos que serão desenvolvidos em virtude de cada objetivo. 

Os objetivos podem ser definidos por prioridade ou pelo período que será gasto para concluí-los. 

  1. Elaboração de estratégias

Ótimo! Agora você tem os objetivos definidos. Mas como você vai alcançá-los. Para isso, é preciso elaborar uma estratégia que será seguida para cada um dos objetivos. É normal, para quem não está habituado a elaborar um plano de negócios, confundir ação com estratégia.

Por isso, não se esqueça: o objetivo é onde você quer chegar, a estratégia é como você vai chegar lá, e as ações são oque você precisa para colocar a estratégia em prática. Veja:

  • Objetivo/meta: aumentar as conversões no site em 10% nos próximos 3 meses;
  • Estratégia: criação de uma nova página de vendas;
  • Ações: contratar um novo profissional para desenvolvimento de páginas de vendas.
  1. Desenvolvimento de um cronograma

Com todos os passos anteriores definidos e prontos, é hora de definir prazos. Esse passo é muito importante para ter uma noção de quando cada projeto e ação serão iniciados e finalizados, mantendo um controle sobre o que é feito dentro da empresa. 

Também é muito importante garantir que todos os pontos sejam colocados em prática, pois, sem uma data definida, é muito comum que alguns projetos acabem sendo esquecidos.

Assim, os profissionais envolvidos na execução de cada ação podem se organizar de acordo com os prazos definidos. 

O cronograma deve conter as metas planejadas e os responsáveis, prazos de execução, indicadores de desempenho, recursos necessários e outras informações relevantes.

Mão na massa!

Sabemos que fazer um planejamento estratégico para uma empresa não é uma tarefa fácil. Afinal, são vários objetivos e metas a serem alcançados. Porém, seguindo os passos que mostramos neste post, a elaboração de um plano fica muito mais simples, além de fornecer insights importantes sobre o negócio. 

A análise SWOT, por exemplo, oferece um diagnóstico completo sobre a empresa e o mercado em que ela está inserida. Além disso, definindo os objetivos, é possível ter uma noção melhor das prioridades do negócio. 

Para começar o ano com o pé direito, já comece a pensar no planejamento empresarial para 2022 do seu negócio! Para te ajudar, confira este artigo sobre como montar um planejamento financeiro empresarial.

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.