analise-de-concorrencia
NEGÓCIOS

Análise de concorrência: Por que e como fazer

Atualizado há mais de 3 semanas

A análise da concorrência é uma estratégia frequente e fundamental no mercado, podendo ser executada de diversas maneiras. Todavia, existem meios de realizar essa prática de forma mais eficiente e automatizada. Venha conferir como!

Ninguém chega até você e diz que é fácil conquistar um espaço no mercado. Além do que, ganhar destaque em um ambiente tão competitivo é algo extremamente desafiador. 

Para ter sua marca reconhecida e com vendas impulsionadas, é preciso conhecer muito bem onde está pisando, o que significa dizer, que realizar análises de concorrência é essencial. 

Essa é uma forma de promover o crescimento do seu negócio, descobrir quais são as práticas mais recomendadas e, claro, as que devem ser evitadas. 

Neste post, você encontrará os motivos pelo qual você deve realizar essas análises e aprenderá a efetuá-las de modo eficaz para sua empresa. Acompanhe!

Por que fazer análise de concorrência? 

Esse é um dos métodos mais eficazes para se conhecer o mercado em que atua. Saber como sua concorrência age, possibilita conhecer o seu próprio lugar em meio a esse cenário. 

Graças à análise de concorrência é possível encontrar quais são as práticas mais recomendadas para lidar com o público, as principais falhas que são cometidas e, ainda, efetuar o mapeamento das oportunidades de atuação. 

A comunicação também é outro aspecto que pode ser melhorado com uma boa análise de concorrência. Você consegue, ao entender como outras empresas agem, encontrar qual a voz que sua empresa deve possuir diante o público. 

Por isso, antes de definir uma estratégia de marketing, estude seus concorrentes! Avalie quais são as técnicas que eles utilizam, quais são as métricas que eles buscam e o porquê de seus produtos possuírem aqueles valores. 

Observação: A pesquisa de mercado trata-se apenas de uma análise e não uma cópia dos passos dos seus concorrentes! Replicar estratégias significa reproduzir erros que eles podem vir a cometer e fazer com que você seja só mais um. 

Portanto, nunca perca sua própria identidade! 

O que é preciso para analisar a concorrência?

Para realizar essa análise, você precisará estabelecer critérios de pesquisa e planejar seus passos, além de contar com boas ferramentas que te ajudarão no cumprimento dessa missão.

Existem diversas formas de se fazer isso tudo, mas você deve seguir uma ordem para efetuar essa estratégia com sucesso.

Primeiramente é preciso fazer um estudo do próprio negócio e do mercado, para, somente depois, escolher as ferramentas que melhor lhe servem na execução dessa análise de concorrência.

Confira o nosso passo a passo:

Passo 1: Defina seus concorrentes

Quantas empresas oferecem o mesmos serviço e produtos que você?

Essa resposta poderá ser um número grande e, é claro, você não precisa analisar todas elas para elaborar uma estratégia.

Por isso, a ideia é saber quais são os verdadeiros concorrentes, aqueles que possuem produtos bem parecidos que o seu e que agem em um mesmo nicho, em uma mesma região.

Vale lembrar que também é preciso cogitar os que são considerados concorrentes indiretos, ou seja, aqueles que atendem as mesmas necessidades do seu público-alvo. 

Para ilustrar, suponha que você possui uma loja de móveis em seu bairro. Todos as outras lojas de móveis, no mesmo bairro, são os seus concorrentes diretos, vendem a mesma linha de produtos e para um mesmo público alvo, com uma mesma faixa de preço.

Os indiretos seriam comércios que não participam da mesma linha de produtos, mas que acabam atingindo seu público alvo com uma técnica evidente de substituição de produto.

A possibilidade de financiamento de um veículo em 72 vezes, por exemplo, pode persuadir o cliente a trocar a compra de um móvel, que já estava programada, pela oportunidade de adquirir um carro. 

Ou seja, ainda que localizado em outro lugar, um estabelecimento com bom marketing e boas promoções, por exemplo, poderá ser um concorrente mais direto que aquele localizado na mesma rua que a sua. 

Pode parecer um pouco complexo à primeira vista, mas é uma análise necessária e que com o tempo de prática, você se acostuma.

Passo 2: Analise os dados

Depois de mapear os seus concorrentes; diretos e indiretos, você precisará pensar em quais são os dados necessários para serem analisados e que fazem sentido para você e seu negócio.

E aqui, entra uma lista de perguntas que podem valer a pena pesquisar e descobrir a respeito de seus adversários de mercado:

  • Possuem redes sociais e presença na internet?;
  • Quais são seus preços?;
  • Qual público e mídia falam sobre eles?;
  • Quais suas métricas de tráfego em sites?;
  • Qual o número de funcionários?;
  • Qual o tempo de atuação no mercado?

Esses itens poderiam se estender até o final do texto, mas como foi dito, o que importa é você saber identificar quais são os mais importantes para o que você realmente quer. 

PS: por falar em números, será que você conhece as principais métricas SaaS

Passo 3: Saiba o que fazer com os dados

O objetivo de toda análise de concorrência é: definir o cenário de mercado, identificar a sua posição nesse campo e verificar quais as melhores práticas e erros que a concorrência cometem.

Mas, além disso, você precisa estabelecer o que sua empresa tem de vantagem sobre as demais. E, em posse dos dados que você colheu no passo anterior, você conseguirá vislumbrar isso. Analise essas informações e encontre os seus diferenciais!

Por outro lado, você também perceberá que outras empresas possuem vantagens sobre a sua, o que não é um fato que deve ser ignorado. 

Essa informação servirá para ser uma referência de melhorias, fazendo com que você encontre setores em sua empresa que, às vezes, precisam de investimentos. 

As vantagens de seus concorrentes devem servir somente como um direcionamento, por isso, tome cuidado para não copiar as mesmas estratégias. 

Passo 4: Realize uma análise SWOT

A análise SWOT é um estudo essencial e que te auxiliará nas tomadas de decisões, portanto, você não deve abrir mão dela. 

Com todos os dados coletados e feito suas devidas interpretações, já é possível ter uma percepção mais clara da situação de mercado. E é aí, neste ponto, que esse método entra em ação.

Com ele, é possível entender quais são os seus desafios diante dos concorrentes, qual o seu diferencial.

Assim, a sua tomada de decisão será mais precisa, sobretudo, se você não se esquecer de cada detalhe que o SWOT te permite conhecer: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. 

Esses quatro critérios, se bem estudados – tanto os seus quanto o de seus concorrentes –, te darão uma visão muito ampla do mercado para, assim, elaborar uma estratégia eficiente. 

Passo 5: tenha boas ferramentas

Todo esse processo de análise é facilitado se você tiver à disposição as ferramentas certas. 

E é claro que, nesse sentido, a internet é uma baita aliada. Ela te ajudará a encontrar diversos recursos que auxiliam nessa análise de concorrência. 

Reserve um tempo para conhecer quais são e como elas podem te servir na hora de fazer essa pesquisa de mercado. Com boas ferramentas, a chance de sucesso só aumenta.

No nosso próximo tópico, apresentaremos uma pequena lista com algumas ferramentas que poderão te auxiliar nesse processo. Veja:

Quais são as ferramentas mais indicadas?

São várias as plataformas disponíveis quando o assunto é fazer uma análise de concorrência, entretanto, montamos uma lista para te auxiliar nessa busca.

Veja agora algumas dicas dessas ferramentas: as mais indicadas para fazer um trabalho de análise para você e sua empresa!

SEMrush

analise-de-concorrencia-semrush

O SEMrush é uma plataforma que colhe dados de SEO usados pelo seu concorrente. 

Ele te dá muita informação de tráfego, palavras-chave que a empresa usa, classificação de SEO entre outros.

Todas essas informações não são apenas mostradas, mas analisadas para que você consiga aplicar na prática cada uma delas, de acordo com sua estrutura de marketing.

Vale dizer que essa plataforma possui recursos pagos e outros gratuitos. De toda forma, vale muito o investimento!

Google Alerts

analise-de-concorrencia-google-alerts

É claro que o gigante da internet não ficaria de fora desse mercado de análise de dados ou de pesquisas – o grande poder do Google. 

Com o Google Alerts, você consegue acompanhar tudo o que acontece com um determinado termo, que pode ser até mesmo, o nome de uma empresa, por exemplo.

É preciso apenas programar a notificação que chegará via email, toda vez, que o termo, frase ou nome de algo, for mencionado na internet. 

E a melhor notícia: ele é gratuito! 

Ahrefs

analise-de-concorrencia-ahrefs

Essa é outra preciosidade para se analisar SEO de concorrente! O foco da Ahrefs são os backlinks, mas, com o tempo, ela foi se tornando mais completa e perfeita para outros tipos de análise. 

Ela ajuda com autoridade de domínio, indicam seus atuais concorrentes e te alerta para os novos que surgirem. 

Isso é eficaz não só para pensar em uma estratégia de como conquistar links, mas também, a ficar de olho em como anda a autoridade de seu concorrente (quanto mais linkado ele é, mais ele possui). 

Opinion Box

opinionbox-analise-de-concorrencia

A Opinion Box é outra ótima ferramenta para se fazer análise de concorrência. Com ela, você não só consegue estabelecer boas estratégias de marketing como também fica apto a estipular preços, de acordo com as opções de mercado.

E essa ferramenta vai além: ela ainda te permite medir satisfação do cliente, o que é um grande termômetro para saber se a estratégia que você escolheu tem dado realmente certo!

Atenção!

Se você quer ter mais tempo para focar na análise de concorrência e em outras questões estratégicas para o seu negócio, é importante emitir notas fiscais automaticamente. 


Com o parceiro correto, você deixa as burocracias no passado e age como as empresas que mais crescem no mercado. Então, descubra como escolher um emissor de notas fiscais agora mesmo!

Por que pesquisar?

analise-de-mercado-pesquisar

Pesquisar,pesquisar,pesquisar…

Se você acha que a análise de concorrência pode parecer algo um tanto quanto tedioso, saiba que esse pensamento pode te deixar para trás! 

Existem muitas empresas que inclusive abrem seus dados para concorrentes realizarem pesquisas de mercado e benchmarking justamente por serem ações normais e capazes movimentar o mercado – o que pode ser um benéfico para todos!

Vale lembrar que a disputa de mercado está presente na vida de qualquer empresário, mas simples atos como fazer uma pesquisa a respeito de uma análise de concorrência, por exemplo, pode ajudá-lo a se destacar e atuar estrategicamente.

Achou essas dicas válidas? Conhece outras ferramentas boas para se analisar a concorrência? Conte aqui pra gente nos comentários e deixe também suas impressões sobre o assunto!   

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.