5 melhores técnicas de SEO para conquistar a 1ª posição no Google

As técnicas de SEO (Search Engine Optimization) servem para adequar os seus conteúdos aos algoritmos dos mecanismos de busca, como o Google. Estratégias realizadas corretamente culminam no principal objetivo de muitas empresas: conquistar a primeira posição na SERP.

Como os resultados das pesquisas no Google representam a maior fonte de tráfego orgânico de blog, você precisa acompanhar as atualizações do algoritmo e analisar as suas métricas no Google Analytics, no SemRush ou em qualquer outra ferramenta de monitoramento.

Este conteúdo resume as principais técnicas de SEO e como elas podem melhorar o desempenho de sua empresa no mercado.

A importância das técnicas de SEO

Com o grande volume de conteúdos disponíveis na internet, estar nas primeiras páginas se tornou o objetivo de muitas empresas.

As técnicas SEO são um conjunto de hábitos que buscam melhorar a visibilidade de um site nos motores de busca como o Google, Bing e outros.

Com o aumento da visibilidade, é possível:

  • aumentar o tráfego orgânico do site;
  • subir no ranqueamento;
  • ter maior conversão de vendas;
  • gerar autoridade para a marca. 

Atenção

As técnicas de SEO se dividem em duas categorias:


  • SEO on-page: técnicas usadas dentro do seu site, como otimização de conteúdo, acréscimo de imagens e de vídeos.
  • SEO off-page: táticas que fogem do controle do gestor do blog, como os links externos.


5 Técnicas de SEO na prática

Chegou o momento para você aprender boas maneiras de otimizar o seu conteúdo. Por mais que o assunto pareça complicado, veja como é possível melhorar os seus resultados:

1. Capture palavras-chave de relevância

Utilizar boas palavras-chave é uma das técnicas mais simples e fáceis de colocar em prática ainda hoje.

Antes de criar qualquer conteúdo, é essencial analisar os termos mais buscados pelos internautas, seja no Google, seja no Youtube. Para isso, determine as expressões de cauda curta e cauda longa mais importantes para o seu negócio.

As chamas palavras-chave short tail (cauda curta) têm maior tráfego e são mais disputadas em qualquer nicho do mercado.

Já as palavras-chave long tail (cauda longa) têm menor volume de tráfego, mas têm grande potencial para um empreendimento. Elas são formadas por duas, três ou mais palavras, criando uma pequena frase.

Como a busca é mais específica, as possibilidades de conversão ou de venda são maiores, então fique de olho nessas palavras-chave.

Mas como encontrar esses termos e criar uma estratégia de marketing focada em SEO? Veja a seguir as melhores ferramentas para fazer essa pesquisa:

Semrush

Com essa plataforma, é possível buscar as palavras-chave que trazem mais tráfego para o seu blog e até mesmo para o domínio de seu concorrente.

Funciona do seguinte modo: é só acessar a plataforma do Semrush, inserir o URL do concorrente que deseja analisar, escolher o período de análise e pronto, serão exibidas as informações.

tecnica-seo-semrush

Isso permite que você utilize as palavras-chave dos seus concorrentes para:

  • escrever conteúdos dentro do mesmo assunto;
  • otimizar posts;
  • conquistar melhores posições.

Não se preocupe: o SEMrush permite que você crie uma conta gratuita. Existem planos pagos de acordo com as necessidades de cada negócio também.

Atenção: Identificar as palavras-chave que seu concorrente é diferente de copiar conteúdos, pois plágio é crime e mancha a reputação do seu empreendimento, ok?

Google Adwords e Search Console

O Google Search Adwords possibilita a busca das palavras-chave mais acessadas no Google, mostrando o tráfego de cada uma. Essa é a ferramenta utilizada para criar anúncios também.

Já o Google Search Console funciona de modo diferente, já que é um mecanismo para análise de resultados internos do seu site ou blog. O Search Console fornece os seguintes dados:

  • total de cliques;
  • total de impressões;
  • Click Through Rate média (porcentagem de cliques);
  • posição média;
  • e muito mais!

Tudo isso pode ser segmentado por termos consultados, dispositivos utilizados, competição e custo por clique.

Keywords Everywhere

Já imaginou saber o volume de busca e outras informações valiosas de uma palavra-chave sem sair do Google? Pois bem, é exatamente isso que o Keywords Everywhere possibilita.

Veja como esses dados facilitam a vida de um profissional que deseja aplicar as melhores técnicas de SEO em seu negócio:

tecnica-seo-keywordeverywhere
tecnica-seo-keywordeverywhere-2
tecnica-seo-keywordeverywhere-3

Para isso, basta instalar o plugin do Keywords Everywhere no seu navegador!

2. Crie conteúdos relevantes e completos

Com a enorme quantidade de conteúdos competindo pela primeira posição no google, é importante ter uma estratégia de  marketing de conteúdo baseada em técnicas de SEO.

Diversos sites informam que os conteúdos com mais de 1000 palavras são os que tendem a ranquear melhor, mas isso não é tão simples. Textos com mais de 1000 ~1500 palavras, teoricamente, têm mais informações e são mais completos. A partir disso, é possível abordar todos os aspectos de um tema.

Saiba que os motores de busca analisam os conteúdos mais relevantes por diversos aspectos, como:

  • tempo de permanência do usuário na página;
  • originalidade;
  • tempo de carregamento da página;
  • conteúdos ricos;
  • uso de palavras-chave long tail;
  • escaneabilidade.

Sendo assim, escrever um texto gigante, sem nexo ou pobre de conteúdo, certamente não te ajudará no ranqueamento.

Faça diversas pesquisas para garantir que seu conteúdo será relevante. É válido utilizar estatísticas e estudos para comprovar o que está sendo dito.

Outra ação simples que irá ajudar bastante é a inserção de imagens, infográficos e ebooks — que são os chamados conteúdos ricos.

Diversificando o conteúdo, você cria autoridade para a marca e leva uma melhor experiência ao leitor.

3. Realize a otimização on-page

Como você viu anteriormente, as técnicas SEO on-page são utilizadas dentro do seu site para otimizar os motores de busca.

Confira algumas técnicas SEO que não podem faltar em seu negócio:

3.1 Formate o conteúdo

Ao formatar o seu conteúdo, é importante pensar na responsividade da sua página. Textos com parágrafos muito longos dificultam a leitura em dispositivos menores, como smartphones.

Sendo assim, redija parágrafos com 3 a 4 linhas para que seja possível a leitura em todos os aparelhos, e tenha certeza que, quando um cliente acessar a sua página pelo celular, ele não sairá por ter uma leitura cansativa.

3.2 Insira corretamente a palavra-chave

Revise onde está a sua palavra-chave. O ideal é que a palavra-chave esteja no primeiro parágrafo do seu texto, na conclusão, em um intertítulo e na url.

Ao tomar esses cuidados, você garante a otimização SEO e ajuda os motores de busca a entenderem do que você está falando, e que você entende do assunto.

Lembre-se de utilizar sinônimos para a sua palavra-chave e evite repetições no conteúdo. O dicionário de sinônimos é uma boa opção nessas horas.

3.3. Utilize tags H1, H2 e H3

Tags H1, H2, H3 representam a formatação de tamanho e da fonte do texto em seus blog posts. Utilizando-as corretamente, você facilita a leitura do usuário, o que faz com que ele fique mais tempo na sua página.

As tags H1 devem ser usadas em títulos primários, e correspondem ao tipo de fonte e tamanho, respectivamente, Arial 20.

As tags H2 são, normalmente, utilizadas em subtítulos no decorrer do texto, correspondendo ao Arial 16. As tags H3, devem ser usadas caso tenha algum subtítulo dentro do H2, e assim por diante.

Pegando este post como exemplo:

  • H1 = 5 melhores técnicas de SEO para conquistar a primeira posição no Google
  • H2 = A importância das técnicas de SEO
  • H3 = 2. Crie conteúdos relevantes e completos

PS: quem utiliza o Thrive Architect, um plugin do WordPress, tem facilidade para utilizar essas tags, já que não é preciso inseri-las manualmente.

3.4 Coloque Alt Text nas imagens

Vamos direto ao ponto: Alt text é uma descrição de imagem

Os robôs que realizam a análise de conteúdo, fazem isso através de códigos e de algoritmos. Desse modo, quando inserida uma imagem em um post, ela não é “vista” e fica como um espaço em branco para os motores de busca.

A inserção de alt text nas imagens é utilizada justamente para dizer aos motores de busca que ali existe um conteúdo e explicar do que se trata a imagem.

3.5 Capriche na meta-description

Meta-description é o texto que aparece na busca do Google quando alguém realiza uma pesquisa.

tecnica-seo-meta description

A meta-description não é um fator de ranqueamento para os motores de busca, mas aumenta o número de cliques quando é atrativa. E isso melhora o desempenho do seu conteúdo.

Por isso, é importante ser direto ao redigir a sua meta-description. Faça um resumo do que o texto aborda e, quando o título for uma pergunta, dê a resposta e crie curiosidade no leitor.

O tamanho da meta-description é de aproximadamente 156 caracteres, passando disso seu texto não aparecerá. O recomendado é colocar as informações principais nos primeiros 50 caracteres para garantir que o leitor identificará rapidamente o conteúdo que será abordado.

4. Realize a otimização off-page

Veja agora boas técnicas de SEO off-page:

4.1 Crie guest posts

Guest posts são conteúdos escritos por você para blog ou site de outras empresas, que possuem um link da sua página e vice versa.

Quando um leitor entra em um site e clica em um link que o direciona para outro, o Google entende que os dois conteúdos são relevantes e que o leitor se interessou realmente pelo o que está descrito no conteúdo.

Desse modo, encontre parceiros que produzem conteúdos relevantes para a sua audiência. Inicialmente, você pode enfrentar dificuldades para conseguir parcerias com blogs maiores, mas não desanime.

Continue em sua estratégia de marketing de conteúdo que as parcerias de guestpost se tornarão mais fáceis com o passar do tempo.

4.2 Otimize a URL dos seus posts

A URL é o link que direciona para a sua página. Quando o link é simplificado e tem a palavra-chave, os mecanismos de busca o encontram e o entendem com facilidade.

Tome cuidado ao determinar a quantidade de termos em sua URL. O ideal é que tenha de duas a quatro termos, de preferência a palavra-chave do seu conteúdo e de modo objetivo.

Entenda melhor com o exemplo:

  • URL amigável: www.seublog.com.br/markerting-de-conteúdo
  • URL nada amigável: www.seublog.com.br/o-que-e-markerting-de-conteúdo-como-fazer-5-maiores-erros

4.3 Cuidado com links quebrados

Ao inserir links em seu post ou algum guest post, veja se as URLs realmente direcionam para as páginas que você deseja. Alguns produtores fazem alterações na URL e se esquecem que isso altera o direcionamento. Além disso, existem problemas com páginas que são excluídas.

Ter links quebrados em seus conteúdos não é uma boa técnica de SEO — e você deve evitá-la a todo custo.  

Quando inserir um link em um post no seu blog ou site, verifique se ele está abrindo em uma nova guia ou se está sobrepondo a sua.

Caso esteja sobrepondo a sua página, altere. Isso é importante porque a sobreposição de páginas é um fator que atrapalha o entendimento do mecanismo de busca. Quem não toma esse cuidado faz com que os seus conteúdos percam relevância.

5. Saiba utilizar textos âncoras

Texto âncora é o texto visível de um link, é a palavra “clicável” dentro do seu conteúdo que a URL é inserida.

Na frase “é preciso fazer o cancelamento de nota fiscal corretamente”, “cancelamento de nota fiscal é o texto âncora. Repare que a expressão está em azul e em negrito, indicando que há um link.

Em resumo, tanto o texto quanto o link devem se complementar: facilitando o entendimento do leitor e do Google.

Conclusão

Neste post, você aprendeu as melhores técnicas SEO para implementar ainda hoje no seu site. Algumas dicas são simples, mas fazem toda a diferença na hora de melhorar o ranqueamento do um blog.

É importante ficar atento às atualizações do Google também. Com o passar do tempo, os crawlers são aperfeiçoados, visando criar a melhor experiência do usuário possível. Nos últimos anos, diversas atualizações foram lançadas, e quem não as acompanha tende a perder tráfego e posições.

Gostou desse conteúdo? Conhece mais alguma dica? Conta pra gente nos comentários abaixo!

About the Author

Larissa Ester - Estagiária de marketing, sempre em busca de aprendizado. Apaixonada por marketing digital e criação.

>

Como conseguir 200 mil visitas mensais no seu site sem gastar com anúncios

Gabs