Capital-social
NEGÓCIOS

Capital Social: Descubra o que é e como definir o valor

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso conteúdo e descubra o que é o capital social e dicas adequadas de como você deve geri-lo. Confira!

Na corrida pelo sucesso no mundo dos negócios existem vários objetivos a serem alcançados e, entre eles, o check em “obter lucro” é um dos principais.

Entretanto, ao começar um negócio, isso pode acabar levando um tempo e, nesse período, é preciso que você faça investimentos com recursos próprios. 

E é esse primeiro valor que você e seus sócios colocam em jogo, que é designado Capital Social

Em outras palavras, trata-se daquela grana que você investe para abrir a sua empresa e tocar o funcionamento dela até que os rendimentos obtidos sejam suficientes para administrá-la. 

Acontece que nesse ponto, muitas perguntas surgem, como por exemplo:  Como definir esse valor? Como alterá-lo? Qual a importância disso e como isso impacta no sucesso do seu negócio?

E aí, preparado para descobrir as respostas? Acompanhe.

O que é o Capital Social?

Capital Social é o valor necessário investido para iniciar as atividades de uma nova empresa, de modo a suprir o período em que ela ainda não é capaz de gerar rendimento suficiente para se autossustentar.

Qual a sua funcionalidade?

Como falamos, esse é um valor que será utilizado, principalmente, em uma fase inicial da empresa para suprir todas as demandas das atividades essenciais.

Portanto, esse montante pode ser aplicado de várias maneiras, tais quais:

  • Manutenção da empresa;
  • Compra de equipamentos e acessórios;
  • Contratação de serviços.

Enfim… tudo que estiver relacionado com o desenvolvimento do seu negócio, poderá ingressar nessa lista.

Qual a importância do Capital Social?

Antes de chegarmos a essa resposta, acompanhe a seguinte reflexão:

Não há como negar que o Brasil, de fato, é um país empreendedor. Segundo dados do Ministério da Economia, o país registrou em 2020 a abertura de 3.359.750 novas empresas, um aumento de 6,0% em relação a 2019 e um recorde histórico de abertura de empreendimentos. 

Vale ressaltar ainda, que 2020  foi um ano marcado pelas dificuldades enfrentadas pela economia e saúde em meio à pandemia do coronavírus.

Acontece que todos esses novos empreendedores tiveram que cumprir todas as etapas para tirarem seu negócio do papel e transformá-lo em realidade e, uma delas, trata-se exatamente de definir o Capital Social da empresa.

E a grande dúvida que surge nesse momento é: Como definir o valor do capital social?

O que algumas pessoas não sabem é que para cada natureza jurídica de uma empresa, existe uma exigência diferente, ou seja, o que você deveria investir para abrir um MEI não é o mesmo montante para abrir uma EIRELI. 

E esta é a grande importância de definir o capital social corretamente, caso contrário, você poderá acabar não suportando os obstáculos da abertura de uma empresa e acabar tendo de fechar o seu negócio.

Sem falar que diante desse cenário, você pode acabar caindo no perigo da sonegação fiscal, ato que é considerado crime, e pode provocar o pagamento de multa e até mesmo te levar preso.

Dito isso, podemos afirmar que o capital social é um termo essencial para a sobrevivência de um negócio e faz parte de um processo de gestão estratégica

Além disso, é ele que corresponde ao seu fluxo de caixa inicial, visto que todos os recursos financeiros dos primeiros meses virão dele.

Curiosidade

Confira o nosso post e descubra qual a diferença entre Conciliação Bancária e Fluxo de Caixa.


atenção!

Não pense que o Capital Social perde sua importância quando a empresa começa a caminhar com os rendimentos próprios.

É importante que saiba que o valor declarado tem impacto direto na concessão de créditos bancários, assim como em casos de mudança de sócios.

Como definir o valor do Capital Social?

Como falamos, para conseguir determinar uma base da quantia, é necessário que se escolha antes a natureza jurídica da empresa.

No caso de um empresário individual, por exemplo, a dica é para que você comece com um valor pequeno. E se estiver na dúvida do que seria um valor pequeno, uma sugestão seria iniciar com uma média de mil reais.

Ah, não deixe de consultar um contador, ele será o profissional ideal para ajudá-lo com todas as burocracias do negócio. 

Curiosidade

É possível alterar o valor do Capital Social?

Sim! Mas fica a dica: 

É muito mais fácil aumentar do que reduzir. Isso porque para reduzir o valor, você não pode ter dívidas em aberto e, além disso você precisa fazer uma  publicação em jornal —  e essa publicação não é barata — , e após 90 dias da publicação, se ninguém se manifestar ao contrário, aí sim você pode reduzir o capital.

Já se você for aumentar, você só terá os custos das taxas da Junta Comercial e o custo com o contador, muito mais simples não?

Por isso, toda atenção é necessária neste momento, de modo que você defina esse valor com cautela, evitando problemas futuros.

Para te ajudar a ter uma visão melhor do cenário, elaboramos uma lista de como seria uma base do valor do capital social para cada modalidade, confira:

Capital Social para MEI

Esse tipo é ideal para quem está começando um projeto e ainda faz poucas vendas. Atualmente, um dos critérios para ser enquadrado como MEI é o faturamento anual inferior a R$ 60 mil, mas esse teto subirá para R$ 81 mil em 2018.

Esse regime é voltado para autônomos que decidiram formalizar o seu trabalho e possuem uma receita bruta, em média, de R$5 mil por mês. O primeiro passo para se tornar MEI é verificar no Portal do Empreendedor se a sua atividade se encaixa nessa modalidade.

O MEI não permite sócios e nessa modalidade não é necessário definir o Capital Social. 

Nesse caso, é possível apenas fazer um registro do quanto foi gasto para o início das atividades, mas somente para controle próprio, sem obrigação legal

kit planejamento de marketing
Kit Planejamento de Marketing - Crie, organize e analise sua estratégia

Eleve sua estratégia a outro nível. Acesse agora mesmo o kit Planejamento de Marketing gratuito!

Com esse material você vai poder fazer:

  • o orçamento de Marketing com a previsão de gastos;
  • o controle financeiro para acompanhar o faturamento e os custos mês a mês; 
  • o planejamento de conteúdo com calendário para marcar as datas essenciais ao seu negócio;
  • o planejamento de Marketing para organizar e acompanhar os impactos de cada ação e canal escolhidos.

Capital Social EIRELI

A modalidade EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), também não possui sócios e refere-se à categoria em que o empreendedor é detentor de 100% do Capital Social. 

Neste caso, o valor do capital social deve ser definido com uma base por volta de 100 salários mínimos.

atenção!

Não é preciso comprovar o valor no momento da abertura da empresa, mas ele precisa estar disponível. 

O não cumprimento dessa exigência pode levar a inconsistências no Imposto de Renda de Pessoa Física do proprietário, visto ter declarado possuir um negócio com esse valor.

Capital Social para Sociedade Limitada

A Sociedade Limitada consiste num tipo de associação que estabelece normas com base no valor investido por cada associado. O nome de cada uma das associações desse modelo é acompanhado da sigla “Ltda”.

Portanto, para esse modelo, o capital social desse modelo jurídico não conta com valor mínimo e é definido de acordo com a investido por cada um. 

Esse aporte, pode ser tanto em dinheiro quanto em ativos, jamais em serviços prestados, e é também o montante que define a cota participativa de cada sócio.

Capital Social para Sociedade Limitada Unipessoal

Diferentemente do formato EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), a Sociedade Limitada Unipessoal permite a abertura de uma empresa sem a necessidade de um capital mínimo, com garantia do patrimônio particular permanecer protegido e sem sócios.

Essa modalidade também passou a ser uma alternativa para empresários que desejam abrir empresas sem sócios e proteger seu capital pessoal, sendo uma opção à EI e à EIRELI.

Quando ao Capital Social da Sociedade Limitada Unipessoal, não há valor mínimo, sendo considerado apenas o valor necessário para início das atividades, mas também sem obrigatoriedade de comprovação.

Conclusão

Neste post você pôde ter uma visão mais clara do que é e qual a importância do capital social  para abrir uma empresa.

Ainda, é preciso que você tenha em mente que a emissão de notas fiscais eletrônicas é uma  tarefa imprescindível para a grande maioria dos empreendedores, além de ser quesito fundamental para você escalar ainda mais o seu negócio nacionalmente.

Diante desse cenário e se você não quer se preocupar com a burocracia dessa emissão, é interessante contratar um emissor de notas fiscais, que fará o todo o trabalho para você e ainda consegue lidar com as particularidades de cada Sefaz, visto que as regras para emissão podem ser diferentes para cada localidade.

Assim, você tem tempo para focar no que importa e não precisa se preocupar com tantas questões burocráticas e complexas.

Vivencie a melhor experiência da galáxia em automação fiscal!

Conheça melhor as funcionalidades do eNotas!

Insert Tabs
Insert Contact Form
Avatar
Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email.
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.