O que é o Código EAN, sua função e como utilizar

Atualizado há mais de 1 semana

Se você trabalha vendendo produtos, sabe da importância de identificar as mercadorias. Afinal, sem um padrão para diferenciar os diferentes itens, o processo de venda e transporte pode ficar um pouco complicado. 

Além disso, essa identificação é crucial para a gestão de mercadorias e permitir que as empresas mantenham controle sobre seus itens. É aí que o código EAN entra! Se você quer saber o que é o código EAN, sua função e como usá-lo, confira nesse post

O que é código EAN?

O código EAN é uma forma de identificação de produtos, que tem todas as informações importantes de uma mercadoria, como fabricante, país de origem, modelo do produto e dígito verificador.

A sigla EAN significa European Article Number (inglês) ou Numeração Européia de Artigos (português), essa sigla é um código de barras composto por uma sequência numérica de 13 dígitos, criada na Europa pela GS1, uma organização sem fins lucrativos que desenvolve e mantém padrões globais para comunicação empresarial, que hoje é utilizada em todo o mundo

Os dados do código são encontrados e definidos da seguinte forma:

  • País de origem – 3 primeiros dígitos (No Brasil é 789 ou 790);
  • Fabricante – 4, 5 ou 6 dígitos;
  • Produto  produzido – 3, 4 ou 5 dígitos;
  • Dígito verificador – 1 dígito

Função do código EAN

O código EAN-13 tem como função garantir o controle interno das vendas de cada produto de uma empresa. Assim, é possível saber dados como número de estoque e quantidade de mercadorias vendidas. Ele também facilita a gestão e identificação individual de cada item.

Assim, as informações importantes que compõem a sequência numérica são armazenadas de forma única para o gerenciamento de cada mercadoria ou até mesmo o lote, além de auxiliar no rastreamento e localização do produto.

Um lembrete importante é que o EAN é um código exclusivo do produto, que nunca vai se repetir e não pode ser usado em produtos diferentes.

Essa prática visa facilitar sua gestão de estoque, compras e fiscal. Além disso, a utilização desses códigos reduz as chances de erros, pois são padronizados e lidos automaticamente com leitores de código de barras, os coletores de dados.

Mas como o EAN é útil? Por meio dele, é possível encontrar erros, divergências, problemas e mudanças de produtos, durante um procedimento de uma transação comercial internacional de importação ou exportação entre diferentes países. 

código-ean

Como criar o código EAN

A forma mais indicada para criar um código EAN é se filiando à GS1, que é a Associação Brasileira de Automação.

Para isso, é preciso informar o CPF ou CNPJ e enviar a documentação da empresa pelos Correios. Há uma taxa de inscrição para a filiação e também uma anuidade. Depois, você receberá uma chave de acesso ao Cadastro Nacional de Produtos (CNP), e já poderá gerar todos os seus códigos.

Mas é importante ressaltar que só é preciso gerar um código se você for o fabricante do produto. Portanto, se você só revende, não é necessário gerar o código.

Há também outras empresas que oferecem o serviço de geração de código EAN, como a EAN BR.

Diferença entre EAN e UPC

O código EAN representa um padrão internacional, em que todos os códigos que são atribuídos às empresas e seus produtos seguem esse modelo europeu, composto usualmente pelos 13 dígitos para itens comerciais.

E os códigos de barras UPC? A sigla significa Código Universal de Produtos, em português. É padrão adotado pelos Estados Unidos e Canadá, e em vez de contar com 13 dígitos, tem apenas 12.

No Brasil, as solicitações de UPC são mais raras, como em casos de algum varejo muito específico dos Estados Unidos. 

Vantagens do código EAN

Sabemos que manter a organização das mercadorias é importante. Por isso, o código EAN representa um papel fundamental para a gestão de mercadorias. Além disso, apresenta uma série de vantagens para as empresas. Confira:

  1. Mais agilidade

O leitor de código de barras identifica o produto rapidamente. Dessa forma, há mais agilidade no atendimento do caixa, uma vez que o funcionário não precisa mais fazer o registro manual da saída da mercadoria. Basta aproximá-la do leitor e a informação já está no computador. 

  1. Controle dos produtos

É essencial manter o controle dos produtos que são vendidos ou que ainda estão em estoqueO código permite consultar a situação de uma determinada mercadoria com facilidade, garantindo a gestão dos itens da sua empresa de forma fácil.

  1. Benefícios para marketplaces

Em muitos casos, o cadastro de um EAN nos marketplaces é obrigatório. Por isso, se você pretende vender seus produtos por lá, é importante ter isso em mente. Além disso,  com um código EAN cadastrado, a aprovação do anúncio de um produto é feita com maior agilidade.

Uma das funções do código EAN também é facilitar a identificação dos produtos nos marketplaces. Por isso, seu anúncio ganha relevância maior devido ao histórico de vendas de outras mercadorias na plataforma, que foram associadas ao seu item cadastrado.

E-commerce


E-commerce: manual de perguntas e respostas

Apesar de ser um conceito simples, muitas dúvidas surgem sobre o e-commerce. Por isso, elaboramos este Manual de Perguntas e Respostas com as principais questões envolvendo o assunto! 

Hora de vender!

Agora que você já entendeu o que é o código EAN e suas funções, é hora de vender. Se você fábrica algum produto, criar códigos para suas mercadorias é essencial! Se você é revendedor, vale conferir os códigos dos produtos que você revende! 

Esperamos que esse post tenha tirado suas dúvidas! Se você quer saber mais sobre o mundo dos negócios e empreendedorismo, continue com a gente por aqui!

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.