5 dicas de educação financeira para empreendedores digitais

Atualizado há mais de 1 semana

Um dos grandes desafios dos empreendedores que abrem seu CNPJ é como administrar a saúde financeira da pessoa jurídica e, fazer a separação dessa renda com a vida da pessoa física. 

Esse desafio se torna ainda maior quando estamos falando do mercado digital de afiliados e infoprodutores, já que em apenas 30 dias o saldo de uma conta pode ganhar muitos dígitos. 

Se esses valores não forem corretamente gerenciados, podem trazer grandes problemas para o futuro dos negócios e da empresa. Por isso, a educação financeira é primordial para garantir que o negócio cresça de forma sustentável!

Pensando nisso, confira as melhores dicas para começar o ano com a organização do seu negócio em dia:

1. Princípio da entidade

O princípio da entidade refere-se à separação do patrimônio da empresa do patrimônio pessoal, e adotar esse princípio como regra incontestável. 

Os recursos da empresa devem servir para pagar os custos dela. Somente depois de todos esses valores quitados conseguiremos mensurar o lucro que estará disponível aos sócios. 

Vale lembrar que dentro destes custos da empresa estão o capital de giro e o PRO LABORE, ou seja, a remuneração dos sócios que trabalham na empresa, que deve ser transferida da conta da Pessoa Jurídica para a conta da Pessoa Física.

2. Controle de caixa

Não é possível falar em educação financeira sem citar o controle de caixa. É imprescindível realizar esse controle, permitindo a visualização de todas as entradas e saídas, assim como datas de recebimentos e pagamentos. 

Com essa ferramenta, o empreendedor consegue manter seu negócio de forma saudável, evitando os contratempos com multas e juros. Além disso, é possível realizar análises para encontrar formas de aumentar o lucro ou corrigir perdas.

3. Planejamento

Desenhar possibilidades de cenários futuros e se preparar para realização de ações a curto, médio e longo prazo é um ponto essencial da educação financeira. Por isso, o primeiro passo para seu negócio é fazer o planejamento financeiro

Com o controle de caixa e o planejamento é possível mapear as despesas futuras e assim se preparar para novos investimentos que vão gerar novas rendas, como por exemplo, a compra de um equipamento novo, a aquisição de um curso, a participação de um evento para networking.

4. Capital de giro

O capital de giro nada mais é do que ter mensalmente uma retirada dos recursos da empresa que serão destinados a possíveis investimentos e necessidades da mesma empresa. 

É preciso fazer do capital de giro um "pagamento" fixo que esteja acima das necessidades pessoais dos sócios e do lucro. Esse valor servirá para imprevistos que aconteçam no futuro e assim evitar o prejuízo em algum momento.

5. Parceiro com autoridade

Uma lição importante da educação financeira é buscar fornecedores e parceiros com autoridade para o suporte adequado ao seu negócio. 

Para isso, é preciso contar com a ajuda de uma equipe de contabilidade de confiança e credibilidade para cuidar diariamente da saúde financeira da empresa, realizar os planejamentos tributários buscando a redução dos impostos e orientar sobre a legislação e melhores caminhos a seguir.

Comece 2024 com organização

Uma empresa financeiramente saudável está sempre pronta para crescer e escalar seus resultados. 2024 com certeza será o ano da abundância e prosperidade para quem estiver preparado para cuidar de forma atenta das finanças! 

Se você também pretende alavancar neste ano, conte com a equipe da Agir Contabilidade.

Conteúdo produzido por um dos parceiros da eNotas. Quer participar do nosso programa de parcerias? Então, envie a sua proposta para [email protected] :)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.