Como resolver a Rejeição 610 para emissão de nota fiscal?

Atualizado há mais de 1 semana

Um setor fiscal produtivo é aquele que assegura que seus processos são feitos de maneira correta, otimizando tempo e recursos. E para isso, um emissor de notas ajuda, mas conhecer alguns dos obstáculos para isso também.

Um desafio comum para quem emite nota fiscal, por exemplo, é a rejeição 610.

Como toda rejeição, essa é uma das maneiras que a SEFAZ tem para comunicar algo errado na hora de emitir uma nota. E ela se diferencia por apontar o erro de cálculo do valor da transação.

Confira melhor o que é a rejeição 610, como resolver e o que fazer para evitar esse problema que pode ser um dos gargalos contra a produtividade do setor.

O que é a rejeição 610?

A rejeição 610 é uma recusa do sistema da Secretaria de Fazenda (SEFAZ) do estado na emissão da nota. O motivo é um erro de cálculo referente ao somatório dos itens que resultam no valor final da Nota Fiscal Eletrônica.

A mensagem que deve aparecer no emissor é: “610 – Total da NF difere do somatório dos Valores compõe o valor Total da NF”.

Basicamente, ela indica que os campos preenchidos que resultam no valor final do produto, são diferentes quando somados do que o resultado final.

Um exemplo simples seria dizer que sua empresa emitiu nota para dois itens, cada um no custo de R$ 150,00. Com o cálculo do frente a R$ 20, um desconto de R$ 4,00.

Contudo, você só considerou apenas o valor de um produto e, por isso, o sistema deu um valor abaixo do real. Ele vai retornar à Rejeição 610.

Exceção da rejeição 610

Existe um caso que não retorna à rejeição 610 na emissão da nota fiscal, que se refere ao ICMS.

Se por caso na hora da emissão você não considerar o valor do ICMS e esquecer de subtraí-lo, o sistema emitirá de toda forma, sem informar a rejeição.

Como resolver a rejeição 610?

A solução da rejeição 610 é refazer os campos responsáveis pelo valor final. A soma dessas informações precisa ser igual à informada no campo de valor final.

Esses campos são, entre outros, os de frete e o de desconto, por isso, é fundamental saber os valores exatos de cada um para que a rejeição 610 seja solucionada de acordo.

Corrigido esse erro, a nota será emitida normalmente. 

Confira também: 10 tipos de rejeição de nota fiscal e como evitar! 

O que significa a rejeição 610?

De uma maneira mais técnica, a rejeição 610 significa que os campos que compõem o valor final da nota foram preenchidos de maneira que sua soma não dê o valor informado na NFe.

Esses campos seriam:

  •  vProd (ID: W07);
  •  vDesc (ID: W10);
  •  vICMSDeson (ID: W04a);
  •  vST (ID: W06);
  •  vFCPST (ID: W06a);
  •  vFrete (ID: W08);
  •  vSeg (ID: W09);
  •  vOutro (ID: W15);
  •  vII (ID: W11);
  •  vIPI (ID: W12);
  •  vIPIDevol (ID: W12a);
  •  vServ (ID: W18);
  • Total do vNF (ID: W16).

Como evitar a rejeição 610?

A rejeição 610 ocorre por erro de preenchimento das informações, que influenciam no valor final da NFe.

Por isso, uma maneira eficaz para evitar a rejeição 610 é ter um sistema automatizado que permita que o preenchimento das informações padrões sejam automáticas, tendo o usuário a responsabilidade de colocar essas mais específicas, como os descontos ou fretes.

Dessa forma, é menos informações que ele precisa tratar, o que facilita o preenchimento da nota e evita rejeições como a 610.

Sem esquecer que um emissor tem outras vantagens, como otimizar todo o processo de emissão e envio da nota fiscal, fazendo com que a vida do setor financeiro e fiscal da empresa seja mais eficiente.

Seja para evitar a rejeição 610 ou ter essa eficácia em sua empresa, conheça e eNotas e confira o que mais podemos fazer por ela. 

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.