O que é uma startup unicórnio e quais são as principais do mercado nacional?

Atualizado há mais de 1 semana

Startups unicórnio são as empresas de tecnologia privadas avaliadas em mais de um bilhão de dólares antes de abrir seu capital em bolsas de valores, ou seja, antes de realizar o IPO (Initial Public Offering).

A principal característica de uma startup unicórnio é a inovação no mercado em que pertence. A Uber, por exemplo, revolucionou o transporte, permitindo que os usuários solicitem um veículo com alguns cliques em qualquer lugar e a qualquer momento.

Em janeiro de 2022, já somam mais de 900 startups unicórnios no mundo de acordo com a CBInsights, e esse número tende a crescer bastante nos últimos anos.

Quer conhecer mais sobre essas startups, quem são os unicórnios do Brasil e como alcançar o tão sonhado bilhão de dólares? Então, você está no local certo!

O que é uma startup?

O conceito de startup é basicamente um modelo de negócio escalável e repetível que se desenvolve em condições de incerteza.

Ou seja, é necessário alcançar um número grande de clientes para gerar lucro sem ter custos elevados com o crescimento e a expansão.

Também é importante entregar aos clientes produtos iguais, e não personalizados um a um, de modo que todas as variáveis do produto estejam prontas para entrega repetida.

O que é uma startup unicórnio?

O termo startup unicórnio nasceu no ano 2013 quando o fundador da Cowboy Ventures o, Aillen Lee, o descreveu como empresas eram valorizadas em mais de 1 bilhão de dólares sem terem capital na bolsa de valores.

Essas empresas são caracterizadas pela raridade e a dificuldade de valorização, principalmente para negócios emergentes no mercado. Então, os unicórnios são as empresas que passaram por desafios e chegaram até o décimo digito. 

Curiosidade

Um Super Unicórnio (Decacorn) é a startup que alcança valorização superior aos 10 bilhões de dólares, como a Uber e a WeWork.

As principais características de uma startup unicórnio são:

Inovação

Inovar já deixou de ser um diferencial, e se tornou pré-requisito. 

A Spotify, por exemplo, trouxe uma maneira completamente nova de ouvir música por meio do streaming. Uma das características das startups é justamente essa capacidade de pegar um elemento e transformá-lo em algo totalmente fora do que já foi pensado. 

Posição de vantagem

Com o pensamento inovador as startups saem na frente e garantem uma posição de vantagem no mercado. Com o pioneirismo no ramos em que estão inseridas, elas detém conhecimentos valiosos e podem atualizar e modernizar suas soluções. 

Porém, é preciso sempre se manterem atualizadas, para não perderem a liderança no mercado.

Investimento em tecnologia

Grande parte dos unicórnios investem em tecnologia, área que está despontando nos últimos anos com um potencial considerável.

Apesar de não ser uma regra, esse investimento é essencial para trazer a inovação que as startups unicórnios precisam. 

Foco no cliente

O foco no cliente é o pilar de qualquer startups unicórnio.  Os produtos, soluções e serviços são sempre pensados em resolver as dores dos potenciais clientes e garantir uma experiência única. 

Como fazer a avaliação para descobrir se é uma startup unicórnio?

Afinal, como determinar o valor de uma empresa? Existem várias maneiras de encontrar essas informação. Quando uma empresa ainda não tem capital aberto, essa avaliação pode ser feita pelos fundos que investem nela.

Esses investidores acreditam na ideia e no potencial que a startup tem de crescer, muitas vezes mesmo que elas ainda estejam somente no início do negócio. A ideia é dar suporte ao crescimento e esperar um retorno consideravelmente maior no futuro.

No mercado, estes investimentos costumam ser feitos em rodadas, ou seja, uma oferta de valores mobiliários, pela qual uma empresa arrecada dinheiro para financiar operações, expansão, um projeto de capital, uma aquisição ou algum outro objetivo comercial. Em linhas gerais, os fundos e a startup entram em um acordo sobre qual será a avaliação divulgada ao mercado.

Quais são as startups brasileiras avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares?

Alcançar o primeiro bilhão é o sonho de basicamente todas as startups no mercado. Atualmente e algumas gestões, brasileiras, já atingiram esse marco. Conheça-as a seguir:

1. Ifood

Sim, o gigante do delivery no Brasil é uma startup unicórnio! A empresa brasileira  foi inaugurada em 2011 e hoje é líder no ramo de entrega de alimentos, investindo em uma plataforma para centralizar os pedidos de delivery em um só lugar.

A empresa teve o crescimento e valorização do mercado, e, em 2014, foi comprada pela Movile. Depois, recebeu um investimento de 500 milhões de dólares, durante um aporte liderado pela Movile, Naspers e Innova Capital. Os fundos de capital de risco investiram 400 milhões de dólares na Movile, completando assim a quantia do aporte.

Dessa forma, a empresa atingiu a marca de 1 bilhão e se tornou um dos unicórnios brasileiros. 

2. Quinto Andar

QuintoAndar, fundada em 2013, é uma empresa responsável por mediar a relação entre senhorio e inquilino e eliminar a necessidade de fiadores, fiadores ou fiadores.

Hoje, a startup apresenta crescimento expressivo e atua em 25 cidades do Brasil, com fechamento de 4.500 contratos por mês. Em uma rodada de financiamento liderada pela SoftBank e o fundo americano Dragoneer, ele recebeu US$ 250 milhões e se tornou um unicórnio em setembro de 2019.

3. Loggi

A primeira startup brasileira ser investida pelo grupo Softbank foi a Loggi, fundada pelo francês Fabien Mendez em São Paulo. Trata-se de uma empresa que oferecer serviços de entrega por meio de motoboys, utilizando um aplicativo.

A startup de entregas levantou US$ 150 milhões em uma rodada liderada pelos japoneses.

4. MadeiraMadeira

A MadeiraMadeira, famosa pela venda online de móveis, alcançou em janeiro de 2021 a marca de 1 bilhão! 

A empresa fundada em 2009 recebeu um aporte de 190 milhões de dólares liderado pelo Softbank e pela gestora de fundos de ações Dynamo.

Hoje, a startup é um dos grandes destaques na compra de móveis online, pela facilidade na aquisição dos produtos e também pelo preço competitivo com outras grandes marcas do setor. 

5. 99

Fundada em 2012, a 99 tinha a missão de mudar o modo de transporte das pessoas na cidade. A empresa oferece serviços de transporte a preços acessíveis e com acesso pelo smartphone, assim como a Uber.

Em 2018, foi comprada pela DiDi, uma empresa especializada em transporte por celular, e teve as funcionalidades do aplicativo ampliadas e otimizadas. Com isso, alcançaram o primeiro bilhão de dólares.

O pagamento total foi de US$ 600 milhões – a empresa asiática já tinha participações na 99 antes de efetuar a compra.

6. Hotmart

A Hotmart é uma startup brasileira que em 2021 recebeu um aporte de R$735 milhões de reais, se tornando também um unicórnio brasileiro. A rodada foi liderada pelo fundo americano TCV, que é o responsável pelos investimentos da Netflix e do Airbnb, por exemplo. 

A Hotmart inovou no mercado criando uma plataforma completa para quem quer vender, promover ou comprar cursos online, assinaturas, e-books e muito mais. De modo geral, é uma grande plataforma e compartilhamento de conhecimentos dos mais diversos tipos. Por fim, é a principal parceira aqui da eNotas. 

7. Gympass

Quem também se tornou unicórnio brasileiro foi a startup Gympass, logo após receber um aporte de 220 milhões de dólares do conglomerado da SoftBank.

Criado em 2012, o Gympass atende 2 mil empresas , com 47 mil academias em 8 mil cidades de 14 países como um benefício corporativo. No Brasil, a startup atende 1463 cidades em 21 mil academias.

A Gympass é uma startup de que permite que as empresas disponibilizem a prática de exercícios físicos como um benefício aos colaboradores. Assim, você tem passe livre para frequentar diversas academias, centros de danças, fazer pilates, natação, dentre muitas outras modalidades.

8. Ebanx

Ebanx é uma empresa que criou uma solução que permite que empresas estrangeiras como Spotify, Airbnb e Aliexpress vendam produtos e serviços para brasileiros e os cobrem em moeda local.

A startup foi fundada em Curitiba em 2012 e hoje conta com mais de 600 funcionários e está presente em diversos países da América Latina – e pretende se expandir para lá.

9. Loft

A Loft também entrou para a lista de unicórnios! A empresa foi fundada em agosto de 2018 pelos criadores das impressoras digitais e tem como princípio o uso da tecnologia para dar nova vida a negócios antigos: compra, reforma e venda de apartamentos.

A empresa tem como objetivo entrar em novos mercados no Brasil e na América Latina. A Loft se tornou unicórnio em janeiro de 2020!

10. C6Bank

O banco digital C6 Bank se tornou unicórnio, com valor de mercado atingindo R$ 11,3 bilhões de reais (US$ 2,1 bilhões). Mais de 40 investidores privados estavam presentes na arrecadação de fundos da holding C6, que resultou em um aumento de capital de R$ 1,3 bilhão (US$ 252 milhões). 

O Credit Suisse atuou como agente financeiro de todo o processo, consolidando a C6 nessa lista.

11. Creditas

A Creditas é uma empresa que permite o empréstimo com garantia de imóvel, veículo, consignado privado e financiamento de carro.

Em 2019, chegou perto de virar unicórnio com o aporte de US$ 231 milhões liderado pelo SoftBank – o aporte a avaliou em US$ 750 milhões. Porém, foi em 2020 com um novo aporte – dessa vez, de US$ 255 milhões, liderado por fundos de private equity – que fez a empresa ser avaliada em US$ 1,75 bilhões, entrando neste seleto clube.

12. Daki

Entrega ultrarápida de itens de mercado. Essa é a promessa da Daki, que está se popularizando no país e apresentando crescimento exponencial. 

A empresa é especializada em delivery de itens de mercado em até 15 minutos, e tornou-se unicórnio com somente 10 meses de vida. A empresa recebeu um aporte de US$ 260 milhões.

13. Neon

Uma das empresas com ingresso mais recente no seleto hall de startups unicórnio é a Neon, especializada em fintech.

Depois de um aporte de US$ 300 milhões, a startup agora é avaliada em mais de US$1 bilhão, se tornando o novo unicórnio brasileiro.  A rodada foi liderada pelo banco espanhol BBVA. 

14. VTEX

A VTEX é uma startup fundada em 1999, que oferece um sistema para que às marcas criem lojas online. Com o passar dos anos e o desenvolvimento tecnológico que impulsionou as marcas para a compra online, a empresa cresceu bastante.

Hoje, a empresa é responsável pelas operações de e-commerce de marcas como Samsung, Whirlpool, C&A, Saraiva e O Boticário.

Ao receber uma rodada de doações de R $ 1,25 bilhão liderada pela Tiger Global, Constellation e Lone Pine Capital, tornou-se um unicórnio. Seu valor é de 1,7 bilhão de dólares americanos.

15. Unico

A aposta da Unico é a biometria e os serviços de impressão digital! A startup foi fundada em 2007 e também se beneficiou da modernização das empresas.

A empresa brasileira que oferece soluções em identificações digitais, tem o empreendimento avaliado em mais de US$ 1 bilhão. A IDTech anunciou, que recebeu aporte de R$ 625 milhões, durante uma rodada de investimentos liderada pelos fundos da General Atlantic e do SoftBank.

16. NuvemShop

A NuvemShop é uma plataforma de e-commerce para pequenos e médios varejistas, fundada em 2011.

A empresa recebeu um aporte de US$ 500 milhões, equivalente a R$ 2,6 bilhões, em uma rodada liderada pelos fundos Insight Partners e Tiger Global Management.

Com esse investimento, a startup se tronou um unicórnio brasileiro!

17. Merama

A Merama é especializada em aceleração de marcas em plataformas digitais. A empresa tem  sede em São Paulo e na Cidade do México, e recebeu um investimento Series A de US$ 160 milhões, US$ 60 de equity e US$ 100 de linha de crédito.

A rodada também contou com a participação de fundos de ponta como a Monashees, Valor Capital, Balderton e MAYA Capital, além de fundadores e executivos ligados a empresas como MadeiraMadeira, Rappi, iFood e entre outros.

18. Frete.com

A Frete.com ficou conhecida por conectar transportadoras a caminhoneiros para o transporte de carga em todo o país. A empresa foi fundada em 2007, e entrou para a lista de unicórnios ao receber cheque de outros US$ 200 milhões da chinesa Tencent e do japonês Softbank. 

19. Olist

A Olist é uma startup de comércio eletrônico fundada em 2015, que conquistou o título de unicórnio em dezembro de 2021. A empresa levantou cerca de US$ 186 milhões (cerca de R$ 1 bilhão), depois de fechar outra rodada de R$ 454 milhões.

Fundada em Curitiba em 2015, a companhia nasceu como uma “digitalizadora” de lojas físicas em marketplaces conhecidos, como Amazon e Mercado Livre.

20. Facily

A startup de social commerce, inaugurada em 2018, é um aplicativo de compras de vários produtos, com preços mais baratos e acessíveis do que muitos mercados convencionais. 

Neste modelos, as compras são coletivas, ou seja: os usuários se juntam em grupos para que os preços fiquem ainda mais em conta. A proposta deu certo e chamou atenção dos usuários.

Assim, a empresa recebeu US$ 135 milhões em investimentos em Série D-1, como uma extensão da rodada da Série D, de US$ 250 milhões anunciada em novembro do ano passado. 

A rodada foi liderada pela Goodwater e Prosus,  junto com a Rise Capital, Emerging Variant, Tru Arrow, além de outros fundos.

Como alcançar o primeiro bilhão e se tornar unicórnio?

Para alcançar o primeiro bilhão de dólares, é importante que o empreendedor pense globalmente e gerencie a empresa do modo certo. Além disso, é necessária ambição, ter a vontade de dominar o mundo com a sua empresa e pró-atividade para ampliar o seu networking.

Chegar no título de startup unicórnio, obviamente, é um desafio, senão todas as empresas seriam, né? Não existe uma receita ou um passo a passo 100% certo para sua empresa se tornar bilionária. Entretanto, alguns pontos estão presentes em todos os unicórnios que deram certo no mercado e podem nortear as suas estratégias:

Ter um propósito claro

O propósito de uma empresa é a definição de onde ela quer chegar e o motivo da própria criação. Ter isso em mente e reforçar o propósito em todas as atividades e ações da empresa é essencial para fazer com que a ideia do negócio seja concretizada. 

Isso também norteia as decisões e definições de estratégias, evitando que o negócio acabe se perdendo no meio do caminho. Nesse sentido, ter um plano de negócio definido é primordial para guiar qualquer empresa rumo ao sucesso. 

Marketing é essencial

Não precisamos nem falar que uma estratégia de marketing hoje em dia é um requisito crucial para negócio de qualquer segmento, né? Para que a empresa cresça e atraia investimentos, ela deve ser conhecida e alcançar as pessoas certas. 

Um planejamento de inbound marketing é capaz de fazer isso e mostrar ao mundo sua empresa, seus valores, a importância do seu produto ou solução e como ela pode ajudar a sua persona. 

Por isso, as redes sociais são suas melhores amigas. Ter um profissional ou um setor de marketing é uma excelente forma de manter a marca do seu negócio no mundo sempre atualizada e condizente com o seu propósito. 

Parcerias são bem vindas!

Quando falamos de networking, também falamos de parcerias com outras empresas e startups. Pode ser por meio de trocas de conteúdo, desenvolvimento de projetos ou troca de conhecimentos... ter parceiros que sejam interessantes para seu segmento abre muitas portas. 

Por isso, aposte em eventos, conferências e reuniões para conhecer melhor outros negócios. É nestes momentos que ideias de parcerias estratégicas podem surgir. 

Determine a importância do seu empreendimento para o público

Você começou seu negócio para oferecer ao cliente uma solução para uma dor e tornar a vida dele mais simples. Você deve ressaltara importância do seu empreendimento para o público, mostrando como a sua empresa é capaz de cumprir o que promete.

Pense nas pessoas

Focar os esforços e os benefícios da empresa para as pessoas é o que possibilita o crescimento e satisfação de todos. Direcione as vantagens para a persona e também para os funcionários. Deixe claro que todos são essenciais para a melhoria dos processos, o aumento das vendas e a redução de despesas.

Pense grande

Pensar grande significa atuar no presente para alcançar seus objetivos no futuro, mantendo as metas em mente.

Por isso, planeje-se e mire em conquistas à longo prazo. Não deixe de pensar sempre em novas formas de ajudar sua empresa a crescer. 

Tenha um especialista

Muitas vezes, empreendedores tentam abraçar o mundo e dar conta de tudo, em prol de seu negócio. Porém, quando o crescimento é grande, chega um ponto em que desempenhar tantas funções pode ser mais prejudicial do que benéfico.

Nesse momento, o ideal é apostar em um especialista, para te dar o apoio e a tranquilidade necessárias enquanto você foca em alavancar o negócio.

Preze pela cultura organizacional

A cultura da empresa define como ela é representada e vista pela sociedade. Alguns princípios te ajudarão a definir a cultura da empresa, como:

  • Pense no que faz bem para o cliente;
  • Pense positivo. O que é impossível para os outros pode ser uma oportunidade para você;
  • Permita erros (afinal todos erram), mas aprenda com cada falha;
  • Tenha foco no que realmente deseja e saia da mesmice. Ouse, acredite e se esforce para esse resultado.


Conclusão

Com este conteúdo você aprendeu que, apesar do perfil de incertezas e de instabilidades das startups que estão iniciando, algumas gestões conseguem chegar no primeiro bilhão de dólares.

Com as dicas aprendidas aqui, você sabe por onde começar. O resto do caminho é com você e a sua equipe.

Se você quer saber mais sobre negócios e empreendedorismo, continue com a gente e saiba como montar um plano de negócios completo para decolar sua empresa!

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.