Geomarketing: O que é e como utilizar em seu negócio?

Geomarketing é um método de trazer otimização para suas campanhas, de modo que o conteúdo entregue seja mais relevante e preciso para o seu público. Mas quais os benefícios que ele fornece e como aplicá-lo no seu negócio? Descubra aqui!

O que você leva em consideração quando cria uma estratégia de marketing? Textos encantadores, anúncios estratégicos, posts em redes sociais, talvez?

Você que está na área de marketing digital tem tudo isso na ponta da língua. Mas, e no que se refere à localização em que essa campanha é aplicada, já pensou sobre isso?

É exatamente a respeito disso que você lerá neste texto. O geomarketing é um fator determinante para uma estratégia vencedora. Ainda que ele seja assim tão importante, muita gente o confunde e ainda não sabe explorá-lo de fato. 

Por isso, descubra o que é  e como usar o marketing geográfico em seu negócio!

O que é Geomarketing?

Se o nome te causou espanto, tudo bem. É algo relativamente simples e que te ajudará muito em seus negócios. 

Como o próprio nome entrega, o marketing geográfico leva em consideração um quesito muito importante para qualquer tipo e campanha: a localização! 

Ele te permite ter uma inteligência regional que fornece as melhores maneiras de agir conforme o local em que sua brand persona está posicionada. E ajuda a atingir seu público com mais eficiência. 

Pensando nessa lógica, você pode segmentar campanhas e ter anúncios mais próximos de seu público-alvo.

Quais são os benefícios do geomarketing?

Aplicar um geomarketing  eficiente proporciona resultados melhores e algumas vantagens competitivas. Isso, porque ele permite investir em uma campanha adequadamente e segmentada.

Veja alguns desses benefícios:

Onde e como agir

Cada público age de maneira diferente. E isso está muito associado à localidade onde ele se encontra. 

Se você conhece o lugar e qual é o comportamento do público daquela região, o modo de operação será personalizado e mais preciso

Outro fator importante neste aspecto é conhecer certas tendências geográficas, aquelas características do local. Muito mais fácil atuar assim, não?

Você conhece melhor seu potencial cliente

Conhecendo as tendências e como o comportamento varia de acordo com o lugar, é claro que você se aprofundará melhor no perfil do seu  público-alvo. 

Se você o conhece bem, as chances de construir suas campanhas melhores aumentam, atraindo leads qualificados e direcionando corretamente algumas ações de marketing.

Aumenta engajamento

O engajamento é uma consequência certeira de uma campanha bem segmentada e, por isso, um dos benefícios de maior valor para o geomarketing. 

Se, até aqui, você viu que as vantagens permitem desenvolver e personalizar uma campanha, é claro que isso também possibilitará que o público se comunique  e se identifique com ela. 

Mais potencial em conversões

Personalização + engajamento = conversão! 

Essa fórmula fica muito clara quando você aplica ações com marketing geográfico que permitem analisar dados tão próximos com seu potencial consumidor.

Autoridade

Entender sobre as características regionais de um público, agir com inteligência e com eficácia são atributos de um empreendimento que tem autoridade no que faz.

A imagem da sua empresa melhora e também é um meio para ampliar seu campo de visão para o mercado de negócios. 

Ajuda a identificar potenciais mercados

Em outras palavras isso significa: “saber onde está pisando”. E literalmente, é quase isso mesmo!

Com a movimentação das suas ações, específicas para determinada região, você saberá elencar qual o potencial daquele lugar. 

Para isso, claro, vale pesquisar e entender como seu concorrente age por lá. Utilizando-se de uma boa estratégia de benchmarking, você será capaz de analisar cuidadosamente como seu público se comportou com essa ação tão bem segmentada. 

Como aplicar o marketing geográfico?

Necessário?... sim. Benefícios?... têm. Mas como fazer para aplicar esse tal de geomarketing? 

geomarketing

Tem mistério nenhum, Batman! Leia agora e veja como é simples!

Saiba que, dentro de Geomarketing, existem vários conceitos atrelados e cada um deles disponibiliza uma maneira de executar essa função estratégica. A seguir, montamos uma lista com as principais ferramentas:

O Geotargeting

“Lá vem mais um termo em inglês pra eu aprender...”. 

Pois é... mas olha, esse termo é bem fácil de assimilar, porque o geotargeting é exatamente a segmentação de seu público-alvo de acordo com a sua localização. 

As mídias sociais, em sua maioria — para não falar todas mesmo —, já pedem que você construa um ads de acordo com uma região onde você quer atuar. 

Então, ao realizar uma campanha segmentada por meio do geomarketing, o geotargeting será exatamente essa escolha e divisão do público. 

Geofacing

Esse método é um tanto mais avançado, mas muito estratégico. 

São notificações, ou mesmo mensagens, que são personalizada em tempo real, de acordo com a precisa localização do seu público. 

Para entender melhor, vamos usar um exemplo comum: você está passando por um bairro voltando do trabalho.  E então, o Google te envia uma notificação de clima na cidade ou do trânsito na via.

Logo, o buscador sabe onde você está. Sabe o que te oferecer de informação naquele país, naquele bairro, naquela rua.  Ele reúne isso em notificações em tempo real para facilitar sua vida. 

O Geofacing é isso. É uma aplicação bem prática do geomarketing. 

Check-in

Quem nunca foi a um evento, postou uma foto e fez check-in? Essa ação também é uma aplicação de geomarketing. 

Check-in-geomarketing

Neste caso, vamos supor que em sua loja, você ofereça wi-fi gratuito. Quando o usuário loga pelo Facebook, o aplicativo irá identificá-lo, pedindo que ele compartilhe a sua localização. 

E, a partir do momento, você pode oferecer um produto exclusivo ou uma oferta, por exemplo.

Isso reforça a importância de você manter páginas nas redes sociais. 

Geotagging

Geotagging refere-se a uma divulgação espontânea de sua localização nos check-ins de seu cliente em redes sociais. 

Diferente do item anterior, aqui, há informações sobre localizações e não simplesmente que “está em”, como é o caso do check-in.

E mais uma vez, essa ação de divulgação parte da pessoa, e você deve incentivá-lo a isso. Isso pode ser feito por meio de ofertas com cupons de descontos, por exemplo. 

Em eventos do Facebook, o geotagging é feito automaticamente. 

geotagging-geomarketing

Solicitação de localização em sites

É muito comum abrir páginas de empresas e encontrar uma janela desta como a do G1, não é?

geomarketing-permissao

Mais um recurso do geomarketing. Essa permissão é um “ok” para se receber anúncios personalizados de acordo com o lugar em que se está. 

Por isso, se sua landing page ainda não possui esse recurso, você está perdendo uma ótima oportunidade de aplicar o marketing geográfico. 

Geofiltros

A aplicação é muito usada no Snapchat e acabou se popularizando também  em outras redes, como é o caso do Instagram Stories

Por meio do GPS, o usuário é localizado e tem à sua disponibilidade filtros personalizados com sua marca. 

Esse é um mecanismo muito usado em eventos e  você pode utilizá-lo até mesmo quando recebe a visita de alguém, por exemplo.

Não usa ainda? Você está perdendo muita oportunidade!

O geomarketing é uma realidade para qualquer estratégia que for criar. Você tem vários benefícios e pode usar muitos dispositivos que permitem se aproximar ainda mais de seu público-alvo. 

Mas conhecer somente essa estratégia, não será o suficiente para te impulsionar no mercado, não é mesmo?

Então a dica é seguir o eNotas nas redes sociais. Por lá, você receberá dicas valiosas sobre tudo o que você precisa saber do mundo digital e do empreendedorismo, seja no Facebook, Instagram, YouTube ou LinkedIn. Acompanhe! 

About the Author

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!

>