Net Revenue Retention: o que é e como calcular

Atualizado há menos de 1 semana

Na hora de mensurar o crescimento de sua empresa, é preciso se atentar aos mínimos detalhes. Não que seja algo “mínimo” ou um mero “detalhe”, mas a Net Revenue Retention e, por isso mesmo, merece sua atenção.

A NRR é um indicador ligado à retenção de clientes e o valor que eles dão à sua base em um período.

Se ficou meio vago, fique por aqui que você terá uma explicação mais detalhada.

O que é Net Revenue Retention (NRR)?

Net Revenue Retention significa retenção de receita líquida. Ele indica o quanto de receita é gerada pelos clientes ativos e as chances de expansão do faturamento.

Ela dá uma visão ampla de quanto se lucra com as despesas investidas nos clientes, o que inclui as expansões.

É uma das principais métricas que o empreendedor deve se apegar para crescer, mesmo se em determinado período ela não conseguir nenhum novo cliente.

A NRR ainda possui uma importância grande para empresas que buscam investimento, já que ela mensura a capacidade de retenção do negócio, o que representa um aumento de receita líquida.

Como calcular a NRR

A duas maneiras de calcular a Net Revenue Retention.

Na primeira, você precisa ter em mente, antes de calcular a NRR, outras métricas:

  • Receita Mensal Recorrente (MRR) no início do período analisado;
  • O MRR atual.

Com esses dois dados, você pode dividir a MRR Atual pela Inicial. Lembrando que se trata de uma porcentagem, então é necessário dividir o resultado por 100.

Pegando um exemplo, imagine mensurando a NRR do primeiro trimestre do ano. Em janeiro, sua empresa tinha R$ 20.000 de MRR. Em março, R$ 35.000.

Ou seja, seu NRR será de 175% nesse mês.

Já o segundo modo, considera:

  • MRR no início de período;
  • O lucro de vendas, também do trimestre (você pode considerar expansões e upsells);
  • O churn — os cancelamentos. Você pode considerar também as mudanças de planos abaixo da inicial.

Some a MRR de início com os demais lucros e subtraia o churn. Divida pela mesma MRR e multiplique por 100.

Considerando o mesmo exemplo e colocando R$ 5.000 de churn, e R$ 10.000 de expansões e upsells.

A conta seria:

20.000 + 10.000 – 5.000 = R$ 25.000 / 20.000 = 125%

Como você pôde perceber, o NRR precisa estar sempre acima de 100% para ser uma métrica sadia.

Ter um aumento abaixo disso, significa que alguns esforços até podem dar resultado, mas outras nem tanto. Mesmo.

O marketing e vendas podem estar fazendo seu trabalho direitinho. Mas a retenção sofre com churn ou mesmo downgrade (ou seja, um cliente fez um plano menor que o inicial).

6 outras métricas para ficar de olho no seu negócio

Como você percebeu, o NRR se associa a outras métricas que você precisa estar atento.

Churn e MRR são só duas delas. Além de outras que você pode associar em outras estratégias. Confira.

Churn

Para começar, o churn rate. Essa é uma métrica que você precisa ter baixa, pois se trata de cancelamentos.

Se você tem 100 clientes no começo do período e perde 5 nesse período, seu churn é de 5%. 

Por menor que ela seja, impacta diretamente no seu NRR. Por isso mesmo, precisa ser muito bem acompanhada.

MRR

A MRR é outra dessas métricas que estão bem relacionadas ao Net Revenue Retention. Trata-se da Receita Recorrente Mensal (Monthly Recurring Revenue).

Muito usada em SaaS, principalmente, para medir a quantidade de lucro recorrente com assinaturas de seus clientes.

Gross Retention Rate

Essa métrica, também conhecida como Taxa de Receita Bruta, mede a receita recorrente retida de clientes em um determinado tempo, sem considerar os ganhos de expansão, mas inclui o churn ou downgrade.

Ou seja, é uma métrica que mede a receita bruta com seus clientes e necessariamente deve ser menor que o NRR.

CAC

Uma métrica bem popular no meio empreendedor, o Custo de Aquisição de Cliente mede os gastos que uma empresa tem para “adquirir” um cliente.

Ou seja, todo o processo de retenção, da estratégia de marketing a promoção, é somado e dividido pelo número de clientes adquiridos. Tudo, óbvio, dentro de um mesmo período.

ROI

Outra bem comum para o empreendedor, o retorno sobre investimento é exatamente isso que o nome diz.

Cada investimento é aplicado para se ter um retorno. Por isso, essa taxa é medida considerando a diferença do valor arrecadado e do investimento, dividido pelo próprio valor investido em um período.

ROE

Qual o capital que o patrimônio da empresa gera para si?

O ROE, portanto, é medido o retorno do capital social aplicado no negócio. Ele é calculado considerando o lucro pelo patrimônio, todos líquidos de um mesmo período.

Todas essas métricas se relacionam de alguma forma com o Net Revenue Retention. Que é um KPI de suma importância para toda empresa SaaS, como algumas de TI.

Aliás, esse segmento é repleto de atualizações e ficar de olho em algumas tendências pode ser fundamental para o crescimento do seu negócio.

Por isso, baixe agora a checklist OBRIGATÓRIA para softwares houses que querem conquistar a galáxia. 

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.