O que é e como utilizar a Matriz BCG em um negócio digital?

Todo mundo que investe no comércio digital deve estar sempre se atualizando e descobrindo métodos novos com cursos online para alavancar os negócios.

Uma técnica um pouco mais antiga ganha fôlego entre empreendedores e tem tornado a tomada de decisões mais fáceis. Trata-se da Matriz BCG.

Talvez você nunca tenha ouvido falar, mas esse mecanismo serve muito bem para melhorar resultados e manter um capital de giro mais certeiro.

Por isso, leia este post até o fim e entenda mais sobre o assunto. Vamos lá?

A matriz BCG

O conceito foi desenvolvido ainda na década de 70, pela consultoria Boston Consulting Group – por isso a matriz leva as suas iniciais. É uma metodologia de análise gráfica de todo o portfólio que sua empresa possui. Mas como é isso?

Ela se baseia no ciclo de vida do produto, considerando a sua participação no mercado e no potencial de crescimento que ele tem nesse ambiente.

Isso é feito graficamente, traçando um plano cartesiano, dividindo-o em quatro áreas separadas pelos eixos X e Y.

Todo o processo fará você enxergar onde estão aquelas mercadorias que precisam de investimento e as que podem ser descartadas, pois não te trazem mais resultados.

Antes de mais nada, é preciso entender que essa ferramenta é muito útil para negócios consolidados no mercado.

Se você estiver iniciando uma carreira no mundo do empreendedorismo, a matriz BCG pode não ser de grande ajuda. Mas claro, lá para frente, será bem útil para você, por isso, vale a pena conhecê-la desde já.

No plano cartesiano, você traça quatro áreas que precisam ser demarcadas. A sua matriz BCG terá o eixo Y, vertical, que mensura a taxa de crescimento do mercado. O horizontal, X, a taxa de participação do mercado.

O funcionamento da matriz BCG

A matriz BCG é formada por quatro quadrantes e cada um deles significa alguma coisa que você deve extrair para os seus negócios. Veja como:

  • O quadrante das Estrelas: É o quadrante mais alto e mais à esquerda de sua matriz BCG. São os seus produtos que têm boa contribuição no mercado, mas que lhe exigem um alto investimento para mantê-los.
  • O quadrante das Vacas Leiteiras: Nessa área, estão os produtos que geram uma receita alta e os seus investimentos são orgânicos. Ou seja, você aplica uma quantidade menor de receita. Por isso, ficam no baixo da tabela, à esquerda. São os produtos favoritos dos empresários e que já estão bem estabelecidos no mercado.
  • O quadrante de Ponto de Interrogação: Como você deve ter percebido, aqui ficam os produtos que ainda geram certas dúvidas. São aqueles que não geram lucros, mesmo que haja um certo investimento. São mercadorias recém-lançadas e com pouco conhecimento do público. Ficam no alto da matriz, à direita.
  • O quadrante dos Abacaxis ou Cachorrinhos: Podem ser aqueles produtos que um dia foram sua estrela, mas hoje já não possuem força no mercado e, para recuperá-los, será necessário investimento mais alto. Ficam no canto direito de sua tabela, abaixo dela.

Sua matriz parecerá com algo assim:

matriz_ bcg

Entendendo isso, você pode já chegar a outras conclusões, como qual decisão tomar com determinado produto, certo?

Porque é isso que deve-se ter em mente depois de distribuído seu mix de produtos pela matriz. Entenda quais são essas decisões por classificação.

Os planos de ações

Com o seu mix de produtos distribuído e você enxergando como cada um atua em seu negócio, é a hora de agir. Cada uma da classificação requer tomadas de decisões diferentes. É assim:

As estrelas:

São produtos que têm fortes concorrentes no mercado, por isso, são caros, já que requerem investimentos para serem vistos pelo público. Mas ainda assim, te dão receita.

É importante que você os mantenha e continue investindo, para quando o mercado for menos competitivo, você se manter forte com esses produtos e aí sim eles se tornarem vacas leiteiras.

As vacas leiteiras

São as mercadorias sonhadas por todo empresário, já que possuem mercado consolidado e orgânico – ou seja, são bem lembradas pelo público, sem grandes aplicações de receitas.  

Elas devem ser mantidas, tirando todo o lucro possível.

Como a competição em diversos nichos é acirrada e surgem novas soluções a todo momento, é melhor estar preparado para que uma de suas vacas leiteiras se torne um abacaxi no futuro.

As interrogações

Esses produtos ainda são apostas. Como são geralmente lançamentos, faça as suas apostas para transformá-los em estrelas. É claro que você fará essas apostas com muita pesquisa de mercado e conhecendo bem a sua concorrência.

Abacaxis ou cachorrinhos

Ninguém quer ter um abacaxi na mão, não é?

Um dia esses produtos já foram as suas vacas leiteiras, mas agora não valem mais o investimento, e é preciso abandoná-los! Mesmo que eles sejam os seus queridos, como pequenos cachorros.

Mantê-los é um risco que hoje não vale mais a pena ter dada a competitividade do mercado.

As vantagens da matriz BCG

Você aprendeu até aqui que esse recurso é ótimo para tomadas de decisões mais acertadas, já que ele te permite ter uma visualização completa de como cada produto seu está posicionado no mercado e o quanto ele exige de seu investimento para isso.

Além disso, ao analisar a matriz BCG, você entende como estão distribuídos as suas mercadorias em cada área do mapa e, consequentemente, onde é necessário focar os seus esforços.  

Mas nem tudo é esse mar de perfeição e o método tem suas desvantagens. Você vai conhecê-los agora.

As desvantagens da metodologia

Ela não é recomendada para iniciantes. Ou seja, se você está lançando uma marca agora ou ainda montando uma loja virtual, com uma boa cartela de produtos, você não consegue utilizá-la, porque simplesmente não está no mercado ainda.

Outra desvantagem é que ela não prevê o mercado. E isso é mesmo muito difícil. O que isso significa? Que um produto abacaxi pode se tornar uma estrela novamente, por exemplo.

O ciclo não é linear ou segue um processo preestabelecido, graças à dinamicidade no mundo dos negócios. E nisso, a sua matriz não consegue prever

Portanto, a matriz é melhor utilizada por quem já tem um certo tempo e experiência no ramo dos negócios.

Como a utilizar no mundo digital

A utilização da matriz BCG é bem ampla e pode ser aplicada por muitas áreas, ainda que precise de uma boa análise, o que pode ser encontrada apenas em pessoas com mais experiência.

No mercado online, a sua utilização e a sua análise constante, pode ajudar muito a não levar uma “rasteira” desse universo tão dinâmico e cheio de alternativas.

Uma característica do universo da web é que ter produtos pontos de interrogações são mais desejáveis do que as vacas leiteiras. São esses produtos que permitem ao empreendedor ser dinâmico, com testes e se arriscar mais.

As vacas leiteiras são sim importantes, mas elas podem ir para um abacaxi bem mais rápido do que no mercado fora da web, por isso, não se prenda a elas e esteja preparado para descartá-las quando convir.

Conclusão: invista tempo com sua matriz, mas cuidado!

Você pode conhecer melhor da matriz BCG neste texto. E ele quer te ajudar a utilizar o método, mas com todos os cuidados que se deve ter para se decidir

É um processo que exige uma boa análise de mercado, experiência e poder de adaptação.  

Se você acredita que ainda não possui esses requisitos, existem possibilidades, como a análise SWOT.

Acredita que está capaz de usar a matriz BCG? Vá em frente! E conte aqui nos comentários o que achou das dicas. Se você já usou ela, fale aqui se funcionou!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>

Os maiores nomes do Marketing Digital vão compartilhar as técnicas responsáveis por gerar resultados surpreendentes em suas empresas.

Insert Image