O que é WebISS e como ele ajuda no controle das notas fiscais

Atualizado há mais de 1 semana

Você já deve saber o que significa Nota Fiscal de Produto Eletrônica, Certificado Digital, Nota Fiscal de Serviço Eletrônica – NFS-e, entre outros termos. Não é segredo que o processo de emissão de notas fiscais envolve uma série de etapas e termos. 

Além disso, com a modernização e desenvolvimento tecnológico, esses processos tendem a ficar cada vez mais automatizados. No segmento tributário e fiscal, a tecnologia tem sido usada para facilitar o cotidiano dos órgãos fiscalizadores e dos contribuintes.  

E é neste contexto que podemos citar o WebISS como uma ferramenta de papel fundamental como uma solução inovadora de gestão, possibilitando o melhor controle de documentos físicos e eletrônicos. Mas o que é WebISS e como ele ajuda no controle das notas fiscais? A gente te explica neste post!

webiss

O que é WebISS?

O sistema WebISS é uma solução que dá suporte direto à toda metodologia de gestão pública e tributária do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza), um imposto legitimamente municipal. Essa ferramenta é oferecida pelos municípios para registro de operações relativas ao imposto.  

Mas atenção! O WebISS se refere somente às transações relacionadas a Nota Fiscal Eletrônica de Serviço – NFS-e de todas as cidades que já adotam este recurso fiscal. 

Por meio do WebISS, é possível monitorar todos os contribuintes que são optantes do Simples Nacional, além da visualização dos dados das NFS-e emitidas por eles. O objetivo deste sistema é a fundamentação da gestão, controle e combate à evasão fiscal oriunda do ISSQN. 

A solução funciona como uma forma de apoio aos municípios para diversas atividades, como:

  • atividades recorrentes do cadastro mobiliário;
  • autorização de documentos fiscais;
  • controle financeiro/econômico dos contribuintes;
  • declarações eletrônicas;
  • gestão da dívida e controles de divergências;
  • automação para área de protesto;
  • notificação de autos de infração de ISSQN.

Cada município tem suas próprias características e exigências a respeito da cobrança do ISSQN do contribuinte. De forma geral, Certificados Digitais e um cadastro prévio no sistema serão exigidos.

O que é o ISSQN

O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), ou, como é chamado atualmente, Imposto Sobre Serviços (ISS), é um tributo que incide na prestação de serviços feita por empresas e profissionais autônomos. Ele é recolhido pelos municípios e pelo Distrito Federal.

Praticamente todas as operações que envolvem prestação de serviços geram a cobrança deste imposto, tornando-o extremamente importante.

Mas quem deve pagar o ISSQN? A maioria das empresas que prestam serviços devem recolher esse tributo.  No entanto, quando um serviço é prestado no exterior e incide apenas fora do país, é feita uma exceção. 

atenção

Se você exerce uma atividade de serviço, não necessariamente terá que pagar o ISSQN. O imposto é de competência de cada prefeitura e do DF, e, portanto, podem oferecer isenção do ISS para qualquer atividade. 

Por isso, é muito importante consultar a legislação do município em que você irá atuar.

A Lei Complementar 116/2003 regulamenta o ISS e apresenta uma lista de atividades em que o imposto incide, como serviços de programação, comunicação, terapias, veterinária, beleza, estética. 

Como o WebISS funciona?

Para receber os dados dos contribuintes, o WebISS usa a Declaração eletrônica de Serviços - DeS®, um módulo padrão para troca de informações entre os contribuintes e o fisco. Assim, é possível acessar os sistemas atuais da administração fazendária, por meio de paginadores Web e sem ter que instalar aplicativos em equipamentos da Prefeitura.

Toda a interface de comunicação do WebISS é suportada por paginadores Web (browsers) e protocolo HTTP. A utilização de serviços Web permite a portabilidade entre usuários sem  interferência nas regras de segurança nos firewalls nos limites de domínios das redes. Assim, não é preciso utilizar softwares, simplificando o uso, a distribuição e atualizações dos programas e do funcionamento em redes.

Dessa forma, toda e qualquer atividade relacionada ao ISSQN fica registrada no sistema WebISS por meio da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Isso permite que os municípios mantenham o registro sobre as transações relacionadas ao imposto, e tenham controle sobre as notas fiscais geradas. 

Apesar de ser uma ferramenta muito útil, nem todos os municípios brasileiros utilizam o WebISS. As cidades que não utilizam este sistema ou ainda não emitem Nota Fiscal de Serviços Eletrônica ou utilizam outros recursos sistêmicos próprios. Portanto, é preciso procurar saber qual é o sistema utilizado no município em que se pretende atuar. 

Mais controle das notas fiscais

O WebISS surgiu para facilitar os processos relacionados ao ISS e ajudar no controle das notas fiscais. Hoje, diversos municípios já aderiram ao sistema. Agora que você já entendeu o que é o WebISS e como ele funciona, já entende um pouquinho mais do processo fiscal e tributário! Se você quiser saber mais sobre a emissão de notas fiscais, continue com a gente por aqui

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.