Cloud ERP: Descubra por que migrar para a nuvem

Atualizado há mais de 3 semanas

Acompanhe o nosso guia e descubra os benefícios de se migrar para um ERP Cloud, assim como o conceito de de um ERP híbrido. Confira!

É natural que todo negócio procure meios para maximizar a sua gestão e, diante desse cenário, possivelmente irão cogitar o uso de um software para automação de processos, de modo a otimizar o tempo e simplificar tarefas.

Entretanto, há uma variedade extensa de opções no mercado e isso pode causar confusão aos gestores, uma vez que podem surgir dúvidas a respeito de qual seria a melhor opção para o seu segmento de mercado.

Então, mesmo sabendo da existência de um ERP, muitas empresas acabam encalhadas na seguinte pergunta: Mas qual tipo devo utilizar, um ERP Cloud ou um instalado localmente?

Diante desse quadro, resolvemos preparar este post para te auxiliar na escolha e esclarecer um pouco mais sobre as opções que existem, entre elas um ERP Cloud e um ERP híbrido! Acompanhe. 

O que é um ERP Cloud?

O ERP Cloud um sistema de gestão que roda na nuvem, tendo sido lançado com o objetivo de complementar o software ERP já existente.

Ele viabilizou que as empresas tivessem uma possibilidade de escolha em relação a um modelo que fosse mais coerente com as suas necessidades. 

O ERP online, portanto, tornou-se uma opção flexível e eficiente tanto para pequenas quanto para grande empresas, que buscam crescimento e expansão de negócio.

Como funciona o ERP Cloud?

Primeiramente, o que se deve saber, é que esse tipo de software fica hospedado em uma plataforma (na nuvem), sendo acessado por meio da internet —  daí o uso do termo “Cloud Computing”.

A partir disso, pode-se tirar algumas conclusões a respeito da funcionalidade de sistema de gestão, entre elas:

  • O ERP Cloud é ideal para empresas que não desejam gerenciar hardware, software e atualizações.
  • Ao eliminar o sistema local, economiza-se tempo e custos em instalação e manutenção.
  • Empresas que fazem essa escolha estão optando por um controle remoto, mas estão dependentes do uso da internet para terem o acesso ao ERP.

Vale dizer que a web proporciona o acesso a partir de qualquer dispositivo e em qualquer plataforma, sem que haja a necessidade de um software para o acesso remoto.

Por fim, é preciso destacar que as soluções em Cloud são gerenciadas a partir de um repositório de dados central de modo a assegurar que os usuários possam acessar as informações em tempo real e dashboards de qualquer lugar.

Diante desse quadro, observa-se que empresas maiores ou que estão espalhadas por diversos lugares tem obtido um resultado melhor com o  uso dessa tecnologia.

Por que migrar um ERP para a nuvem?

O uso de um ERP na nuvem passa a ser uma alternativa viável para aquelas empresas que buscam reduzir custos e mudar para uma tecnologia mobile.

Por ser um serviço online, a praticidade de acesso remoto permite maior conforto, dependendo apenas do uso um aparelho que tenha internet.

Por consequência, o investimento para contratação é consideravelmente mais barato, por não exigir a compra de uma licença para uso.

Além disso, não há que se falar em custos de manutenção, segurança e energia para manter servidores próprios, tudo isso pode ser esquecido.

A regra é a cobrança de apenas uma tarifa mensal para o uso, podendo ser voltadas para os módulos, funcionalidades, usuários, etc. Esse tipo de sistema representa na prática os chamados SaaS (Software as a service).

Diante desse panorama, montamos uma lista com os 5 principais benefícios que um ERP Cloud pode gerar para o seu negócio. Confira!

1 - Maior segurança de dados

Não há dúvidas de que a segurança de informações e dados de uma organização deve ser mantida como prioridade. A quantidade de sistemas maliciosos e até mesmo hackers que podem roubar dados e danificar softwares empresariais são incontáveis.

Portanto, não é exagero abusar de todos os meios cabíveis para tentar elevar o nível de segurança da sua empresa. 

E, por meio de um ERP Cloud, todas as informações ficam armazenados em nuvem, o que é um ponto positivo quando o tema é segurança.

Além disso, a automação de processos, unificando todo o trabalho em um único lugar, evita também o extravio de informações e fraudes, dando mais segurança à empresa.

Algumas pessoas caem no erro por pensar que manter um ERP na nuvem pode acabar deixando as informações mais vulneráveis ou inseguras. Entretanto, na verdade é muito pelo contrário!

Ter os dados salvos em servidores internos é bem mais perigoso do que enviá-los para um servidor externo (na nuvem), já que esse sistema, normalmente, conta com uma criptografia avançada.

No mais, é preciso salientar que, um  ERP Cloud oferece pontos de segurança e recuperação de dados que são possíveis somente com essa ferramenta, como por exemplo:

  • backups automáticos das informações;
  • redundância dos dados, para rápida recuperação.

2 - Redução de custos 

Já comentamos anteriormente sobre a eficiência de uma plataforma na nuvem quando relacionada à economia, não é mesmo?

Isso acontece, pois, quando as informações da sua empresa ficam armazenadas localmente, como em servidores no ambiente de trabalho, por exemplo, passa a ser necessário que você conte com profissionais responsáveis pela manutenção.

São eles quem farão as cópias de segurança com periodicidade e que irão efetuar os demais procedimentos que garantam a segurança dessas informações.

Assim, fica evidente a redução de custos com o uso de um ERP Cloud. A sua organização passa a não depender de um servidor próprio e possibilita que cada máquina funcione independentemente.

Logo, os riscos de um problema qualquer impedir o funcionamento do seu negócio são mínimos, o que viabiliza também a terceirização dos serviços de TI.

Outro ponto positivo é que você não precisará manter um data center interno, só isso já gera uma grande economia, pois esses aparelhos consomem equipamentos de grande potência ligados 24 horas por dia!

3 - Acesso remoto e flexibilidade de instalação

Ao contar com uma plataforma totalmente online, torna-se possível acessar os seus dados de qualquer lugar e a qualquer momento, uma vez que as informações ficam sempre na nuvem.

A partir daí, é possível obter as informações precisas, como relatórios e levantamentos, além de tomar as melhores decisões e fechar negócios de sucesso em qualquer lugar e a qualquer momento do dia.

Vale lembrar que você não precisa gastar tempo e dinheiro com instalações e manutenções, com um ERP Cloud, o funcionamento ocorre de modo modular, ou seja, você pode usar apenas as ferramentas que são necessárias para a empresa

4 - Acompanhamento 24/7

Já pensou em poder acompanhar todas as operações da sua empresa mesmo quando estiver viajando a negócios?

Ter esse controle a qualquer momento é fundamental para efetivar uma gestão administrativa sólida.

Com o acesso remoto, tudo isso passa a ser realidade! Basta acessar o sistema por meio de qualquer dispositivo móvel (que possua internet) e com poucos cliques você terá um acesso completo.

5 - Integração de setores e praticidade

Uma vez que os setores são interligados e os dados informatizados, os funcionários efetuam as tarefas diárias por meio da interface do sistema, geralmente intuitiva.

A partir daí você terá um processo muito menos burocrático para realizar tarefas como emissão dos tipos de notas fiscais, fiscalizar o fluxo de caixa, dados de estoque e muito mais.

Efetuar uma gestão financeira será uma atividade muito mais certeira e eficiente com o uso de todas essas praticidades.

Então, qual o ERP ideal?

É evidente que o uso de soluções em nuvem tem se tornado uma tendência e está cada vez mais invadindo o mercado. 

O armazenamento em Cloud é prático, garante a segurança e de tudo, possibilita que você acesse sempre que quiser de qualquer lugar do mundo quando necessário.

Dentro desse embate, tanto o ERP Cloud, quanto o ERP local apresentam suas devidas vantagens, mas quando o assunto é redução de custos, não há outra opção mais em conta. O ERP Cloud sai na frente.

Entretanto, o mercado brasileiro, em especial o que envolve as médias empresas, ainda está cauteloso quanto aos modelos de ERP na nuvem, acessados via internet.

Os principais receios estão relacionados à precariedade do acesso à internet em algumas regiões do país.

Diante disso, a situação pode ser um pouco mais delicada, e é por isso que solução para esse problema seja o uso de um ERP híbrido!

Não sabe o que é? Descubra logo a seguir!

O que é um ERP Híbrido?

O ERP Híbrido, como o próprio nome sugere, é uma solução que mescla as funcionalidades de um ERP local e um ERP na nuvem. 

Em outras palavras, é aquele que permite a instalação do servidor dentro da empresa e o armazenamento e acesso de informações pela internet. 

Quando uma software house decide desenvolver um modelo híbrido, a ideia é buscar transmitir as vantagens de ambas as categorias: a segurança de ter um ERP instalado no local e a facilidade de acesso de um servidor cloud.  

Como o software híbrido envolve a mistura dos dois tipos de ERP, é importante que o desenvolvedor conheça quais são as vantagens e desvantagens de cada modelo. 

Assim, ele será capaz de explorar melhor a ferramenta e esclarecer ao cliente todas as dúvidas relacionadas ao ERP híbrido.

Vale dizer que, esse tipo de ERP, diferente dos tradicionais, possibilita também a chance do cliente economizar dinheiro já que, em alguns casos, pode haver a redução na adesão de licenças para bancos de dados e sistemas operacionais. 

Ou seja, além de uma alternativa vantajosa para o desempenho dos serviços, é também benéfica para o usuário, devido a economia.

Apesar das diferenças de cada um dos modelos ERP (local e nuvem), quando unidos, a solução híbrida é capaz de superar as desvantagens singulares e proporcionar aos clientes ainda mais benefícios.  

Conclusão

Nesse post, você pôde acompanhar e ficar por dentro das tendências referentes aos sistemas de ERP.

Como vimos, um ERP Cloud oferece diversas vantagens que um sistema de gerenciamento empresarial dispõe, com o plus de se utilizar a tecnologia em nuvem, permitindo assim, muito mais praticidade.

Além de guardar dados com segurança e possibilitar o acesso remoto, não é preciso usar o espaço dos computadores, deixando, as máquinas livres. 

Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, que tal aproveitar e conferir nossas 13 dicas de como aumentar vendas de um  ERP.

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.