Fly e-Nota: como emitir nota fiscal?

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso guia e descubra mais detalhes sobre como funciona o Fly e-Nota Beta Sistemas, um provedor de NFS-e para vários municípios. Confira!  

Você sabe já ouviu falar em provedor para emissão de notas fiscais de serviço eletrônica (NFS-e)? E para além disso, sabe como funciona uma NFS-e?

Bom, a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) é um documento exclusivamente digital utilizado para registro de venda de um serviço, ou seja, trata-se de um documento fiscal que formaliza a transação entre as partes envolvidas no negócio.

E em se tratando desse tipo de nota, cada município possui uma regulamentação própria e ambiente específico para a emissão desse documento. 

O Fly -Nota Beta Sistemas, por exemplo, é um desses provedores fornecidos pelas prefeituras para que se possa realizar essa atividade.

Quer descobrir o que é o Fly -Nota Beta Sistemas e como emitir uma NFS-e utilizando essa ferramenta?  Então, não perca tempo e confira este nosso post! 

O que é Fly e-Nota? 

O Fly e-Nota Beta Sistemas é um provedor de NFS-e para vários municípios. E tem como objetivo auxiliar na documentação de operações financeiras para que o empresário ou pessoa física possa, mais tarde, prestar contas à Receita Federal.

Assim sendo, todos os contribuintes que necessitam escriturar eletronicamente uma NFS-e no sistema para declaração da movimentação econômica sobre o ISS (Imposto Sobre Serviços), por exemplo, podem utilizar a ferramenta.

Vale lembrar que é necessário verificar se o município em questão utiliza essa plataforma, uma vez que por se tratar de uma NFS-e, a regulamentação pode ser diferente para cada região.

Como emitir NFS-e com o Fly e-Nota?

Para te guiar com mais praticidade montamos um passo a passo. Acompanhe: 

PASSO 1:

Primeiramente você precisa estar cadastrado na Central do Usuário Betha, para que o fisco municipal realize a liberação deste acesso.

Para isso, basta acessar o link, basta acessar, clicar em “Cadastre-se” e preencher as informações necessárias. 

fly e-nota cadastro


PASSO 2:

O segundo passo é acessar a página inicial do sistema e-nota Fly e em seguida clicar na opção “Solicitar acesso”:

fly e-nota solicitar acesso


Logo após isso, você deverá escolher qual prefeitura deseja solicitar acesso e, então, validar o usuário,preenchendo os campos com os seus dados de cadastro, veja:

fly e-nota dados cadastrais


Como integrar o meu ERP ao Fly e-Nota?

Para integrar o seu ERP ao Fly-enota, você precisará dos dados de layout da NFS-e que podem ser encontrados no manual de integração do sistema. Observe: 

fly e-nota integração nfs-e


Para a integração são necessárias 3 etapas:

1. A aplicação acessa o serviço de “Recepção e Processamento de Lote de RPS” enviando o lote (fluxo “b”);

2. A requisição é recebida pelo servidor do Web Service que grava as informações recebidas e gera o número de protocolo de recebimento (fluxo “c”); 

3. O Web Service retorna uma mensagem com o resultado do processamento do serviço (fluxo “d”)

Dentro desse cenário, é preciso ressaltar, que quanto maior o número de prefeituras integradas, maior a dificuldade, pois cada uma conta com suas particularidades e estão a todo momento passíveis de sofrer alterações.

Como exemplo de prefeituras que usam esse sistema, podemos citar:

  • Prefeitura de Araruama - RJ 
  • Prefeitura de São José - SC
  • Prefeitura de Capão da Canoa - RS

Por exemplo, cada prefeitura para exigir informações diferentes nos seguintes casos:

É importante ficar atento às instabilidades de cada provedor também. Por isso, tenha uma equipe bem treinada e capacitada para enfrentar esses e vários outros desafios

Como contornar as dificuldades da integração?

Se você não quer ter dor de cabeça na hora de emitir a sua nota fiscal de prestação de serviço, uma boa opção é utilizar um emissor NFS-e, como o eNotas Gateway. Ele vai fazer esse trabalho de maneira 100% automática.

A nossa plataforma é especializada em empresas que querem escalar e consegue lidar com qualquer problema que a prefeitura apresente.

Assim, é possível gerar os documentos mesmo se os sites dos órgãos municipais estiverem fora do ar ou com alguma instabilidade

Além disso, mesmo se a prefeitura não tiver webservice, o sistema consegue fazer a emissão automaticamente. Esse é o caso de cidades como Joinville, Santana de Paranaíba, entre outros.

E é por causa disso que os ERPs e as empresas que mais crescem no mercado — como a TOTVS, Conta Azul e Sankhya — contam com a ajuda do eNotas Gateway para impulsionar suas vendas.

Com uma simples e única API REST JSON, é possível emitir NFS-e em todo o Brasil, inclusive nesses municípios sem webservice!

Assim, você continua escalando o seu negócio, sem se preocupar com essa parte burocrática. Nós cuidamos das notas fiscais para você cuidar do seu negócio. Para ficar despreocupado com a emissão das suas notas, conheça o eNotas Gateway

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.