Fly e-Nota
LEGALIZAÇÃO

Fly e-Nota: como emitir nota fiscal?

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso guia e descubra mais detalhes sobre como funciona o Fly e-Nota Beta Sistemas, um provedor de NFS-e para vários municípios. Confira!  

Você sabe já ouviu falar em provedor para emissão de notas fiscais de serviço eletrônica (NFS-e)? E para além disso, sabe como funciona uma NFS-e?

Bom, a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) é um documento exclusivamente digital utilizado para registro de venda de um serviço, ou seja, trata-se de um documento fiscal que formaliza a transação entre as partes envolvidas no negócio.

E em se tratando desse tipo de nota, cada município possui uma regulamentação própria e ambiente específico para a emissão desse documento. 

O Fly -Nota Beta Sistemas, por exemplo, é um desses provedores fornecidos pelas prefeituras para que se possa realizar essa atividade.

Quer descobrir o que é o Fly -Nota Beta Sistemas e como emitir uma NFS-e utilizando essa ferramenta?  Então, não perca tempo e confira este nosso post! 

O que é Fly e-Nota? 

O Fly e-Nota Beta Sistemas é um provedor de NFS-e para vários municípios.Eem como objetivo auxiliar na documentação de operações financeiras para que o empresário ou pessoa física possa, mais tarde, prestar contas à Receita Federal.

Assim sendo, todos os contribuintes que necessitam escriturar eletronicamente uma NFS-e no sistema para declaração da movimentação econômica sobre o ISS (Imposto Sobre Serviços), por exemplo, podem utilizar a ferramenta.

Vale lembrar que é necessário verificar se o município em questão utiliza essa plataforma, uma vez que por se tratar de uma NFS-e, a regulamentação pode ser diferente para cada região.

Como emitir NFS-e com o Fly e-Nota?

Para te guiar com mais praticidade montamos um passo a passo. Acompanhe: 

PASSO 1:

Primeiramente você precisa estar cadastrado na Central do Usuário Betha, para que o fisco municipal realize a liberação deste acesso.

Para isso, basta acessar o link, basta acessar, clicar em “Cadastre-se” e preencher as informações necessárias. 

fly e-nota cadastro


PASSO 2:

O segundo passo é acessar a página inicial do sistema e-nota Fly e em seguida clicar na opção “Solicitar acesso”:

fly e-nota solicitar acesso


Logo após isso, você deverá escolher qual prefeitura deseja solicitar acesso e, então, validar o usuário,preenchendo os campos com os seus dados de cadastro, veja:

fly e-nota dados cadastrais


Como integrar o meu ERP ao Fly e-Nota?

Para integrar o seu ERP ao Fly-enota, você precisará dos dados de layout da NFS-e que podem ser encontrados no manual de integração do sistema. Observe: 

fly e-nota integração nfs-e


Para a integração são necessárias 3 etapas:

1. A aplicação acessa o serviço de “Recepção e Processamento de Lote de RPS” enviando o lote (fluxo “b”);

2. A requisição é recebida pelo servidor do Web Service que grava as informações recebidas e gera o número de protocolo de recebimento (fluxo “c”); 

3. O Web Service retorna uma mensagem com o resultado do processamento do serviço (fluxo “d”)

Dentro desse cenário, é preciso ressaltar, que quanto maior o número de prefeituras integradas, maior a dificuldade, pois cada uma conta com suas particularidades e estão a todo momento passíveis de sofrer alterações.

Como exemplo de prefeituras que usam esse sistema, podemos citar:

Prefeitura de Araruama - RJ

Prefeitura de São José - SC

Prefeitura de Capão da Canoa - RS

Por exemplo, cada prefeitura para exigir informações diferentes nos seguintes casos:

É importante ficar atento às instabilidades de cada provedor também. Por isso, tenha uma equipe bem treinada e capacitada para enfrentar esses e vários outros desafios

Como contornar as dificuldades da integração?

Se você não quer ter dor de cabeça na hora de emitir a sua nota fiscal de prestação de serviço, uma boa opção é utilizar um emissor NFS-e, como o eNotas Gateway. Ele vai fazer esse trabalho de maneira 100% automática.

A nossa plataforma é especializada em empresas que querem escalar e consegue lidar com qualquer problema que a prefeitura apresente.

Assim, é possível gerar os documentos mesmo se os sites dos órgãos municipais estiverem fora do ar ou com alguma instabilidade

Além disso, mesmo se a prefeitura não tiver webservice, o sistema consegue fazer a emissão automaticamente. Esse é o caso de cidades como Joinville, Santana de Paranaíba, entre outros.

E é por causa disso que os ERPs e as empresas que mais crescem no mercado — como a TOTVS, Conta Azul e Sankhya — contam com a ajuda do eNotas Gateway para impulsionar suas vendas.

Com uma simples e única API REST JSON, é possível emitir NFS-e em todo o Brasil, inclusive nesses municípios sem webservice!

Assim, você continua escalando o seu negócio, sem se preocupar com essa parte burocrática. Nós cuidamos das notas fiscais para você cuidar do seu negócio.

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já conhece nosso canal de notícias fiscais no Telegram?
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.