A importância do minimalismo digital para se livrar dos vícios digitais

Todos sabem da importância que a tecnologia tem em nosso dia a dia. É indiscutível as vantagens que ela nos dá e o quanto ela facilita atividades, processos e, sobretudo, a comunicação.

Mas o exagero com o uso de smartphones, de computador e de tablets traz sérios problemas. O excesso de informação que esses aparelhos fornecem já causam doenças sérias, que fazem com que se repense suas utilizações.

Uma das práticas mais recomendáveis é o minimalismo digital. Não só recomendado por muitos especialistas, como o Manifesto Minimalista.

Então, leia este conteúdo e entenda mais sobre o assunto.

O que é o minimalismo digital?

Minimalismo digital nada mais é do que se desprender de excessos de informação que você consome pela tecnologia. É se perguntar quais são as coisas que realmente podem ser aproveitadas em sua vida sem lhe fazer mal.

Existem algumas pessoas ao redor do mundo que ajudam a chegar num novo significado de suas prioridades, o que passa por se livrar de entulhos informativos de que certamente você consome em excesso.

Como, por exemplo, a dupla americana chamada “The Minimalists”: Joshua Filds Millburn e Ryan Nicodemus. Eles explicam que o minimalismo é um estilo de vida que ajuda as pessoas a questionarem quais coisas que agregam valor a sua vida.

E se tratando especificamente de minimalismo digital, o conceito não quer que você apenas largue seu celular ou saia das redes sociais. A dupla defende que você libere seu tempo para interagir com a tecnologia, mas de modo que aquilo faça sentido e tenha qualidade em sua rotina.

Numa explicação mais simples, é como se você arrumasse a sua casa somente com as coisas que fazem sentido para o seu dia a dia, sem objetos que possam obstruir a sua passagem, por exemplo, ou que ocupe um espaço desnecessário.

Por que praticar o minimalismo digital?

Como já foi dito, o mundo virtual tem suas vantagens, mas desvantagens também. Há muito perigo no excesso de informação que você consome que muitas vezes se traduzem em doenças.

Vamos falar das principais agora, fique atento:

  • Depressão: talvez a mais grave das doenças listada. Está relacionada ao uso em excesso de redes sociais, quando se avalia que a vida de outras pessoas está melhor que a nossa, número de curtidas que se recebe numa foto. Alguns diagnósticos parecidos são a aflição psicológica e os pensamentos suicidas.
  • Problemas de coluna: está diretamente relacionada à nossa tendência de inclinar a cabeça para mexer no smartphone, dando um peso maior ao suportado pelo pescoço. Especialistas afirmam que a região suporta até seis quilos. A inclinação por muito tempo pode fazer com que a carga chegue a 27 quilos.
  • Insônia: ocorre muitas vezes pelo hábito de ir deitar com o telefone do lado. E a luz emitida pela tela do aparelho faz com que a melatonina, hormônio responsável pelo sono, seja menos produzida.
  • Síndrome do toque fantasma: sentir o celular tocando ou mesmo vibrando, no bolso ou em qualquer parte, é um dos principais sintomas do distúrbio. Apesar de parecer singela, essa síndrome é posta como a mais alarmante para indicar que uma pessoa usa muito o aparelho móvel.
  • Nomofobia: o nome já indica que se trata de medo. Nesse caso, é aquela ansiedade por ficar sem celular, por estar longe dele ou mesmo pela bateria estar acabando. Geralmente, pessoas nomofóbicas têm problemas em se interagir socialmente e de se comunicar em público.

A lista de transtornos causados pelo excesso de uso de smartphones é maior, o que indica a seriedade de se repensar sobre uma rotina mais amena quanto a sua utilização. E é isso que o minimalismo digital foca.

Como diminuir o excesso do mundo digital em sua vida?

Chegou o momento de aprender dicas que podem fazer com que a tecnologia não prejudique sua vida. Não é largar e abandonar tudo, é repensar o seu uso, utilizando seu o tempo no mundo virtual algo útil a sua vida.

Estabeleça horários para o uso das redes sociais

Repense a quantidade de tempo que você leva frequentando o Facebook, o Instagram e o WhatsApp, mas não os abandone. Você pode determinar horários que mais convir, seguindo-os à risca.

Uma boa estratégia, muito recomendada por quem já pratica o minimalismo digital, é não usar o celular, o computador ou o tablet durante a manhã. Assim, você pode fazer as primeiras atividades do dia sem distração e, ao final, utilizar melhor as suas redes sociais, vendo coisas que realmente possam ser interessantes a você.

Uma dica, se você usa as redes sociais para algum tipo de e-commerce, é fazer uma gestão de conteúdo que não abranja seu horário de “afastamento” das mídias sociais.

Desative as notificações

Aquele “bip” de mensagem nova é tentadora para que você pegue o seu celular, verifique a notificação e aproveita para conferir sua timeline pelas redes sociais. Não é só para você, calma.

Todo mundo sente essa atração, por isso, tente desabilitar a função dos app de redes sociais. Se você acha que pode perder um recado importante, deixe as notificações do WhatsApp, mas silenciando todos os grupos que você está.

Organize a caixa de entrada do e-mail

Outro grande fator que pode fazer você passar horas em frente a tela do computador. É preciso se livrar de e-mails antigos ou aqueles contatos que não fazem mais sentido você ter em sua correspondência.

Uma boa dica é: não assine newsletter que você não vai ler! Não faz sentido, e elas ocuparão muito espaço em sua caixa de entrada.

Para aquelas mensagens que valem a pena serem guardadas, crie pastas e as armazene por lá. É um processo um pouco demorado caso você tenha um e-mail antigo, mas utilize pelo menos dez minutos de seu dia para isso e, aos poucos, você verá as coisas se normalizando.

Deletar o que não é necessário

Seu smartphone é cheio de aplicativos que você não usa? “Ah, mas uma hora pode ser útil...”, quando essa hora chegar, pode baixá-lo novamente! Mas se não usa, delete-o de seu aparelho!

Se, por acaso, o app realmente for servir, tudo bem. Mas é garantido: você não vai precisar dele tão cedo. É importante esse desapego porque você perderá menos tempo navegando por algo inútil e terá mais espaço na memória de seu celular.

Saiba que o minimalismo digital é um processo. Nada que você adere traz resultados da noite para o dia. Por isso, tenha calma quando assumir uma nova rotina com a tecnologia.

Com tranquilidade, você perceberá que, ao longo do tempo, você dará um novo significado às coisas que lhe rodeiam, inclusive as redes sociais. Você as aproveitará melhor se as usar menos. E verá o tanto de coisa que você pode produzir e desfrutar longe delas.

O minimalismo digital lhe dará um controle melhor de seu tempo, aquele em frente à tela ou não. Com as dicas deste post, você deve repensar sobre a sua rotina as dicas que demos nesse post, colocando em prática o que aprendeu.

Agora, se você acredita que lida bem com seu tempo na internet, não a deixando lhe fazer mal, ótimo!

De qualquer forma, saiba que é possível viver da internet. É isso mesmo que você leu. Diversos empreendedores trabalham onde e quando querem. Então, continue com a gente e descubra mais sobre o nomadismo digital!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>
Gabs

Como conseguir 200 mil visitas mensais no seu site sem gastar com anúncios