Procrastinação: o que é e como eliminá-la de sua rotina

Você, provavelmente, já deixou uma tarefa para ser feita na última hora e se meteu em maus lençóis, certo? Isso acontece com muitas pessoas, seja ao manter o fluxo de caixa da empresa em dia, seja ao emitir notas fiscais corretamente — e o nome disso é procrastinação.

O ato de procrastinar atrapalha o desempenho de qualquer profissional, pois você não consegue concluir os objetivos desejados e, em casos mais sérios, sofre de estresse e outros problemas.

Por isso, é muito importante combater esse hábito. Simples ações, como parar de colocar o telefone no modo soneca pelas manhãs ou organizar a mesa de trabalho, fazem com que você melhore a sua performance surpreendentemente.

Ao ler este conteúdo, você entenderá mais sobre o assunto e descobrirá dicas para colocar em prática ainda hoje e acabar com a procrastinação.

O que é a procrastinação?

Hábito de adiar o início ou a conclusão de alguma tarefa, por mais que seja conhecida a sua importância. Em outras palavras, a procrastinação é o ato de “empurrar os trabalhos com a barriga”, deixando-os para depois.

Quais são as consequências da procrastinação?

Os problemas que um procrastinador enfrenta são variados, e um empreendedor que deseja escalar o negócio precisa eliminá-la quanto antes de sua rotina.

Inicialmente, a procrastinação pode não causar estragos. Um telefonema não realizado ou um email não respondido não causam grandes consequências. Contudo, com o passar do tempo, isso pode se tornar uma rotina e fazer com que você perca o controle da situação.

Tenha certeza que você sentirá desconforto e arrependimento por ter procrastinado, já que isso significa ter menos tempo para, por exemplo, criar blog posts, acompanhar o planejamento tributário ou passar momentos com a família.

Em casos mais graves, você pode se sentir desmotivado, frustrado e incapaz.

Outras de suas consequências são:

  • mau humor;
  • mais procrastinação (sim!);
  • dificuldade em alcançar objetivos;
  • poucas conquistas;
  • ansiedade;
  • depressão.

7 dicas para eliminar a procrastinação da sua vida

A procrastinação não é um caso perdido. O simples fato de você estar lendo este conteúdo já é um grande sinal que você busca melhorar. A seguir, encontram-se dicas que te ajudarão:

1. Identifique o que te faz procrastinar

Saiba que sempre há um motivo para deixar um trabalho para o outro dia, por mais estranho que ele seja. Se você deseja ter hábitos melhores, comece reconhecendo as causas do problema hoje mesmo.

Portanto, analise detalhadamente toda a sua rotina e descubra quais pontos atrapalham a sua produtividade, como as redes sociais, o celular ou até mesmo as quedas de conexão à internet.

Outros motivos que devem ser lembrados são também:

  • medo de fracassar;
  • pouco conhecimento sobre o trabalho a realizar;
  • falta de material ou de dinheiro;
  • excesso de desorganização;

Identifique qual tarefa você tem o costume de adiar e descubra o porquê disso. Em seguida, realize as próximas dicas.

2. Peça ajuda, se necessário

A jornada de um empreendedor, em muitas situações, é solitária, rumo ao desconhecido. Ter medo de fracassar em uma atividade é algo normal quando nos deparamos com algo de difícil execução.

Nessas horas, é essencial que você controle o seu ego, deixe de ser orgulhoso e peça ajuda. E acredite: isso acontecerá mais rápido do que você imagina.

Criar um negócio é algo desafiante e trabalhoso. No início, muitos empreendedores digitais dão conta do recado sozinhos, contudo, à medida que o tempo passa, as responsabilidades aumentam e será necessário ter bons profissionais por perto.

Essa dica para acabar com a procrastinação é válida para pequenos, médios e grandes empreendimentos. Em algum momento, você não dominará um assunto e precisará de ajuda especializada.

Os aspectos tributários, por exemplo, são complicados em nosso país. Tentar entendê-los e respeitá-los sozinho é algo complicado. Nesses casos, quem deseja evitar problemas fiscais busca ajuda de um contador e automatiza a emissão de notas fiscais.

A busca por conhecimento deve ser algo incluso na rotina, do mesmo modo que pedir ajuda quando não se tem conhecimento suficiente sobre algo. Pedir ajuda em uma tarefa complicada não é sinal de fraqueza, e sim de interesse e vontade de ter melhores resultados.

Ps: Seria possível utilizar inúmeros casos em que a ajuda especializada faz toda a diferença na vida de um empreendedor, mas, como não queremos tomar muito tempo, vamos ficar por aqui, ok?

3. Divida as tarefas grandes

Tarefas que tem um tempo de execução muito grande, normalmente, são deixadas por último, mesmo que isso não faça o menor sentido. Temos o ímpeto de realizar as atividades que trazem benefícios mais rápido em primeiro lugar — e isso é um perigo.

O sucesso no mercado não acontece de um dia para o outro. É precisa se empenhar e dedicar muito tempo em seu negócio. Portanto, você não deve procrastinar e não realizar as tarefas maiores.

Saiba que existe uma dica simples, mas prática para evitar esse problema: dividir o trabalho em pequenas etapas.

Para tal, faça um planejamento detalhado sobre tudo o que deve acontecer. Separe o trabalho em áreas e determine métricas a curto prazo.

Coloque objetivos menores, que poderão ser alcançados no mesmo dia ou em prazo menor, isso servirá como motivação para finalizar tarefa por tarefa.

Ah, lembre-se de estabelecer momentos de descanso também. Períodos de 10 a 15 minutos de folga são essenciais para refrescar as ideias e manter a produtividade.

Imagine que você quer criar um curso de gestão escolar a distância e não sabe por onde começar. O seu objetivo é se tornar uma referência no mercado e ter vários seguidores nas redes sociais.

Pensar que isso acontecerá até o final da semana é algo impossível, por isso, será necessário dividir o seu trabalho em etapas.

Comece a estudar mercado, analisando se já existem influenciadores e como eles atuam. Após isso, trace um planejamento, divulgue conteúdos que agregam valor e comece a marcar presença nas redes sociais. Pense também em parcerias que aumentam a visibilidade do seu negócio.

Com o passar do tempo, você terá uma base sólida de leads e estará preparado para lançar o seu primeiro curso. Documente tudo que acontecer: acertos, erros e oportunidades perdidas. Lembre-se de monitorar as suas métricas de perto e tomar atitudes drásticas quando necessário.

Por mais que esse seja um exemplo fictício, é possível perceber que a divisão das tarefas facilita a sua compreensão do caminho a trilhar e como agir em cada situação, acabando de uma vez por todas com a procrastinação.

4. Faça uma lista de prioridades

Com a rotina atarefada, é comum que alguma tarefa não tenha sido executada no fim do dia. Quando isso acontece esporadicamente, não há problema nenhum. Porém, ao tornar isso um hábito, é melhor ficar esperto com a procrastinação.

Se existem tarefas que não são concluídas no tempo previsto, há um erro de planejamento. A fim de evitar esse cenário, faça um planejamento e determine quais atividades são prioritárias.

Nessas horas, utilize aplicativos no celular, softwares no computador ou até mesmo um bom e velho caderno de anotações — o importante é sempre fazer o que é mais importante primeiro e nunca procrastinar.

É válido planejar o amanhã hoje também.

5. Utilize aplicativos para gerenciar e otimizar seu tempo

Atualmente, existem diversos apps para celular, não é mesmo? Enquanto alguns te ajudam a melhorar o seu desempenho financeiro, outros melhoram a sua gestão do tempo.

Esses aplicativos devem ser utilizados para evitar a procrastinação. Um Google Calendar é um exemplo gratuito, que é facilmente acessado por um celular ou computador. Ao utilizá-lo, um empreendedor organiza todos os minutos do seu dia, separando o tempo correto para cada atividade.

Crie lembretes e nunca mais se esqueça de responder um cliente ou de fazer uma videoconferência online.

6. Altere o seu ambiente, retire as distrações

Conforme dito nos itens acima, em vários momentos do dia, estamos propensos a procrastinar, adiar as atividades importantes ou simplesmente nos distrair com algo que nem precisaria de fato ser feito, como mexer em redes sociais.

Uma boa escapatória para distrações é alterar o seu ambiente de trabalho ou de estudo, a fim retirar qualquer distração de perto.

Confira algumas dicas rápidas:

  • coloque seu celular no modo avião,
  • feche as abas do navegador de redes sociais,
  • tenha foco no que realmente importa, e
  • evite ir até à geladeira ver se algo magicamente apareceu por lá nos últimos 10 minutos.

Dica bônus: coloque uma música que te inspire e que te relaxe antes de começar a trabalhar. Mas tenha cuidado para não ficar navegando pelo Spotify em busca da playlist perfeita, ok?

7. Automatize tarefas e foque no essencial

A automação de tarefas já não faz parte do futuro de um negócio. Se você ainda realiza muitos trabalhos manuais, prepare-se para perder espaço no mercado.

Quando se fala de procrastinação, o problema é pior, já que muitas tarefas são chatas e repetitivas. As tecnologias estão aí para facilitar a sua rotina e deixar que você priorize o que é mais importante. Portanto, as opções existentes e veja como é possível automatizar processos em seu negócio, como:

Além de ter mais tempo, você reduzirá o estresse, os erros e terá mais ânimo. Então não perca mais tempo e faça da automação uma realidade em sua empresa.

Conclusão

Neste post, você entendeu o que é a procrastinação e como ela é prejudicial. Deixar as suas obrigações para depois é algo perigoso, que causa sérios problemas, como a perda de prazos e de credibilidade com parceiros, colegas de trabalho e familiares.

Portanto, coloque em prática as dicas aprendidas, elimine as distrações e fique de olho para não procrastinar mais.

E aí, gostou do conteúdo? Aproveite e confira como acabar com o estresse no trabalho!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>