Conheça os principais tipos de inovação e como implementar

Atualizado há mais de 1 semana

Inovar. Qual empreendedor que não sonha em revolucionar o mercado e, por que não o mundo, com o seu negócio?

Inovar não é apenas um sonho, é uma necessidade. A inovação é uma característica que toda empresa deve ter para se destacar no mercado, sobressair diante seus concorrentes e conquistar mais clientes.

Mais do que querer, é preciso conhecer sobre o assunto e saber os tipos de inovação que existem. 

E é por isso que você deve seguir neste texto! Acompanhe e descubra mais sobre o assunto!

O que é inovação?

Em rodas de empreendedores, a palavra inovação está presente em qualquer contexto. Mas, quando é que alguém a define, de fato?

A verdade é que, muitas vezes, o termo é usado sem muita profundidade e desconsiderando os diversos tipos de inovação que existem. 

Para entender o termo, é preciso se falar de seus tipos, mas, de maneira geral, inovação é a mudança de algo em curso regular, introduzindo uma novidade. 

Você pode inovar processos, operações, culturas, sociedades e até mesmo legislações. 

É pouco, por exemplo, associar inovação ao avanço tecnológico apenas. Ela é muito mais que isso e não necessariamente precisa dele para existir.

Quais são os conceitos de inovação?

Falar inovação da maneira como foi feita ainda há pouco é ignorar as suas nuances. Por isso, é preciso entender que o termo pode ser compreendido de três diferentes conceitos. 

Inovação Incremental

É a mais comum. Ela emprega a mudança de maneira contínua, aplicada em produtos ou processos. 

Ainda que seja comum, ela é pouco percebida, justamente pelas mudanças serem parte da rotina do empreendimento de maneira constante e pequena. 

Por isso, ela não é expressiva, mas, obviamente, importante tanto quanto as demais. 

Inovação Radical

Diferente do anterior, aqui se tem um tipo de inovação um pouco mais complexo. Deu para perceber pelo nome, não é?

Esse conceito é o que mais chama atenção, pois o produto ou serviço implementado é único e radicaliza nas transformações no mercado. 

A concorrência não existe e a inovação, aqui, pode mudar completamente o modelo de negócio da empresa. 

Obviamente, esse conceito de inovação não passa despercebido no mercado.

Inovação disruptiva 

Uma outra palavra da moda, a disrupção na inovação é quando o produto ou serviço produz um novo tipo de segmento no mercado. 

É possível que uma inovação radical se transforme em disruptiva, desde que o seu produto seja único, mas que estabeleça uma nova situação no modelo.

Um exemplo clássico desse conceito de inovação é a Netflix. Ela construiu um novo segmento, mesmo levando um certo tempo para isso. 

Quais os principais tipos de inovação?

Partindo desses três conceitos, pode-se, agora, falar em tipos de inovação. 

A lista que você verá a seguir é com as principais, mas não únicas. É possível inovar em qualquer área, por isso, não se pode ficar preso em poucos tipos de inovação!

Inovação no modelo de negócio

Como o próprio nome diz, é quando a empresa muda completamente o seu modo de gerar receita.

Dessa forma, o empreendimento precisa ter um conhecimento de mercado grande e achar formas criativas de se chegar a soluções para entender as diversas mudanças que o cenário apresenta. 

Por isso, todo empreendedor deve estar aberto a elas e não ficar resistente apenas a um conceito de gestão. 

Inovação no processo

Essa é um tipo de inovação incremental, aquela forma mais constante, ainda que menos percebida pelas pessoas. 

O foco é a mudança de processo que visa o aumento da produtividade, usando recursos de otimização e automação sem perder a chance de melhoria de qualidade em seu produto ou serviço para o cliente final.

Inovação na estrutura

A inovação, aqui, é interna. Nesse caso, se transforma a organização da empresa, no sentido de gestão de pessoas e de processos.

Esse tipo de inovação busca a atração de talentos, motivar o capital humano e o incentivo de uma gestão mais descentralizada. 

Inovação em marketing

Já esse tipo de inovação, visa a mudança do produto ou do serviço de modo a ter um destaque junto ao público. 

As mudanças de design, de segmentação de público, o reposicionamento no mercado, são vistos como inovação em marketing. 

Inovação em serviços

Aqui, não há muito segredo. Esse tipo de inovação está atrelado a oferta de um novo serviço  no mercado.

Ele também busca melhorias e transformações dentro do seu próprio segmento. A Uber é um exemplo de inovação em serviço, oferecendo um novo tipo de mobilidade, transformando o segmento de transporte urbano. 

Inovação de produtos

Sem segredos por aqui também. Essa inovação visa o lançamento de novos produtos, únicos no mercado. O foco é a transformação da experiência do consumidor junto a sua marca, agregando mais valor ao que você oferece a ele.

Atende-se mais às expectativas dele dentro de um conceito no mercado já existente. 

Como fazer a inovação acontecer na sua empresa?

Posto tudo isso no papel, chega a hora de saber como fazer na prática. 

Mas é importante reforçar que o conceito de inovação não pode se agarrar a passos que estejam solidificados, afinal, a própria definição de “inovação” busca quebrar regras e incentivar novos modelos.

Por isso, essas sugestões podem ser a base ou o ponto de partida para que você e sua empresa busquem por novas práticas de incentivo à inovação!

Promova as ideias

Para fazer a sua empresa produzir inovação, é preciso ter um ambiente aberto às ideias. Afinal, sem elas, não há inovação. 

Por isso, o seu empreendimento precisa não apenas estar aberto, mas incentivar o surgimento delas. 

E o caminho para isso passa pela liberdade e autonomia do funcionário. O começo pode ser incentivando-os quanto à flexibilidade de horário, de dress code, metas e tarefas. 

Isso pode dar confiança e eles, incentivando-os a serem mais criativos.

Alinhe expectativas

Promovendo as ideias, é preciso alinhar tanto as expectativas do funcionário, quanto as da própria empresa e do consumidor. 

O colaborador precisa para trazer ideias inovadoras, tanto quanto saber o que o cliente espera que seja entregue. 

A melhor forma para isso, é a gestão e lideranças conversarem e estarem abertos às opiniões do funcionário, que participa das decisões e do gerenciamento de projetos. 

Estruture os processos 

Fazer com que uma ideia criativa e inovadora surge não é dizer que se deve esperar que um lapso criativo surja em alguém.

O fomento da criatividade e da inovação começa com uma estrutura que instigue isso constantemente.

Além disso é necessário fazer um fluxo de processos que capte uma ideia, dê suporte para o seu desenvolvimento e ajustes até chegar na finalização do produto. 

Criado todo um ambiente criativo, como você leu ainda há pouco, esse fluxo de processos ficará mais claro e intuitivo. 

Faça da inovação um elemento estratégico

Inovação é por si só estratégica. Essas características são inerentes uma das outras. Contudo, a gestão não pode enxergar nisso uma passividade e achar que só aplicando novos conceitos tecnológicos de gerenciamento de equipes que sua empresa será verdadeiramente inovadora.

É preciso entender que a inovação pode ser o grande ponto de virada do negócio e fazer com que seu mercado reconheça isso. 

Bom, agora você sabe dos tipos de inovação. E viu também que é preciso ter uma boa gestão para inovar, certo? 

Então a dica agora fica por conta do Roadmap tamplate da Enotas. Com ele você consegue elevar o seu nível de organização nas tarefas e processos. 

Quer dar uma conferida? Acesse a página do Roadmap Tamplate e conheça!

Agora, se quiser inovar mesmo em seus processos, você precisa conhecer o Gateway da eNotas. 

O eNotas Emissor é o software ideal para quem quer automatizar a emissão de notas fiscais eletrônicas, ficando livre de muitos processos burocráticos e, assim, ter mais tempo para alocar em outras partes importantes do seu negócio e vender mais!

Com a nossa solução, você será capaz de emitir NFS-e, por exemplo, em todo o Brasil! Inclusive, em municípios sem webservice, como: Valinhos, Santana de Parnaíba e Barueri.

 E tem mais! O eNotas Emissor gerencia automagicamente as instabilidades das prefeituras e conta com um código de serviço municipal nacionalizado.

Dessa forma, você não precisa se preocupar com os diferentes tipos e formatos de códigos exigidos pela prefeitura, como CNAE e item da lista. 

Se você vende na internet e está disposto a vivenciar a melhor experiência da galáxia em emissão de notas fiscais, então… você precisa conhecer o eNotas Emissor!

Érico Rocha, Whindersson Nunes, JusBrasil, Empiricus, GetNinjas, são apenas alguns dos nossos usuários. E você? Vai mesmo ficar de fora dessa?

Esse é certamente um jeito de implementar um tipo de inovação em sua empresa. 

Conheça melhor as funcionalidades do eNotas Emissor!

Jornalista e apaixonada por produzir conteúdo nos mais diferentes formatos. Nas horas vagas, é fotógrafa, viajante e mãe de suculentas.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.