Valuation: o que é, como fazer e a importância para sua empresa

Atualizado há menos de 1 semana

Você se esforçou, estudou e se dedicou para construir seu próprio negócio. Depois de alguns desafios, seu empreendimento está crescendo! Mas é claro que o avanço também requer mais empenho, principalmente na hora de atrair investidores. Para fazer isso, é crucial entender exatamente o valor da sua empresa.

É nesse momento que o valuation entra na jogada, e permite que você mensure o valor do seu negócio. 

Medir o valor de um empreendimento parece difícil, mas separamos neste post tudo que você precisa saber para fazer o valuation da sua empresa e entender quais são as vantagens de ter este dado. Então, continue com a gente por aqui! 

O que é valuation? 

Valuation é um método que permite conhecer o valor de uma empresa. Assim, o empreendedor consegue atrair investimentos e apresentar aos possíveis investidores o valor de seu negócio, que conseguem estipular um valor de retorno. Por meio da técnica, também é possível saber um preço justo caso coloque seu negócio à venda. 

A avaliação de empresas estima o valor do negócio de forma sistematizada, usando um modelo quantitativo. Simultaneamente, também envolve alguns critérios subjetivos, que partem da avaliação do empreendedor ao definir premissas e selecionar fontes de dados. 

Dessa forma, vale ressaltar que a confiabilidade do resultado também  depende da percepção do mercado e do segmento em que a empresa se encontra, além dos aspectos apontados e definidos pelo empreendedor.

Qual é a importância do valuation? 

Entender o valor de um negócio no qual você está investindo seu tempo, esforço e dinheiro é muito importante em diversos aspectos.

O processo de avaliação acaba gerando oportunidades de melhora, pois é preciso fazer análises financeiras, encontrar problemas, entender a posição no mercado, estudar a concorrência e identificar as oportunidades e as ameaças. 

Conhecendo todos os fatores, o empreendedor tem todas as cartas na manga para fazer uma gestão muito melhor, além de ter em mente as estratégias para aumentar o valor do negócio. 

Além disso, o valuation também permite que o empresário tenha dados atualizados sobre seu negócio, importantes caso ele queira buscar investidores. Analisando a avaliação da empresa, os investidores podem compreender melhor o cenário do empreendimento e calcular o retorno que terão.

A avaliação permite que o empresário se prepare para mudanças, como uma fusão, um plano de expansão ou a entrada de um novo sócio.

Outra vantagem do valuation é a definição de um valor justo do negócio em momentos de compra e de venda. A análise de propostas passa a ter o valor do empreendimento como um fator a ser considerado, e os possíveis compradores também levarão isso em conta. 

Tipos de valuation

Hoje, existem algumas metodologias diferentes para fazer a avaliação de uma empresa. Separamos algumas para que você entenda como o processo funciona, e escolha qual seria a ideal para o seu negócio. Confira:

  1. Método de fluxo de caixa descontado

O fluxo de caixa descontado é uma das metodologias de cálculo de valuation mais conhecidas, sendo bastante preciso. Para fazer a avaliação, é necessário analisar o fluxo de caixa da empresa, observando receitas, despesas e custos.

Nesse modelo, é estabelecida a taxa de desconto, que  corrige o superávit de maneira proporcional ao longo dos anos e representa a desvalorização do dinheiro ao longo do tempo. Ela é necessária porque é normal que o fluxo de caixa de uma companhia apresente resultados decrescentes ao longo do tempo. Depois, soma-se todos os fluxos de caixa, subtraídas as taxas de desconto. O valor encontrado é o valuation da empresa.

É preciso ter atenção também ao intervalo de tempo analisado. Quanto maior o espaço de tempo, mais complicadas e menos exatas se tornam as projeções. Por isso, a base de cálculo do fluxo de caixa descontado é de cinco a dez anos. 

Este modelo é vantajoso, ao oferecer uma apresentação dos riscos à empresa e mostrar uma avaliação de caixa no médio prazo. 

  1. Método de múltiplos de mercado

O método de múltiplos de mercado ou avaliação relativa, compara os múltiplos da empresa com o de outras que atuam no mesmo segmento. O “múltiplo” é o indicador que serve como parâmetro para comparação de diferentes empresas de um mesmo setor. Isso pode ser feito usando o lucro, o faturamento, dentre outras informações. 

Este método é fácil, permitindo avaliações mais rápidas. Porém, é preciso ter conhecimento do mercado em que a empresa se encontra. Em alguns casos, encontrar uma empresa similar pode ser difícil, quando se trata de segmentos muito específicos. 

Por outro lado, quando bem feito, o método de múltiplos de mercado permite que o empresário tenha conhecimento da concorrência, valioso para a melhora de seu próprio negócio. 

  1. Método de liquidação 

O método de liquidação é usado quando o empresário e seus sócios decidem vender a empresa ou encerrar as atividades. Assim, é preciso somar todos os ativos e subtrair os passivos. 

Neste método, é considerado somente a contabilidade da empresa, ou seja, seu patrimônio líquido, ou seja, os bens materiais da empresa, como computadores e móveis, que podem ser vendidos. A ideia é que o comprador consiga estimar o valor que vai obter caso não possa mantê-la funcionando e seja preciso liquidá-la.

  1. Método do capital de risco

A metodologia considera o ponto de vista do investidor, que vai avaliar o retorno financeiro que uma empresa pode proporcionar dentro de um determinado período. O método é muito usado em startups com mais tempo de atuação, com grande potencial de geração de lucro. 

Com base nele, o investidor consegue saber quanto pode ganhar caso retire o investimento. Também ajuda o investidor a decidir o valor máximo a ser investido para conseguir o retorno desejado, no prazo de sua preferência. 

Basicamente, se você está em busca de investidores para o seu negócio, o método de capital de risco permite saber o lucro que um investidor teria a médio ou longo prazo. 

Guia completo em Franchising
Guia completo em franchising: dúvidas, principais tipos e como abrir uma franquia
Neste eBook, você vai encontrar as respostas para as principais questões ao abrir uma franquia, quais as obrigações, melhores tipos de investimentos e como manter sua empresa legalizada!
Insert Content Template or Symbol

Mão na massa!

Apresentamos alguns tipos de valuation mais usados pelas empresas, que podem ser interessantes para o seu negócio. Porém, se você não tem familiaridade com finanças, cálculos e projeções, o ideal é buscar ajuda de um consultor contábil e do seu contador para realizar a avaliação da sua empresa. 

Também vale deixar o alerta para ter cuidado com valuations muito fora da realidade, seja com valores altos ou baixos. O valuation deve ser feito com cautela e de maneira justa, considerando valores reais. 

Por fim, esperamos que com este post você tenha entendido o que é o valuation e como seu negócio pode se beneficiar com ele! Se você quer continuar conferindo conteúdos sobre negócios, empreendedorismo e finanças, continue com a gente por aqui. 

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.