O que é e como usar comandas eletrônicas

Atualizado há mais de 1 semana

Quem frequenta bares, restaurantes e até mesmo lanchonetes, já está acostumado com elas. Mas, será que você conhece as comandas eletrônicas?

Por mais simples que elas possam parecer para o público em geral, as comandas eletrônicas tem papel muito estratégico para donos de estabelecimentos. 

Sim, muito desse papel tem impacto no atendimento, mas também no funcionamento do local e em sua gestão de finanças – principalmente no fluxo de caixa.

Por isso, as comandas eletrônicas possuem uma certa complexidade que precisa ser melhor entendida. 

Então, navegue pelo nosso texto! 

O que é e como funciona a comanda eletrônica? 

Você deve imaginar: a pessoa chega em um estabelecimento, consome e tem seu pedido anotado na comanda. O garçom, por sua vez, anota e informa a cozinha ou outro setor do que o cliente quer. 

As comandas eletrônicas, portanto, é a versão modernizada desse recurso. Para o cliente, pode não fazer tanta diferença, mas para o estabelecimento, é uma oportunidade de automatizar os processos.

O garçom ou o atendente diretamente de um tablet ou celular anota o pedido e, automaticamente em tempo real, informa a cozinha ou o balcão sobre o que foi solicitado. 

O funcionário não precisará se deslocar até a cozinha, por exemplo, e estará liberado para atender outros clientes.

E não só: de maneira integrada, consegue registrar o valor, que já será informado para o fluxo de caixa!

3 dicas para otimizar o uso da comanda eletrônica 

Para que a comanda eletrônica seja realmente eficiente em sua empresa, você pode seguir alguns passos, não só para ter um melhor atendimento para seus clientes, como ter um fluxo de caixa melhor!

Então, confira!

Dê capacitações

O primeiro passo ao adotar o uso da comanda eletrônica é capacitar sua equipe de atendimento.

Usar corretamente a comanda eletrônica não é tão desafiador assim, mas requer uma preparação especial porque ela lidará tanto com atendimento ao cliente quanto com a parte financeira do seu negócio. 

E com certeza nenhum desses dois pontos são desvalorizados por você, certo?

Tenha os equipamentos corretos

A comanda eletrônica, para ser usada corretamente, carece de outros equipamentos – que, por sua vez, necessitarão de treinamentos para serem manipulados!

Computador

O computador será onde todo o processo acontecerá. É ele quem armazena as informações e repassa para os setores envolvidos. 

Precisa ter bom armazenamento e ser veloz de processamentos. 

Impressoras

São três tipos de impressoras que normalmente podem ser exigidas no uso de comanda eletrônica. 

A primeira é a de USB, que será usada para imprimir a comanda do cliente para garantir a lisura do serviço.

Outra é a Ethernet, que servirá para imprimir os pedidos para a cozinha se organizar com os pedidos – lembrando que esse tipo de processo pode variar com o serviço que você contratar.

A última será a fiscal, responsável pela impressão de cupom e nota fiscal, que devem ser emitidos de toda a forma.

Roteador

Aqui, um equipamento essencial para todo tipo de estabelecimento que usa internet em seu serviço. 

Ele será fundamental para transmitir as informações do garçom para o aplicativo da comanda eletrônica, além de fazer a integração com o seu setor fiscal

Tablets e smartphones

Serão eles o “bloco de anotações” dos garçons e demais atendentes. 

Você deverá ter uma quantidade suficiente para que todos os funcionários tenham pelo menos um para si. Afinal, “revezar” o tablet ou smartphone tornará o processo moroso!

Tenha sistemas de integração

O sistema de integração será aquele responsável pelo funcionamento da comanda eletrônica e a conexão entre os setores do estabelecimento. 

Para isso, ele necessita ser fácil de usar e ter funcionalidades para a gestão financeira do seu negócio, como o valor dos itens disponíveis em seu cardápio. 

Além disso, um bom sistema de integração também precisa se conectar com aplicativos de entregas, por exemplo, para que, assim, tudo em sua empresa esteja conectado. 

A automação na empresa inteira 

Como você percebeu, o uso da comanda eletrônica só traz benefícios para o seu estabelecimento.

Seja você dono de bar, restaurante ou lanchonete, esse item será fundamental para um melhor atendimento ao seu cliente e para ter toda a gestão financeira conectada. 

Algo que você precisará pensar depois de instalar a comanda eletrônica em seu estabelecimento, é o sistema de automação fiscal. 

Mas… o que é isso?

É um sistema que automatiza todo o processo fiscal de seu negócio. Desde a integração com as maquininhas POS e SmartPOS até a emissão de NFs.

Afinal, se você melhorar o seu atendimento com as comandas eletrônicas, então sua empresa venderá mais. 

O que lança o desafio de uma gestão fiscal automatizada em toda a empresa. 

E um sistema pode fazer isso por você: o Gateway da eNotas. Conheça o melhor gerenciador fiscal da galáxia e o implemente agora mesmo em seu estabelecimento!

Jornalista e apaixonada por produzir conteúdo nos mais diferentes formatos. Nas horas vagas, é fotógrafa, viajante e mãe de suculentas.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.