validador-xml
LEGISLAÇÃO
NOTAS FISCAIS

Como usar o validador de XML?

Atualizado há mais de 1 semana

​Acompanhe o nosso guia e tire suas dúvidas a respeito do validador de XML e de como contornar os principais erros retornáveis. Confira!

O .XML é a versão digital da Nota Fiscal eletrônica. Este formato deve ser entregue em escriturações e armazenado pelo prazo de anos, limite estabelecido pela legislação brasileira.

Assim sendo, o armazenamento dos arquivos deve ser feito, pois a Receita Federal poderá solicitá-los a qualquer momento dentro desse período.

Também, é importante que o arquivo XML seja válido, ou seja, tenha a autorização de uso da Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Diante dessa obrigação, você precisará utilizar o validador de XML, de forma a verificar se existe alguma inconsistência no arquivo.

Este post irá lhe mostrar como utilizar o validador de XML online e os principais erros retornáveis possíveis, assim como contorná-los. Confira!

O que é o validador de XML?

O validador XML, como o próprio nome sugere, é uma ferramenta que tem como objetivo validar os arquivos XML enviados de forma a minimizar a possibilidade de erros no processamento de documentos fiscais.

Como validar o XML na Sefaz?

A Sefaz RS disponibiliza uma ferramenta que serve de auxílio para todos os contribuintes de forma a validar o XML da nota, notificando se há algum erro ou se está tudo certo com o arquivo.

Dessa forma, montamos um passo a passo para te ajudar a fazer essa consulta no site da Secretaria da Fazendo, veja:

1. Acesse os links onde estão presente a ferramenta de validação

Acessando os links abaixo, você será levado diretamente para a página que contém o validador. Basta você escolher qual a sua necessidade dentre as 3 opções:

Nestas páginas, basta colar o código XML desejado, como mostra a imagem a seguir e clicar em “validar”:

validador-xml-sefaz

2. Observe o resultado retornável

Se não houver falhas no arquivo XML, será exibido um resultado parecido com este exemplo:

resultado-correto-xml

Observação: Vale lembrar que a Sefaz RS traz um manual que pode te ajudar também a sanar demais dúvidas em relação ao assunto.

Quais os principais erros retornáveis do validador de XML?

Caso você cole o arquivo XML no espaço solicitado e você se depare com uma mensagem diferente da apresentada anteriormente, você precisará ficar atento para realizar as modificações.

Neste tópico, abordamos os possíveis erros que você pode se deparar no momento de realizar a consulta do XML. Acompanhe!

1. Regra de negócio

Você receberá um resultado parecido com o da imagem acima quando o arquivo XML for inválido devido à regra de negócio. 

erro-regra-de-negócio

Para solucionar esse problema, será preciso que você verifique qual o código das rejeições apresentadas, neste caso é o 883 e o 203, e a partir daí, realizar as correções devidas.

Curiosidade

Vale lembrar que um erro de XML inválido pode ocorrer por diversos fatores, então é bom contar com o auxílio de um contador para identificar de modo mais prático a solução pertinente, assim como consultar a sua equipe técnica.

2. Schema XML

Você receberá um resultado parecido com a imagem acima quando o arquivo XML for inválido devido ao Schema. 

erro-schema

Para solucionar esse problema, será preciso que você verifique se há uma tag em uma posição errada (abertas e fechadas) ou se há algum erro de digitação.

3. Assinatura Digital


erro-assinatura-digital

Você receberá um resultado parecido com a imagem acima quando o arquivo XML for inválido devido à Assinatura Digital. 

Para esse tipo de erro, existem inúmeras variáveis do porquê ter ocorrido, mas a mais comum está relacionada ao preenchimento incorreto do campo “DigestValue”:

DigestValue-validador-xml

Nesse campo, o sistema que está gerando o XML da NF-e tem de montar uma hash com base nos dados da nota fiscal. Ou seja, qualquer deslize aqui e você encontrará aquele tipo de erro retornado.

atenção

As funções Hash são largamente utilizadas para buscar elementos em bases de dados, verificar a integridade de arquivos baixados ou armazenar e transmitir senhas de usuários.

Conclusão

O arquivo XML vai muito além de uma simples representação da nota fiscal eletrônica. Ele te permite obter conhecimento, gerar relatórios e traçar direcionamentos do seu negócio com base em informações precisas.

Nesse post, você ficou por dentro da importância do validador XML, assim como aprendeu como fazer essa consulta e alguns dos possíveis erros retornáveis.

Aproveitando o gancho, que tal descobrir como fazer a consulta das notas fiscais? A partir disso, você será capaz de gerar a correta guia de impostos que sua empresa deverá pagar! 

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já conhece nosso canal de notícias fiscais no Telegram?
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.