Abrir filial: como montar a sua e dicas para o sucesso!

Atualizado há mais de 3 semanas

Todo empreendedor sonha em expandir seu negócio. E quando se fala em expansão, muitas vezes a opção mais visada é a de novas filiais. 

Ainda que abrir filial seja um desejo, muitos empreendedores se veem precavidos e seguram a empolgação, mesmo com potencial para isso. 

A atitude não está errada, porque esse passo é importante para todo negócio, mas cercado de desafios. 

Por isso, se você está sonhando com essa possibilidade, mas não sabe como fazer sem arriscar muito o seu negócio, fique ligado nesse texto!

Como abrir uma filial?

Essa tomada de decisão é, definitivamente, uma atitude que precisa ser muito bem pensada.

E planejada. 

Antes de saber exatamente o que precisa ser feito para abrir filial, você precisa se fazer uma pergunta:

É a hora certa?

Ser precavido é uma boa atitude porque, ainda que sua clientela seja boa e há potencial de expansão dos negócios, é preciso analisar outros detalhes. 

Três para ser preciso:

  • Base de clientes: esse é um ponto fundamental para saber se sua empresa está pronta para abrir filial, já que são os clientes a sustentação de todo negócio. Para saber se sua base é sólida, é necessário analisar a lucratividade constante, independente de crises ou sazonalidades. 

Seus clientes são fiéis e porta-vozes de seu empreendimento? São respostas que podem indicar um bom sinal. 

  • Perspectiva de mercado: outro fator que precisa ser analisado com muito cuidado. Alguns empreendimentos tendem a ter sucesso por um momento, mas que, sem inovação e adequações, podem cair no ostracismo. 

Se sua empresa é muito nova, com nem ao menos 2 anos de mercado, talvez seja bom esperar mais um pouco. 

  • Saúde financeira: abrir filial requer um investimento pesado. Locação, novos funcionários, maquinário ou equipamentos para operação… hoje, a sua empresa consegue bancar tudo isso? 

A melhor maneira de expandir negócios com uma filial é um planejamento de faturamento e despesas e previsão de vendas para saber quando o novo ponto poderá dar retorno. E lembrar que, para abrir, é preciso ter caixa.

Analisados esses pontos, é a hora de saber da prática. 

As burocracias

Ainda que esse nome desanime, ele é imprescindível. A burocracia começa com a necessidade de levar alguns documentos para a Junta Comercial da cidade onde se pretende abrir filial. 

São eles:

  • Requerimento de arquivamento na Junta Comercial estadual;
  • Documento de alteração contratual para abrir filial;
  • Ficha de cadastro nacional para a nova filial;
  • Comprovante de pagamento dos serviços para registro comercial.

O local

Aqui, uma decisão fundamental e que carece muito estudo. Para achar um local adequado para uma nova filial, é preciso analisar alguns pontos.

  • O local precisa ser próximo a sua base de clientes atual. Isso para que o processo seja seguro quanto a clientela;
  • Outra possibilidade é que a localidade tenha potencial para novos clientes e não apenas uma parte dos que já existem. Isso necessita ser feito com uma análise profunda de perfil de público, que seja parecido com aquele que você já tem.

A qualidade

Para abrir filial, sua empresa precisa estar bem consolidada entre os clientes, com um bom tempo de mercado. E essas duas características se ganham, entre outros fatores, com uma boa qualidade.

Por isso, manter a qualidade que já é reconhecida pelos clientes em sua empresa também é uma necessidade. Importante, diga-se! 

Quando você lê sobre qualidade, esteja ciente que se trata não só dos produtos ou serviços que seu negócio oferece, mas também do atendimento. 

E para isso, é preciso capacitação de equipe e até mesmo realocação de pessoal, como uma opção e se for possível, para garantir a manutenção de qualidade no atendimento. 

A projeção de cenário

Mesmo com uma base boa de clientes e um local com um perfil semelhante ao seu público consolidado, os cenários podem ser muito diferentes do que o imaginado.

Por isso, pense em todas as possibilidades, principalmente naquelas mais pessimistas, para você poder traçar um plano B. 

Ter um capital de reserva é importante para “segurar as pontas” caso o cenário se confirme negativo. 

Como cadastrar filial na Receita Federal?

Você leu que abrir uma filial exige um esforço estratégico e burocrático. E aquele passo inicial do tópico anterior não é o único. 

É preciso informar para a Receita Federal que sua empresa tem uma nova filial.

Isso é feito seguindo os seguintes passos:

1. Preencher a FCPJ – Ficha de Cadastro de Pessoa Jurídica, no site da Receita Federal;

2. Encaminhar a lista de documentos abaixo, por correio ou presencialmente, para a unidade cadastradora de jurisdição do estabelecimento, que terá o endereço divulgado assim que for preenchido a FCPJ. 

  1. a. Protocolo de transmissão ou original do DBE, assinado pela pessoa física responsável ou perene do CNPJ, com firma reconhecida. 
  2. b. O DBE assinado por procurador deve ter cópia autenticada da procuração pública, ou seja, registrada em cartório;
  3. c. Cópia autenticada do ato constitutivo/alterador no qual a abertura da filial consiste. Esse documento carece ser registrado em cartório, conforme a Tabela de Documentos para Inscrição de Estabelecimento Filial.

É importante saber que esses documentos não serão devolvidos, por isso, ao mandar por correio, envie apenas as cópias autenticadas. 

Para demais detalhes, acesse o site da Receita Federal sobre Inscrição dos Demais Estabelecimentos (Filial).

Qual a vantagem de abrir uma filial?

Pensando em todo esse processo, você deve estar se perguntando: vale a pena abrir filial?

A resposta vem com uma lista de vantagens.

Você ganha novos clientes

Aqui, uma vantagem bem óbvia. Com uma nova filial, em um novo local, a possibilidade de se ganhar  novos clientes é maior, dando mais visibilidade a sua empresa.

Amplia a rentabilidade no mercado

Com bom planejamento e uma estrutura muito bem organizada, sua empresa tem tudo para ser sucesso com uma nova filial.

A sua marca ficará em evidência, seus produtos ou serviços serão mais buscados e atrairá mais público, sem falar que isso poderá aumentar o seu valor. 

Duplica o rendimento

Esse será uma vantagem do resultado de todo o seu esforço e planejamento com a nova filial. Ela será uma nova fonte de lucro, que poderá expandir, ainda mais, o seu empreendimento. 

Dicas para o sucesso

Como você viu, abrir filial é um processo um tanto burocrático e que precisa de muito, muito estudo antes de partir para a prática. 

E para ter sucesso e manter seu negócio lucrativo, vale algumas dicas que perpassam por todo o processo que você já leu por aqui. 

Estude o novo local

Estar no lugar certo é sim ótimo para lucrar com sua empresa e a nova filial. Mas para saber que esse é, de fato, o local ideal para seu negócio, é preciso estudá-lo.

Saiba como é o público que mora e frequenta por ali, seu custo de vida, seu poder aquisitivo, se existem outras empresas como a sua…

Um detalhamento com pesquisa demográfica será de muita valia. 

Esteja certo que o momento é o ideal

Estar no lugar certo e na hora certa nunca foi tão perfeito para definir esse dilema. E o momento é aquele quando a sua empresa já está há um bom tempo no mercado, com estrutura e clientela sólidas.

Além disso, o seu corpo administrativo precisa estar afinado e alinhado com suas metas. Com tudo isso muito bem refinado, o momento poderá ser sim o melhor para você.

Tenha recursos financeiros e humanos

Você sabe que sem dinheiro, abrir uma filial pode não ser uma boa escolha. Além disso, você precisará de mais pessoas para ajudar a administrar e, claro, trabalhar nessa sua nova filial.

Lembre-se que, ao abrir filial, você precisará sustentar a sua empresa, mas ela carecerá dar novos resultados. 

Previna-se

Não é para pensar negativo, mas sim também na pior possibilidade. 

Sabendo que tudo pode não dar certo ou não sair como o esperado, poderá ser uma forma de você se adiantar, fazendo reservas e tendo um plano B.

Franquia ou filial?

Abrir filial é, definitivamente, uma decisão muito importante e que não pode ser feita do nada. É preciso muita análise, acompanhamento e estudo de mercado e de clientela. 

E se você ainda tem dúvidas sobre esse tema, a última dica é esse ebook completo sobre franchising

Não conhece o termo ou tem dúvidas sobre franquia e filial? Então baixe agora mesmo!

Jornalista e apaixonada por produzir conteúdo nos mais diferentes formatos. Nas horas vagas, é fotógrafa, viajante e mãe de suculentas.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.