O que é conteúdo evergreen e como produzir?

Atualizado há mais de 3 semanas

Você já ouviu falar sobre conteúdos quentes? São aqueles em que tem um peso em seu valor no “agora”. Geralmente, tem uma característica de notícia. Você garante que ela tem um peso hoje, mas amanhã não.

Mas nem sempre é assim. Existem conteúdos que possuem o mesmo peso sempre. É o chamado conteúdo evergreen.  

Você que produz conteúdo já deve ter feito algo nesse sentido, não importa quanto tempo tem de mercado. Se não conhecia esse termo ou quer se aprofundar mais no assunto, você terá uma ajuda com esse texto aqui! 

Acompanhe!

O que é conteúdo evergreen?

Evergreen pode ser definido como aquele conteúdo que sempre possui um valor, independente do que está acontecendo no mundo naquele momento. Diferente daqueles noticiosos em que um fato dá um peso maior ao texto. 

Essas duas opções, igualmente válidas, são muito utilizadas sobretudo por quem possui site ou blog e deseja elevar a sua audiência. 

Se os textos e vídeos que abordam um tema que é tendência pode te dar um tráfego alto momentaneamente, o conteúdo evergreen dará um tráfego constante ao longo do tempo. 

Dois exemplos: as eleições ocorrem de dois em dois anos. Então, durante as votações ou campanhas eleitorais, conteúdos desse tema poderão ter um tráfego maior do que quando fora de época. Então, esse tipo de texto ou vídeos não são evergreen. 

Agora, pense em um guia como: por que você precisa usar suporte para pés no home office?

Esse tipo de conteúdo pode até não ter o mesmo pico de audiência que um noticioso possui quando está em alta, mas sempre terá pessoas pesquisando sobre isso na internet. 

Talvez esse tema usado seja bem específico, mas pense em tutoriais de uso de produtos, guias de turismo, lista de filmes… são todos bons exemplos de conteúdo evergreen.

Esse tipo de conteúdo mais educa do que informa a sua audiência. Obviamente, alguns tutoriais ou guias carecem de atualização, mas a premissa continua. 

Para quem está começando a criar conteúdos agora, ou mesmo aqueles que já possuem certa experiência, tanto os noticiosos quanto os evergreen precisam ser usados. Usar um não elimina a necessidade do outro. 

Dicas para criar os melhores conteúdos evergreen 

Como você viu, conteúdo evergreen é perene, sempre atual, independentemente da época do ano em que é publicado. 

Momento metalinguagem: esse texto na qual você lê agora é um belo exemplo de conteúdo evergreen. Ok, mas como fazer bons conteúdos evergreen?

Primeiro, você precisa saber que são dois tipos de conteúdo evergreen: os práticos e os conceituais. 

Práticos

Como você pode imaginar, são conteúdos que ensinam na prática algo. Tutoriais, em outras palavras. 

Você opta por ensinar à sua audiência a fazer algo em X passos, por exemplo. 

Então, para criar evergreen práticos, use títulos como:

  • Faça algo em X passos;

  • Confira um guia prático para começar a usar algo agora mesmo;

  • Como fazer algo;

Conceituais

Mais uma vez, a metalinguagem: esse texto é um conteúdo evergreen conceitual (mesmo que essas dicas sejam práticas).

Então, nesse tipo de conteúdo você explica algo conceitualmente para a sua audiência. 

  • O que é conteúdo evergreen?

  • Perguntas mais frequentes sobre algo;

  • Saiba tudo sobre algo;

  • Por que você deve usar conteúdos evergreen?

Percebeu? Aqui você não faz nada prático, mas conceitua algo. 

Lembre-se de que, apesar de serem perenes, tanto os práticos quanto os conceituais carecem de constantes atualizações. 

Seja por serem lançadas novas versões do que você ensina, seja porque as práticas de SEO precisam de revisão por conta de novas regras de algoritmos. 

Bom, você conheceu os dois conceitos de evergreen, mas esse tópico promete outra coisa, né? Pegue as dicas!

Foque no topo do funil

O topo do funil em uma jornada de compras é aquele estágio em que o potencial cliente descobre que tem uma necessidade. 

E ele tem esse lapso quando aprende a fazer algo ou descobre novidades. 

Justamente por, no topo do funil, ser apresentada a solução de um problema que, muito provavelmente, ele não conhece a solução. 

Ensine algo que não possa ser desmentido

Pense, por exemplo, num conteúdo em que alguém ensina sobre como cuidar de suculentas e fala que elas precisam ser regadas a cada dois dias. 

Isso será desmentido na primeira leitura, já que essas plantinhas não carecem de tanta água. 

Então, você precisa saber sobre o que você está falando, mas também falar de algo comprovadamente eficiente ou que não possa ser desmentido. Ou então você perderá autoridade. 

Use backlinks

Os backlinks ou links internos são aqueles que direcionam o seu leitor para conteúdos de seu site. 

Ao fazer seu conteúdo evergreen, você poderá posicionar esses links ao longo do seu texto para outras páginas de seu blog. 

Por exemplo, nesse texto você viu vários até agora. Isso é uma estratégia para que consuma mais da página, aumentando tráfego e autoridade.  

Fuja dos marcos temporais

“Hoje”. “Ontem”. “Amanhã”. “Neste dia 09 de julho de 2011”. 

“Na semana passada, você leu sobre como é importante fazer bons textos para dar autoridade a sua marca…”

Essas construções JAMAIS deverão estar presente em um texto evergreen. 

A não ser que queira usar como exemplo. Por via das dúvidas, use aspas!

Isso por motivos óbvios: se o conteúdo é perene, uma marca temporal acaba o datando. Logo, ele não é perene. 

Você pode usar data, por exemplo. Mas lembre-se de contextualizar. 

Faça CTAs!

Os Call To Actions são uma das técnicas de SEO mais efetivas para quem cria conteúdo em sites e blogs (ou em qualquer outro formato na internet!)

Então, você não pode se esquecer delas. 

Como os evergreen são usados no topo do funil, você precisa sempre encaminhar o seu leitor para outros conteúdos, para justamente continuar em sua jornada. 

Portanto use CTA com sabedoria, encaminhado para conteúdos complementares, mas sempre adiante na jornada! 

Invista em conteúdo evergreen para cursos online!

Você viu que o conteúdo evergreen é ótimo para quem está criando negócios na internet, inclusive cursos online, internet e usando, principalmente, blogs ou sites. Eles são sim ótimas ferramentas. Mas não os únicos. 

Então, faça estratégias arrebatadoras usando todo recurso que você pode. E uma dica para saber quais são eles e como usá-los é baixar esse kit planejamento de marketing!

Jornalista e apaixonada por produzir conteúdo nos mais diferentes formatos. Nas horas vagas, é fotógrafa, viajante e mãe de suculentas.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.