Dicas para encontrar sua voz como criador de conteúdo

Atualizado há mais de 1 semana

A internet está cheia de oportunidades para quem quer ter um negócio de sucesso. Seja como empreendedor ou criador de conteúdo, a web tem tantas possibilidades que parece fácil. Mas, não.

Ser um criador de conteúdo é uma dessas formas: seja como influencer ou uma pessoa que quer escalar um negócio como afiliado, é preciso escolher os melhores caminhos para seguir.

Diante de tantas escolhas, algumas dicas são bem-vindas. Confira o que você precisa fazer para ser um criador de sucesso e, mais: o que é necessário fazer para ter o seu próprio estilo como alguém desse ramo.

Como escolher o nicho?

O primeiro passo para ser um criador de conteúdo é ter um nicho. Trata-se de um público para o qual a sua estratégia ficará.

Ainda que a internet tenha oportunidade para falar com todo mundo, ter um público generalizado não é uma boa escolha.

É preciso direcionar o seu conteúdo para alguém, ou melhor, para uma “bolha” de pessoas que possam se identificar com ele.

Pense em seu conteúdo

Talvez o primeiro passo para escolher um nicho para criador de conteúdo seja pensar no tipo de conteúdo que deseja fazer.

Isso porque nem todas as pessoas consomem o mesmo tipo de conteúdo na internet. As preferências por isso podem variar de acordo com idade, gênero, geografia, formação acadêmica, classe social, ocupação profissional…

Por isso, é determinante saber o que fazer para atender a todas essas variações e criar conteúdo que de fato serão consumidos.

Considere a sua afinidade

Bom, para começar a ser um criador de conteúdo é preciso, sim, considerar o que você tem de familiaridade.

A sua aptidão é fundamental para escolher seu nicho porque antes de o seu público se reconhecer em você, você precisa se reconhecer nele.

Ainda que seja um erro dizer, principalmente ao se criar personas, que o público é o próprio criador de conteúdo, para começar é, sim, necessário ter um certo reconhecimento.

Nesse reconhecimento é que o criador saberá o que público gosta de consumir, ainda que inicialmente.

Sem esquecer que, quando o criador de conteúdo fala de algo que ele conhece, o público reconhece sua familiaridade em abordar um assunto.

Contudo, não esqueça de estudar esses temas, ainda que eles sejam muito familiares para você.

Fuja das tendências óbvias

Aqui uma dica atrelada à última: pode ser uma boa ideia começar a produzir conteúdo que esteja na hype, mas isso não será tão simples assim.

Isso porque quando um assunto é bastante discutido, muito possivelmente há outras pessoas com mais tempo e com um público já fiel falando a respeito.

Por isso, ainda que pareça ser uma boa ideia, começar com tendências pode ser ainda mais difícil.

Você pode até viralizar em algum momento com algo no hype, mas fortalecer sua marca pessoal não será tão simples. O ideal é mesmo encontrar aquele tipo de tema que deseja falar e ir, aos poucos, construindo sua audiência.

Estude o mercado

Ao determinar um nicho para o seu conteúdo, é preciso analisar uma série de questões que envolvem o mercado.

Primeiro, o que exatamente esse público busca? Ao criar um conteúdo, o que você vai querer oferecer a ele — e nesse caso, não é só o conteúdo, mas também, que tipo de venda?

Ao falar de venda, é preciso pensar também o que exatamente o seu público consome. Quais são as expectativas de prospecção para isso nesse público?

Sem esquecer da concorrência: há mais alguém fazendo o que você quer fazer? Conhecer esses concorrentes pode ser uma boa forma de insight.

Você pode fazer isso com ferramentas como o Google Keyword Planner e o SEMRush. Claro, já tendo em mente que tipo de tema você quer criar o conteúdo.

Faça testes

Outra boa maneira de encontrar o seu nicho para criar conteúdo é realizando testes.

Esse é um modo de verificar o que funciona ou não junto ao seu público. Desde o tipo de conteúdo ao que você quer vender.

Para isso, você precisará variar de conteúdo, horários de postagem, tipos de produtos que vende…

Aliás, se a sua intenção é criar conteúdo para vender um infoproduto seu, então considere criar um MVP, ou minimum viable product, que é uma versão mais básica de seu produto.

Disponibilize para o mercado para entender as impressões de seu público. Seja mesmo como uma versão beta ou free.

Em qual plataforma ou rede social apostar? 

Como você já leu, a internet está cheia de oportunidade para quem quer criar conteúdo e ganhar dinheiro. Ainda que isso não signifique que é fácil escalar um negócio.

Entre as possibilidades, está apostar em alguma rede social ou plataformas específicas para criar conteúdo.

Confira algumas dicas.

Hotmart

A plataforma é uma das mais indicadas para quem quer criar conteúdos e vender. Produtores de cursos online, por exemplo, possuem amplos recursos para escalar seu negócio na Hotmart.

Outra possibilidade é ser afiliado, ainda que esse ramo seja mais indicado para quem já tenha um nicho determinado.

A Hotmart também possui cursos para quem quer aprender a criar conteúdo. Afinal, é preciso estudar bem, por mais que a familiaridade com seu público exista!

Redes sociais

As redes sociais não podem ser desconsideradas por qualquer nicho que seja. Elas são uma força justamente por permitir se aproximar do público com mais facilidade.

  • Instagram: ideal para quem quer apostar no marketing de influência. Seus variados formatos permitem ter uma proximidade muito grande com o público e testar quais são os ideais a eles;
  • TikTok: a plataforma de vídeos tem um alto poder de viralização de conteúdo. Ideal para produzir conteúdos de trends;
  • Facebook: a plataforma ainda possui um poder de engajamento muito forte e pode ser usada principalmente para grupos, permitindo uma comunicação e diálogo aberto com o público.

Cada uma tem uma característica que pode ser mais ou menos familiar com o seu público. Você pode focar em uma, mas não descarte as demais.

YouTube

Ainda que possa ser considerado uma rede social, o YouTube tem uma adesão muito grande e pode perpassar por toda estratégia de criadores de conteúdo.

Mesmo que seja dedicada quase integralmente a vídeos, a possibilidade de variar entre o formato faz com que o público tenha muita opção de consumo de conteúdo.

Ter um canal no YouTube pode ser uma ótima forma para começar a criar conteúdo por sua facilidade e qualidade!

Site e blog

Outras duas possibilidades que você não pode desconsiderar é ter um site e blog. Ainda que eles não sejam redes sociais, essas duas plataformas são uma forma de você ter um repositório de conteúdos e ter uma autoridade no seu nicho.

Para o blog, é interessante que você tenha um trabalho de SEO, como criação de conteúdos de interesse de seu nicho e trabalhando as palavras-chave ideais para seu negócio.

Tanto no site quanto no blog, faça campanhas de divulgação de produtos, sempre pensando no interesse de uma pessoa de acordo com a jornada de conteúdo que ela possui.

Não esqueça de ter landing pages e um site responsivo.

Dicas para encontrar um estilo como criador de conteúdo

Encontrar o nicho perfeito para seu negócio definitivamente não é uma tarefa simples, ainda que necessária para toda pessoa que deseja ter sucesso na internet.

Depois de tanto estudar e entender seu público, você ainda se deparará com a dificuldade em saber como se comunicar com ele.

Ser autêntico é a primeira dessas dicas. Você pode perceber como o seu público se comunica e tentar reproduzir dessa maneira, mas… será que isso será natural?

Não tente parecer forçoso com algo que você ainda não construiu. Vá testando formas de se comunicar até conseguir encontrar aquilo que seu público mais sinta familiaridade.

Outra forma de conseguir isso é realizando benchmarking, uma maneira bem estratégica de estudar um estilo próprio de criador de conteúdo.

Trata-se de uma maneira de estudar o modo de outros criadores de conteúdo, realizando reuniões e extraindo insights para ter o seu próprio.

Perceba que não é copiar o estilo alheio, mas estudar outro para criar o seu próprio.

Por fim, estude! Não só o seu público, mas a plataforma que você escolheu para atuar. E a capacitação é algo inerente de todo criador de conteúdo.

Aliás, estude o seu próprio produto. Inclusive, uma boa dica para ser criador de conteúdo é aprender melhor sobre infoprodutos. Confira isso no link!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.