Escalar negócio digital: descubra 8 dicas práticas

Escalar o negócio digital é algo que não acontece do dia para a noite. Um empreendedor que almeja alcançar bons resultados precisa superar os desafios da atração e da retenção de clientes de forma correta.

Tentar improvisar ou ser agressivo demais são atitudes que mais atrapalham do que ajudam. Além disso, alguns empreendedores têm ótimos produtos e serviços, mas não sabem divulgá-los corretamente ou não têm bons parceiros.

Você pode se sentir perdido em alguns momentos, por isso, resolvemos listar algumas dicas práticas para colocar a empresa no rumo do crescimento rápido e constante. Confira

1. Faça um planejamento

Você já tomou alguma decisão enquanto estava de cabeça quente e se arrependeu depois? Pois bem, a falta de planejamento é algo que atrapalha quem deseja escalar a empresa.

Agir por impulso no meio comercial quase sempre resulta em fracasso. Dessa maneira, você precisa organizar as suas ideias e fazer um planejamento, reunindo o orçamento financeiro e a mão de obra disponíveis.

O marketing sazonal, por exemplo, é uma ótima oportunidade para aproveitar determinadas épocas do ano e vender mais. Dessa forma, faça um planejamento de campanhas que aproveitam a sazonalidade do mercado, como datas comemorativas.

É necessário determinar as suas personas também. Se a sua solução é voltada para pessoas que gostam de academia, é essencial adotar uma linguagem adequada e fazer parcerias com influenciadores dessa área.

Conheça mais sobre os desejos e as dores das suas personas. Descubra que tipo de conteúdo eles consomem e onde eles buscam conhecimento. Com essas informações, crie um plano de ações e como cada atividade deverá ser realizada também.

A criação de um blog, de cursos online ou de um canal no YouTube são boas ideias também. Se fossemos abordar todas as opções, tomaríamos mais do que um dia de leitura. Portanto, tenha foco em seu planejamento e nunca desista ao encontrar dificuldades.

Ps: planejar atividades é uma dica válida para todas as questões em sua vida, seja ao escalar o negócio digital, seja ao fazer a viagem dos seus sonhos.

2. Estabeleça metas

Qual é a relação entre um capitão de um navio que navega sem rumo e um empreendedor que não tem metas? Apesar de ser uma comparação estranha, ambos os exemplos precisam de objetivos a serem alcançados.

Ao determinar metas, você consegue estabelecer o melhor caminho a trilhar e propor maneiras para alcançá-las. É possível, por exemplo:

  • estipular um aumento mínimo das vendas de X% em nos próximos Y meses;
  • reduzir os custos produtivos em X% até o final do segundo trimestre;
  • diminuir a taxa de churn em X% no próximo ano;
  • investir R$ X no treinamento de colaboradores.

Não se esqueça de documentar tudo que for determinado e veja como é a evolução do seu crescimento com o passar do tempo. Mantenha esses dados digitalizados e nunca deixe de conferi-los.

3. Domine uma única estratégia de vendas e de marketing

O setor de marketing passa por várias transformações. Com o passar dos anos, novas estratégias de vendas surgem, prometendo bons resultados para quem as aplica. Por mais que seja difícil escolher a melhor prática para o seu negócio, você deve escolher apenas uma. 

Você até pode tentar vender por telefone e por webinários e fazer lançamentos semestrais simultaneamente. Contudo, você poderá cometer erros ao não dominar uma técnica. Além disso, o lead pode se sentir confuso, já que existem vários meios para comprar o seu curso, por exemplo. 

Portanto, antes de criar os seus emails de nutrição ou preparar a tática de abordagem para cada cliente, determine a estratégia de vendas ideal e a domine quanto antes. 

4. Saiba utilizar as redes sociais

Segundo uma pesquisa da agência eMarketer, o Brasil é o país com o maior número de usuários de redes sociais da América Latina. O estudo ainda aponta que metade dos latino-americanos fará uso das redes sociais até 2020.

Esses números mostram que fazer uma boa gestão de redes sociais significa abrir um mundo de novas oportunidades, a fim de escalar o negócio digital. 

Como você já sabe, as redes sociais aproximam empresas e clientes, criando um vínculo de comunicação prático e rápido. Com uma simples pesquisa no Instagram, por exemplo, uma pessoa pode achar produtos e serviços que atendem às suas necessidades.

A postagem de conteúdos, stories no Instagram e vídeos no YouTube fazem com que os consumidores conheçam mais sobre a sua marca e facilitam o aumento do desejo de compra

Apenas tome cuidado para não criar contas em todas as redes sociais de uma vez só. Esteja presente naquelas que as suas personas mais utilizam e as mantenha atualizadas sempre que possível. 

Compartilhe conteúdo que agrega muito valor aos seus seguidores. Não se esqueça também que bombardear o feed de notícias com várias postagens não é uma boa ideia também. O mesmo é válido para propagandas e anúncios pagos.

5. Mantenha-se antenado

As mudanças do mercado digital acontecem quando você menos espera. Uma solução que tem sucesso hoje pode muito bem perder espaço para algo inovador e melhor. Desse modo, você precisa acompanhar tudo o que acontece em sua volta.  

Nessas horas, participar de cursos, ler bons livros e marcar presença nos maiores eventos do mundo digital são dicas que você não pode colocar de lado. Além de aprender com as mentes empreendedoras de sucesso, você conhece novos profissionais e melhora o seu networking.

Saiba que uma conversa em um intervalo entre palestras pode ser o início de uma nova parceria para escalar o seu negócio digital.

6. Respeite as leis tributárias

A legislação tributária brasileira pode ser confusa para um empreendedor despreparado. Em muitas situações, as empresas focam apenas no aumento do número de vendas e dos lucros.

Essas questões são importantes para escalar o negócio, porém, não é possível deixar as leis de nosso país de lado. Saiba que, por exemplo, a sonegação fiscal tem o pagamento de multas e até mesmo a prisão como consequências. 

Isso quer dizer que, caso você seja pego pela fiscalização, certamente terá sérios problemas para fomentar o crescimento da empresa. Dessa forma, você deve respeitar todas as leis de regulamentação e tributação de sua área de atuação. 

Nessas horas, é essencial ter um bom contador ao seu lado. Esse profissional tem o conhecimento e o know-how necessários para a tomada de decisões eficientes e precisas, que garantem a legalidade do empreendimento. 

Você até pode tentar entender as leis por conta própria, mas prepare-se para gastar muito tempo, dinheiro e energia. Por isso, encontre um contabilista adequado às suas necessidades e foque apenas naquilo que realmente importa.

7. Automatize processos

Tarefas repetitivas consomem muito tempo, dinheiro e energia de um empreendedor. Se você deseja ter mais fôlego para investir no negócio, comece a automatizar processos agora mesmo. 

Hoje em dia, existem opções para todas as demandas e os setores de atuação. Uma ferramenta de automação de notas fiscais, por exemplo, permite que você mantenha a gestão legalizada e pague impostos em dia.

A partir disso, você ganha mais tempo e dinheiro para fazer o negócio digital crescer e evita dores de cabeça com a fiscalização.

E não pense que os benefícios das tecnologias param por aí. Não deixe de conferir o nosso outro conteúdo sobre as ferramentas de automação de marketing que você precisa conhecer!

8. Confie em sua equipe

Empreendedores em início de jornada acumulam funções em excesso. No começo, a coordenação financeira, as campanhas de marketing e o desenvolvimento do produto ficam sob a responsabilidade de uma pessoa só.

Mas, à medida que o negócio cresce, essa situação se torna insustentável, pois o aumento das demandas exige cada vez mais esforço e empenho. Se você tentar centralizar todas as questões, prepare-se para ter problemas ao escalar a empresa. 

Por isso, é essencial formar um time de pessoas responsáveis, que atuam sob os mesmos ideais e objetivos do que você. Contrate profissionais experientes e não se esqueça de contar com jovens talentos também.

Mostre que você é um líder que empodera a sua equipe, permitindo que cada um tenha a liberdade necessária para fomentar a melhoria dos processos e participar ativamente do dia a dia do negócio.

9. Monitore resultados (sempre)

As dicas anteriores são fundamentais para escalar o negócio. Porém, os resultados positivos podem demorar a surgir. Quem não acompanha o desempenho da equipe de trabalho de perto fica perdido a longo prazo.

Você nunca deve deixar de monitorar tudo o que acontece. O uso de indicadores é algo necessário para metrificar a performance de cada setor. Dessa maneira, defina os critérios a serem considerados e monitore-os sempre.

Nessas horas, é possível criar uma rotina. Certas questões podem ser revisadas mensalmente, enquanto outros parâmetros necessitam de mais tempo para mostrar melhorias.

Fazer a empresa crescer e atender aos desejos dos consumidores com qualidade são os principais objetivos de muitos empreendedores. Por mais que surjam imprevistos e problemas, você nunca pode desanimar.

10. Foque no seu produto

O desenvolvimento de um produto digital não acontece do dia para a noite. Grandes sucessos do mercado demoraram muito tempo para surgirem — e não há nada de errado nisso. 

Dessa forma, durante toda a sua trajetória, você deve direcionar todos os seus esforços para melhorar o seu curso de empreendedorismo ou o seu SaaS constantemente. Faça como Mairo Vergara disse em sua palestra no Fire 2018: "o seu produto deve ser o iPhone do seu nicho".

11. Distribua conteúdos gratuitos

A distribuição de conteúdos grátis é outro método essencial para escalar o negócio digital. Além de educar o mercado, essa metodologia ajuda a reforçar o valor e a autoridade de sua marca no mercado. Mas como fazer isso na prática?

Pois bem, se você produz conteúdos para o YouTube, por exemplo, basta editar os seus vídeos no formato de outras redes sociais, como o Facebook ou o IGTV.  De forma semelhante, os seus posts no blog podem ser transformados em podcasts ou até mesmo em ebooks. 

Não importa o meio que você distribui os seus materiais: eles devem ser gratuitos e de muito valor para o leitor/espectador. 

Quando você gera mais valor que qualquer outro concorrente, provavelmente, os clientes tenderão a comprar o seu curso ou produto — e é com isso que você consegue obter melhores resultados. 

Imagine que você passou 5 meses postando dicas gratuitas no Instagram. Quem seguiu o seu perfil e acompanhou as suas postagens durante todo esse tempo já conhecerá o seu produto e confiará em seu conhecimento. 

A partir disso, fica mais fácil realizar uma venda, e, em alguns casos, a copy do vídeo de venda não precisará ser agressiva. Se você tiver gerado muito valor no mercado, basta dizer: "Olá, estou vendendo um novo curso. Clique no link abaixo e faça a sua compra!"

O que fazer a partir de agora?

Este post mostrou dicas práticas para escalar o negócio digital e fomentar a obtenção de resultados. A partir de agora, aplique esses conceitos em sua rotina e veja como algumas não são tão complicadas quanto você acha.

Lembre-se de que a automação de processos é uma etapa fundamental. Quanto mais o seu negócio crescer, menos tempo você terá para lidar com trabalhos repetitivos. A emissão de notas fiscais automáticas é um algo que ajuda a manter a gestão legalizada, otimiza os custos e permite que você tenha mais tranquilidade em sua vida.

O que você achou deste conteúdo? Você conhece outras formas de escalar o negócio digital? Faça seu comentário no espaço abaixo agora e compartilhe a sua opinião!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>