Integrador Fiscal no Ceará: como fica em 2022

Atualizado há mais de 3 semanas

A Sefaz do CE (Ceará) divulgou a versão 2.0.0 do integrador fiscal para a emissão de CF-e (Cupom Fiscal Eletrônico) pelo MFE (Módulo Fiscal Eletrônico) em 16 de março de 2020.

O objetivo da mudança foi facilitar a vida dos desenvolvedores de ERPs que atuam no estado. 

Essa atualização e o uso da versão 2.0.0.0 do integrador fiscal do Ceará são imprescindíveis para todo contribuinte, dando suporte melhor às operações realizadas. 

Mas, afinal, o que é um integrador fiscal? O que o estado do Ceará mudou em seu processo? Confira no texto abaixo!

O que é um integrador fiscal?

Trata-se de um aplicativo que facilita o controle fiscal das empresas, bem como o acompanhamento dos documentos por parte dos contadores.

Como o nome diz, ele integra dados, contribuindo para os processos de apuração de resultados dos documentos contábeis. 

Ele é usado por meio do MFE, um dispositivo exclusivo do Estado do Ceará e que você precisa conhecer melhor.

O que é MFE?

Trata-se do Módulo Fiscal Eletrônico. Um equipamento para emitir o Cupom Fiscal Eletrônico que possui as regras necessárias tanto para validar um arquivo .XML quanto para rejeitar. 

Trata-se de um equipamento típico do Ceará e age muito parecido com o SAT, do estado de São Paulo. 

É importante, porém, dizer que o MFE e o SAT não são totalmente iguais. 

O equipamento cearense possui recursos extras como localização por GPS e bateria interna. Ele requer também a utilização do aplicativo Integrador Fiscal, que é quem faz a comunicação entre o software e o sistema.

Integrador Fiscal do Ceará em 2020 

Em Março de 2020, a Secretaria de Fazenda do Ceará, divulgou uma série de atualizações do seu integrador fiscal, com a liberação de um novo pacote DLLs (Biblioteca Dinâmica de Dados). 

Quais foram as mudanças do Integrador Fiscal?

As melhorias promovidas pela Sefaz do CE focam três pontos específicos:

  • corrigir falhas no sistema;

  • reduzir o número de artefatos para o funcionamento;

  • otimizar o consumo de memória e garantir melhor desempenho.

As DLLs fornecidas são:

  • integradorcore.dll

  • integradorcoreterminal.dll

  • easync.dll

  • Integrador Fiscal do Ceará em 2022

Como atualizar o integrador fiscal no Ceará?

O primeiro passo é baixar o integrador no site da Sefaz do Ceará

Após isso, os usuários de Windows deverão atualizar os PDVs gradualmente para entender o seu comportamento. Esse cuidado é necessário, pois reconfigurar o Integrador Fiscal e não apenas subscrever as DLLs antigas. 

Saiba que você ainda poderá remover as seguintes DLLs:

  • integradorMFE.dll

  • integradorNFCE.dll

  • ValidadorFiscal.Integracao.dll

Quem utiliza Linux e necessita de uma máquina virtual MONO para sua execução, precisa utilizar a versão 5.20 quanto antes para corrigir erros e falhas. 

Para contribuintes que utilizam distribuições Linux, e que necessitam da máquina virtual Mono para sua execução, recomendamos tecnicamente a atualização para a versão 5.20, o mais breve possível, porque ela corrige diversos erros e falhas.

Integração Fiscal do Ceará em 2022

A Sefaz do Ceará atualizou seu Integrador Fiscal em 2020. Mesmo depois de quase dois anos, não há previsão de que haja novas mudanças. 

O que significa que, por hora, seu sistema contábil não precisará criar novas rotinas de atualizações. Pelo menos, não em relação aos documentos gerados nesse estado!

Como trabalhar com o MFE sem complicações?

Ainda que as atualizações do integrador fiscal do Ceará tenham sido aplicadas há um tempo, é importante que as empresas que lidam com as rotinas fiscais de lá, se atentem a esses processos. 

E mesmo aquelas que começarão a atender empresas de lá. 

ERPs e sistemas de gestão que atuam no estado devem acompanhar de perto todas essas atualizações para garantir a melhor experiência aos seus usuários. 

Mas isso nem sempre é fácil, já que existem outras prioridades em uma software house, certo?

Por isso, quem deseja escalar a sua operação de verdade adota uma única API JSON REST para emitir CF-e no Ceará e NFC-e em todo o Brasil, e em qualquer tecnologia (online, offline, web, desktop, tablet ou smartPOS) precisa conhecer o Gateway da eNotas!

A API do eNotas Gateway garante a estabilidade que você precisa para focar em questões mais estratégicas do seu negócio.

Impulsione a rotina de sua empresa automagicamente com o Gateway eNotas

Jornalista e apaixonada por produzir conteúdo nos mais diferentes formatos. Nas horas vagas, é fotógrafa, viajante e mãe de suculentas.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.