Comprar seguidores é ruim?

Sim. 

Essa é a única resposta possível para a pergunta, que é feita por várias pessoas que sonham com tão desejado sucesso na internet. 

Seja para se transformar em influencer digital ou mesmo para tornar a marca de sua empresa famosa e conquistar o público nas redes sociais — principalmente o Instagram —, comprar seguidores jamais será uma possibilidade verdadeiramente boa para você.

É sério: isso é péssimo para seus negócios ou para sua imagem. Descarte, nesse mesmo instante, a possibilidade em sua estratégia de marketing. 

Se você precisa de alguns motivos para se convencer que essa não é uma boa ideia, neste texto, você encontrará algumas consequências graves em se pagar por seguidor. 

E, como por aqui você nunca fica na mão, leve ainda algumas dicas de como alcançar seguidores organicamente e de uma maneira mais saudável. 

Por que NUNCA devo comprar seguidores?

O primeiro motivo pelo qual você tem que descartar de cara essa ideia é que você mentirá para você mesmo.  E já diria o poeta que mentir para si mesmo é sempre a pior mentira. 

Deixando de lado o momento “citei Renato Russo”, é bem verdade que suas métricas serão enganosas. 

Aquele KPI esperto, alto e que atinge números bons é, na verdade, uma grande mentira, porque ele não é alcançado com qualidade, eficiência e é muito difícil que a principal métrica não seja atingida: a da conversão. 

Por isso, esses números são vazios. Sem significado para uma campanha.

E se esse motivo ainda não te convenceu, seguem consequências bem mais graves em se comprar seguidor.

Falta de engajamento

Esse problema  aqui ainda está relacionada ao anterior. Com seguidores comprados, você estará literalmente falando com ninguém.

comprar seguidores

Os perfis que te seguem simplesmente não existem! Por isso, quase ninguém comentará seus posts ou compartilhará as suas fotos. Talvez você ganhe uns likes, mas ainda assim nada que compense de fato. 

Aliás, por serem perfis fakes, uma hora ou outra o Instagram descobrirá esse fantasma e excluirá a conta. Ou seja, você perderá grande parte de seu número de seguidores. Mais uma: se você posta e ninguém comenta, ainda que o número de seguidor seja alto, o que o Instagram achará disso?

comprar seguidores1

Ora, que as suas publicações não são interessantes! Para que ele te dará alcance, então? Mas calma que o Insta não é só capaz de qualificar seus posts, não. Ele é um pouco mais malvado.

Banimento

Talvez esse seja o pior dos castigos que algumas redes sociais oferecem para o perfil que paga para ter seguidor. 

O Instagram, por exemplo, tem uma punição chamada Shadowban que, sem você saber, limita o alcance de suas publicações se a rede perceber que o seu número de seguidores subiu de repente (dentre outros motivos). 

Aliás, a rede social deixa claro em seus termos de uso que essa prática é proibida por lá. Se o Insta descobrir que esses seguidores são comprados, não tem nem conversa: você simplesmente deixa de ter a sua conta. 

Perda de credibilidade  

Supondo que você consiga um meio de burlar a regra do Instagram que te bane caso compre seguidores. Aqueles usuários que percebem isso certamente não vão confiar em alguém que precisa passar a perna para conseguir audiência. A sua imagem é totalmente devastada para um nicho. 

Sem falar que, se o seu interesse é ter muito seguidor para conseguir anunciantes ou ser afiliado, saiba que muitas empresas possuem mecanismos para descobrir como você atingiu o número de pessoas que te seguem.  

É sério, essa ideia é muito ruim. Mas você ainda não se convenceu, não é? Calma que tem mais consequências. 

A campanha de marketing fica comprometida

Se você compra perfis falsos para conseguir um certo engajamento instantâneo, ao longo de sua campanha, verá que esses números não se sustentarão.

Primeiro porque as contas falsas serão, uma hora ou outra, excluídas. Isso fará os seus números estagnarem — se é que você consiga seguidores orgânicos para “cobrir” essas perdas.

Outro fator é que número de seguidor não garante engajamento — como você já leu por aqui. Então, por mais que pareça vantajoso em um primeiro momento e que reflete um sucesso de uma campanha, esse método só atrapalha uma estratégia de marketing. 

Todo o dinheiro e energia gastos nesse processo de compra de seguidores seriam melhores aplicados em outras ações. Mas sobre investimento, calma que tem um tópico só para ele. 

O seu dinheiro vai pro lixo! 

Não tem outra forma de falar o quanto comprar seguidor é uma furada! Você investe em nada, para ganhar nada e ainda pode queimar seu filme na internet. Para que gastar dinheiro com isso, portanto? 

Gente, é sério: tira essa ideia da cabeça. 

Como conseguir seguidores naturalmente?

Bom, mas, lá no início, houve uma promessa de que você teria por aqui dicas para conseguir seguidores de maneira que valia a pena o investimento e o esforço. Fique com elas agora! 

Faça conteúdos de qualidade

Não há dica melhor para iniciar. No ramo de marketing de conteúdo, qualidade é regra que ninguém discute. Priorize a linguagem e o tipo de material que você quer publicar. Pense em um mix de material, dos mais variados possíveis, para oferecer a seu público.

Dê qualidade ao visual e que ele seja responsivo, ou seja, abra tanto em desktops e dispositivos mobiles.

E quando se fala em qualidade, a relevância também está envolvida. Seu conteúdo deve ter um motivo para existir. Ele deve fazer a diferença para o seu público. 

Seja ativo

Além de qualidade e relevância, um passo importante para que o público te note é ter uma periodicidade sadia de publicações. Sadia porque não é pra sair postando adoidado. Tenha um planejamento e pesquise sobre os melhores horários. 

Essa dica vale também para responder comentários de seguidores ou mensagens inbox. Marcar presença, afinal, não é apenas para aparecer, mas sim para conhecer o seu público, interagir com ele e, consequentemente, emplacar no engajamento. 

Vídeos!

Não há um lugar onde o vídeo não esteja. Sabe por quê? Porque todo mundo assiste. Seja no Youtube ou fora dele, como no Facebook ou Instagram ou na sensação TikTok

Stories, vídeos curtos ou remix, IGTV... há uma infinidade de possibilidade de se trabalhar com eles e todos garantem seguidores e, principalmente, engajamento. 

Eles ainda te dão certeza que você será reconhecido e, se fizer um vídeo muito bom, pode viralizar! Isso tudo sem precisar comprar seguidor!

Varie

Vídeos têm vários formatos que devem ser muito explorados, como você acabou de ler. Mas não só se vive de vídeo. 

Quando, ainda há pouco, você leu sobre mix de material, é para que esteja atento às diversas redes sociais e outras presenças que a internet permite ter, como site e blog. 

Então, marque presença em todas elas e ofereça o mais variado tipo de conteúdo que você conseguir: ebooks, posts em Instagram, Facebook, stories e IGTV.

Anuncie! 

“Poxa, mas eu li aqui que era naturalmente, achei que eu não precisaria gastar dinheiro”. 

Ora, ora, falou o que queria comprar seguidor! 

Brincadeiras à parte, conseguir seguidores organicamente é sempre o sonho de todo empreendedor digital! 

Mas é sim muito trabalhoso. Você pode gostar, claro, mas às vezes a melhor solução, e a mais prática, é realmente investir em anúncios. Aliás, é muito mais viável do que pagar por seguidor, nem se compara! 

Bom, você deve saber que existem várias plataformas para isso, nas mais variadas redes sociais, com o Facebook Ads e o Instagram Ads. O Google, maior site de buscas da internet, oferece o Google Ads, talvez o que permite maior alcance e custo-benefício. 

Outra possibilidade, se você tiver um site, é comprar palavras-chave também pelo Google. 

São diversas maneiras para pegar seu suado dinheiro, que você gastaria com pacotes de seguidores falsos, e investir de uma maneira mais eficiente e, talvez, mais inteligente. 

Por isso, pense muito bem antes de comprar seguidor. Essa não é uma ideia que deve permanecer na cabeça de ninguém. 

Se você quer ter recursos como o arrastar para cima do Stories do Instagram, que só é permitido para contas acima de 10k de seguidores, conquiste isso de uma maneira que não te prejudique lá na frente. 

Mas, sabe de algum caso de alguém que comprou e se deu mal? Ajude a convencer aqueles que ainda querem arriscar nessa tática errada contando nos comentários. Aliás, você era um desses que tinha essa vontade e se deu conta que não vale a pena? Fale pra gente!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>