O que são métricas de vaidade e porque evitá-las

Atualizado há menos de 1 semana

A estratégia de marketing de um negócio é uma parte essencial para otimizar o empreendimento e atrair novos clientes. Redes sociais e blogs se tornaram ótimas maneiras de divulgação, possibilitando também o contato com os leads. O conteúdo certo é crucial para conquistar o público.

No entanto, não adianta apenas publicar posts e esperar a mágica acontecer. É preciso analisar os dados para entender como o seu público está reagindo ao que você posta. Informações como interações, visualizações e compartilhamentos são fornecidas pelas próprias plataformas. As chamadas métricas permitem entender se o que você divulga está atraindo e conquistando as pessoas certas.

Utilizar esses dados, porém, requer atenção. Alguns deles significam que você está sendo visto, mas será que seu conteúdo está cumprindo o propósito? Afinal, um post pode ter milhares de likes, mas nenhuma interação. 

Essas são as métricas de vaidade, que devem ser evitadas na sua estratégia. Quer saber como? Confira este post!

O que são métricas de vaidade?

As métricas de vaidade são dados observados e coletados, nas redes sociais, por exemplo, mas que não ajudam a tomar nenhuma decisão estratégica.

Isso não significa que você deva ignorar essas informações ou descartá-las, mas é preciso manter em mente que essas métricas não são capazes de oferecer insights sobre seu negócio, de uma forma geral. 

As métricas de vaidade reforçam a ideia de que ter uma presença digital atualmente é extremamente importante, mas não adianta simplesmente criar a página da sua empresa ou patrocinar anúncios sem um objetivo claro. Ser visto é importante, mas mais do que isso, é primordial ser encontrado pelas pessoas certas.

Tipos de métricas de vaidade

Mas, afinal, quais são as métricas de vaidade? É claro que ter muitos seguidores ou curtidas é algo desejado por todos os empreendimentos. Mas será que é só isso que importa? 

Vamos entender melhor quais são os tipos de métricas de vaidade:

1. Curtidas

As curtidas são muito almejadas quando postamos algo nas redes sociais. Porém, é preciso lembrar que esse ato pode ser motivado por vários fatores. Muitas pessoas já curtem tudo que veem pela frente “no piloto automático”, sem nem ter lido a legenda ou visto a foto. Outros podem ter curtido seu post por causa da imagem, sem dar atenção ao conteúdo. 

No final das contas, você tem várias curtidas, mas nenhuma conversão. Não há nenhuma informação que influencie alguma tomada de decisão.

Ou seja, ficou mais do que claro porque comprar likes não é uma boa ideia. As curtidas ficam lá, sem agregar em nada na sua estratégia, e ainda podem gerar penalidades pelas próprias plataformas.

2. Seguidores

Essa métrica requer muita atenção. Imagine que você tem 50.000 seguidores, mas uma taxa de interação baixíssima e poucas conversões. Por outro lado, seu concorrente tem 500 seguidores mas uma excelente quantidade de interações e uma taxa de conversão de 80%. 

Há uma grande diferença, certo? 

É por isso que o número de seguidores é considerado uma métrica de vaidade. É claro que é interessante ter pessoas seguindo os conteúdos que você posta, mas se isso não reflete em nenhum tipo de ação, não faz muita diferença para seu negócio.  Por isso, nada de comprar seguidores!

3. Visualizações da página

Essa é outra métrica que não te ajuda a tomar nenhuma decisão importante para seu negócio. Não importa quantas pessoas visualizaram sua página, se nenhuma delas tomou nenhuma ação depois disso. 

Mais importante do que as visualizações, é importante entender e analisar o que os visitantes fizeram dentro dela. Quanto tempo ficaram por lá? Em quais botões clicaram? Ou decidiram clicar em algum link? É a partir disso que se toma decisões estratégicas. 

4. Cliques

A taxa de cliques é interessante para saber se você está conseguindo levar pessoas ao seu blog, anúncio, ou o que quer que seja. Porém, é importante ter um objetivo traçado, senão é um número vazio.

Por exemplo, se você tem muitos cliques, mas uma baixíssima taxa de conversão ou tempo de permanência na página, é preciso reavaliar para qual página você está levando o visitante, e se ela está alinhada com a expectativa da chamada. Caso contrário, você pode estar levando pessoas para onde quer, mas não fornecendo o que elas esperam, se enquadrando no famoso clickbait

Ainda existem outras métricas de vaidade Para identificá-las, basta lembrar que são todas aquelas que não te ajudam a tomar nenhuma decisão sobre seu negócio. 

Métricas para ficar de olho

Bom, se as métricas acima não ajudam a otimizar seu negócio estrategicamente falando, quais considerar? Lembre-se que o objetivo final com toda ação de marketing é gerar conversões, e entregar valor para o cliente. 

Por isso, métricas que contabilizem ações, e permitam analisar como essas ações foram tomadas, são boas apostas. Separamos algumas que você precisa prestar atenção:

  1. Taxa de conversão

Essa métrica não poderia ficar de fora. Verifique quantas pessoas seguiram suas orientações, e finalizaram o processo de compra. Assim, você consegue entender se os passos que você definiu na sua estratégia estão sendo seguidos e se funcionam.

  1. Lifetime Value (LTV)

O LTV, ou Lifetime Value, é uma métrica crucial que define o quanto um cliente realmente vale para a sua empresa, especialmente para as áreas de vendas/e-commerce.

Vamos supor que um lead fez uma compra de R$ 1000,00 e um tempo depois voltou e repetiu a aquisição, continuando esse processo a cada determinado período de tempo. Isso significa que é muito mais fácil vender para este cliente, pois ele já conhece e confia na marca.

Com mais clientes voltando e repetindo a compra, mais lucro é gerado para a empresa e menor custo com lead, e portanto, um maior LTV.

  1. Custo de aquisição de cliente (CAC)

O Custo de Aquisição por Cliente ou CAC, é uma métrica essencial para empresas que querem manter-se em crescimento, considerando os valores necessários para proporcionar este crescimento. 

É basicamente quanto custa um cliente para você, e para que você obtenha um ROI verdadeiro, vai precisar ter seu CAC x LTV na ponta da língua.

Hora de analisar suas métricas!

De uma forma geral, é muito importante lembrar que além de colocar sua estratégia de marketing e conteúdo em prática, ela precisa ter um objetivo definido desde o início para ter sucesso. Também é preciso analisar cada etapa para entender se este propósito está sendo cumprido. 

Sabemos que pode ser difícil desapegar de métricas como o número de seguidores e likes, mas lembre-se que não há nada errado em comemorar esses números. Apenas não deixe que métricas de vaidade dominem seu negócio! 

Esperamos que este post tenha solucionado todas as suas dúvidas. Preparamos também um conteúdo sobre métricas importantes para afiliados, que você precisa conferir para bombar suas vendas!

Jornalista, escritora e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.