Desenvolvimento Ágil de software: entenda o que é

Atualizado há mais de 3 semanas

Acompanhe o nosso post e descubra o que é o Desenvolvimento Ágil de Software e qual a importância dele para as empresas.

Novas abordagens de trabalho sempre tentam agregar gestão de equipes com a capacidade de desenvolvimento de projetos. 

No segmento de tecnologia, essas tendências visam minimizar o impacto que, geralmente, a elaboração de softwares tem, seja por causa do cronograma ou até do orçamento, que acabam estourando. 

Por isso, o Desenvolvimento Ágil tem ganhado terreno em organizações de tecnologia. 

Esse é um conceito em que uma equipe de desenvolvedores possuem autonomia em um projeto, sem precisar de uma linha de processos que podem encarecer o software e emperrar sua entrega.

E para conhecer melhor do que se trata esse movimento e como aplicar em sua empresa, siga o texto!

O que é Desenvolvimento Ágil de Software?

O Desenvolvimento Ágil de Software é um método de desenvolvimento de softwares de forma colaborativa, com equipes de diversos segmentos trabalhando no mesmo projeto. 

Mais do que um método, é uma mentalidade voltada para o resultado impulsionado pela criatividade, inovação e flexibilidade. 

Ideais que vão ao encontro das premissas da Era da Informação, da conectividade, da globalização e da indústria 4.0.

Tudo isso partindo de um entendimento que o segmento de tecnologia prima por reduzir o tempo de desenvolvimento e evitar que o orçamento estoure. Ainda, fazer com que o produto final seja realmente algo útil para o usuário.

Por isso, pode-se resumir o desenvolvimento ágil de software como um conjunto de conceitos, como o próprio Scrum e o sprint.

O que é uma Metodologia Ágil?

metodologia-ágil

O Desenvolvimento Ágil é um conceito que surgiu da Metodologia Ágil que, por sua vez, é uma disciplina que estuda o conjunto de comportamentos, processos, práticas e instrumentos usados para criar um projeto. 

Essa disciplina surge junto às mudanças que os produtos digitais passaram a ter ao longo do final do século 20 para o 21. 

Nessas mudanças, o design centrado no usuário começa a ser um fator fundamental nos processos de desenvolvimento de sistemas. 

Isso possibilitou que mudanças estruturais de equipes impactassem em um número maior de tarefas e, por isso, mais discussões. 

Ainda que receba o nome de metodologia, o conceito se afasta da definição de um método. Isso porque pode limitar a ideia. 

Método é um conjunto de práticas predeterminadas que, por mais que sejam importantes – sobretudo por ser modelos testados – engessam a mentalidade de quem o pratica. 

Esse conceito surgiu quando um grupo de desenvolvedores experimentaram os benefícios de um modo ágil de gerir os processos de desenvolvimentos de um determinado software. 

Depois de discutirem o assunto em um workshop, lançaram o Manifesto para o Desenvolvimento Ágil

Esse manifesto, assinado por 17 desenvolvedores, ressalta a importância de uma mentalidade na condução dos projetos para descobrir maneiras melhores de desenvolvê-los, ajudando-os mutuamente.

18 principais perguntas sobre nota fiscal eletronica
Ebook: As 18 principais perguntas sobre nota fiscal eletrônica

Quais são os benefícios e valores do Desenvolvimento Ágil?

A palavra ágil não está à toa no nome desse conceito. 

Em um projeto desenvolvido em conjunto, os erros são corrigidos organicamente, no andamento natural do processo. 

Isso evita retrabalhos e uma série de etapas que tornariam o projeto mais longo e demorado. Como você leu ainda há pouco, é justamente o que tenta evitar essa mentalidade: tempo em demasia e o consequente orçamento estourado, principalmente. 

Portanto, uma das vantagens do Desenvolvimento Ágil é que ele consome menos recursos, seus processos são mais rápidos e possui uma abordagem mais flexível. 

Essa abordagem flexível faz com que o projeto sofra mudanças toda a vez que for necessário, motivados por erros ou mesmo nas percepções dos desenvolvedores. 

Ou devido ao público e ao contexto para o qual o software será inserido, desde mudanças de comportamento no seu nicho a lançamentos de novas tecnologias. Ou mesmo devido à concorrência. 

Em relação a equipe de desenvolvimento, nesse conceito ela ganha mais autonomia, gerando mais satisfação, motivação, produtividade e engajamento. 

Tudo isso, por fim, gera melhores projetos que acarretam em melhor satisfação do cliente, já que ele terá um software mais alinhado com suas necessidades, muito mais trabalhado e de alto grau de desenvolvimento.  

Desenvolvimento Tradicional X Desenvolvimento Ágil

desenvolvimento-ágil

É possível dizer que o desenvolvimento ágil quebrou um paradigma que imperava no setor de tecnologia até o manifesto ágil. 

O tradicional funciona com um fluxo chamado cascata: um novo processo só pode ser iniciado quando um anterior for concluído.

Ou seja, tudo é muito linear, o que pode representar rigidez e menos envolvimento dos desenvolvedores, que apenas executam suas tarefas e não pensam de forma profunda sobre o que fazem. 

Com o pensamento linear do desenvolvimento tradicional, torna-se bem difícil que um projeto não termine exatamente como ele foi pensado inicialmente. 

Isso é um problema, uma vez que o mundo está em constante atualização e novas tecnologias aparecem a todo o momento. 

Sem mencionar que os erros são resolvidos de maneira mais metódica, possibilitando que quando ocorre, ocasione retrabalhos e atrasos. 

Por sua vez, o desenvolvimento ágil trabalha com uma mentalidade mais fluida, como se fosse uma espiral de processos, em que o projeto é testado em ciclos e aprovado ou não.

Mas, por ser trabalhado em coletivo, sem uma cascata de fluxos, os erros são resolvidos organicamente, com o projeto sendo testado a todo instante, fazendo, portanto, que existam poucos processos de retrabalho —  para não dizer que nunca há.

Por isso, o desenvolvimento ágil é muito mais recomendado em organizações de softwares, porque permite que um projeto seja gerido com menos retrabalho, com mais engajamento e aderente ao momento do mercado. 

E se no desenvolvimento ágil de softwares o projeto é testado a todo instante e isso parece ser uma boa ideia para você, talvez goste da próxima sugestão.

As APIs são interfaces que servem como ponte entre uma plataforma e outra, certo? E como você faz para testar a sua funcionalidade de maneira prática?

Se te instigou, conheça o Postman, uma ferramenta que te possibilitará fazer esses testes e desenvolver ainda mais o seu projeto de APIs Rests! Confira!

Vivencie a melhor experiência da galáxia em automação fiscal!

Os maiores ERPs e SaaS, como a TOTVS e a Conta Azul, já utilizam a API do eNotas Gateway. E você? Vai ficar de fora dessa?

Conheça o eNotas Gateway!

  

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.