Gestão financeira: 7 maneiras para melhorar o seu desempenho

Quando se fala na otimização da gestão financeira, muitos pensam na redução de despesas, no aumento de lucros e na emissão de notas fiscais eletrônicas. Esse termo está relacionado ao conjuntos de ações voltadas às questões contábeis do negócio, focando a obtenção de resultados positivos e a melhoria do desempenho da equipe.

É muito importante estar preparado para superar obstáculos nessas horas. E acredite: a quantidade de contratempos pode surpreender um profissional muito experiente, pois nem sempre é fácil analisar e planejar a sua gestão financeira

Por esses motivos, este post mostra 7 dicas. Confira a seguir.

1. Monitorar o mercado

As relações entre empresas e clientes são voláteis. Uma solução muito procurada atualmente pode perder espaço para a concorrência em um curto intervalo de tempo. Além disso, a sua empresa pode ficar desatualizada em relação ao uso de novas tecnologias ou às alterações fiscais.

Essas situações mostram que é essencial acompanhar o mercado de perto. Qualquer novidade deve ser conhecida por um profissional que almeja atrair mais clientes e prestar um serviço de qualidade. Desse modo, leia os blogs mais relevantes em sua área de atuação. Não se esqueça de acompanhar portais de notícia também.

Outro ponto fundamental está atrelado à participação em feiras, congressos e eventos, presenciais ou digitais. Esses encontros o ajudam a divulgar a sua marca, manter-se antenado com os assuntos mais novos e fazer um bom networking para o seu negócio.

2. Realizar o planejamento estratégico

Qual é a relação entre uma viagem de férias para o Caribe e uma gestão financeira? A comparação é estranha, mas as duas situações precisam de muito planejamento. Quem não se prepara corretamente compra passagens mais caras ou fica com as contas no vermelho, por exemplo.

Muitos empreendedores acreditam que o planejamento estratégico só pode ser aplicado em grandes corporações. Na verdade, qualquer tipo de gestão precisa disso, seja um canal no YouTube, seja uma solução Saas.

Antes de tomar qualquer atitude, você deve definir os seus objetivos e analisar os recursos financeiros disponíveis. Com essas informações em mãos, é possível estipular metodologias para alcançar as suas metas.

Em outras palavras, o planejamento estratégico é uma atividade sistêmica, que estuda todos os setores da empresa e permite a priorização de tarefas essenciais para o seu funcionamento.

3. Controlar as receitas da empresa

Ao acompanhar as despesas de perto, é possível evitar dores de cabeça na hora de pagar as contas e fazer investimentos. De nada adianta, por exemplo, vender muito se o orçamento financeiro não está em dia. Por isso, conheça os tipos de custos e analise diariamente o seu fluxo de caixa.

4. Reduzir a burocracia

Infelizmente, Brasil ainda é conhecido por processos burocráticos. Segundo um relatório do Banco Mundial, as empresas nacionais são aquelas que mais gastam tempo para calcular e pagar impostos no mundo: 1.958 horas e R$ 60 bilhões por ano.

Esses números são surpreendentes, não é mesmo? Por conta disso, você deve focar os seus esforços para reduzir a burocracia no negócio. Algumas dicas podem ajudá-lo a diminuí-la

4.1. Treinar a equipe

Uma equipe bem preparada é um dos pilares de uma gestão financeira de qualidade. Dessa forma, você deve realizar treinamentos e manter todos os funcionários antenados com as novidades do mercado. Não se esqueça de participar desses momentos também.

4.2. Delega funções

Colaboradores dependentes não tomam atitudes sozinhos e não crescem dentro do negócio. Saiba que, em muitas situações, eles têm que realizar ações rapidamente, sem a ajuda de seus superiores.

A confiança necessária nessas horas só é alcançada quando você delega funções. Assim, a autonomia da equipe melhora a performance da gestão financeira e reduz a burocracia. Além disso, você ganha mais tempo para se preocupar com outras áreas mais relevantes também..

4.3. Rever processos

Perder tempo com atitudes desnecessárias não é algo saudável em uma gestão financeira. Se a sua equipe realiza tarefas repetitivas, provavelmente, há algo de errado em sua estrutura. Portanto, sempre analise os processos realizados e considere alguns aspectos:

  • o tempo de resposta está adequado ao planejamento?
  • as tarefas envolvem mais profissionais do que necessário?
  • como está a produtividade? As ações atuais fomentam o seu crescimento?
  • existem gargalos operacionais?

Ao obter as respostas para essas perguntas, você consegue tomar decisões mais precisas e que reduzem a burocracia.

5. Ficar atento à inadimplência

A inadimplência é outro problema que você não pode deixar de lado. O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) informa que 62,1 milhões de brasileiros terminaram o terceiro trimestre de 2018 com alguma dívida. Com tanta gente devendo, é impossível que você consiga fugir dessa questão. Por isso, é muito importante reduzir a inadimplência.

Veja algumas dicas abaixo:

  • conhecer o cliente e criar um histórico de compra, a fim de definir a concessão ou não de crédito;
  • preferir receber à vista. Nessas horas, descontos o ajudam a atrair consumidores;
  • formalizar a operação a partir da emissão de notas fiscais;
  • escolha uma data de vencimento adequada;
  • tenha bom relacionamento com todos.

Por mais que você evite a inadimplência, não há chances de fugir de todos os atrasos de pagamentos. Quanto mais tempo você demorar para identificar uma cobrança, maior será o prejuízo. Desse modo, a sua estratégia de cobrança deve ser eficiente, aplicando um plano de cobrança com:

  • prazo máximo de atraso;
  • canais de comunicação variados;
  • penalidades fiscais (multas e taxas de juros) aplicadas;
  • cálculo da renegociação do débito.

6. Acompanhar os resultados

Os números das vendas, dos investimentos realizados e das dívidas existentes variam à medida que o seu negócio cresce. Em hipótese nenhuma, é admissível perder o controle da sua gestão financeira. Por essa razão, monitore tudo o que acontece e não hesite em tomar atitudes ao encontrar algo errado.

7. Promover o diálogo

É essencial criar um ambiente de trabalho aberto ao diálogo, onde todos os funcionários são livres para expor opiniões, propor mudanças e fazer feedbacks. Muitas empresas se esquecem desse tópico e dão voz apenas aos cargos de chefia.

Ao tomar essa atitude, você perde boas chances de encontrar soluções que fomentam a melhoria da gestão financeira em uma simples conversa na hora do café, por exemplo. Portanto, considere o ponto de vista de todos, de estagiários até diretores.

Dicas bônus: Automatizar a emissão de notas fiscais

A emissão de notas fiscais é um assunto que ainda gera dúvidas, já que cada prefeitura tem as suas próprias regras. Além do mais, existem vários tipos de notas fiscais, e cada uma tem características diferentes, como a Nota Fiscal Eletrônica de Serviço eletrônica (NFS-e) e a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Quem realiza essa atividade manualmente atrapalha a performance do controle econômico, pois erros podem acontecer, como falhas no preenchimento de informações e instabilidades no sistema de emissão da prefeitura. Em todos os casos, a sua empresa perde tempo e dinheiro. E esses recursos poderiam ser empregados em áreas mais relevantes para o negócio.

Em meio a esse cenário, procure uma solução que automatiza a emissão de notas fiscais e facilita a sua rotina de trabalho. Opte por um parceiro que tem um checkout minimalista e está integrado às melhores plataformas também.

Conclusão

Existem, de fato, vários desafios na rotina de um empreendedor. Não basta, oferecer produtos ou serviços de qualidade para ter bons resultados no mercado hoje em dia. É essencial realizar uma gestão financeira adequada aos seus objetivos e que mantém as contas longe do vermelho.

Em um primeiro momento, você pode ter dificuldades para encontrar o caminho certo a ser trilhado. Contudo, basta ter atenção e aplicar as 7+1 dicas expostas neste post.

Quer se preparar ainda mais para enfrentar os desafios do mercado financeiro? Continue conosco e descubra as principais perguntas sobre nota fiscal eletrônica!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>
Gabs

Como conseguir 200 mil visitas mensais no seu site sem gastar com anúncios