sefaz virtual
LEGALIZAÇÃO

O que é a Sefaz Virtual?

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso guia e descubra o que é a Sefaz Virtual e a importância dessa ferramenta disponibilizada pelo governo. Confira!

Elaborada pelo Estado do Rio Grande do Sul (SVRS), a Sefaz Virtual tem sido referência para os estados brasileiros, possibilitando a estes autorizar as notas fiscais eletrônicas emitidas por empresas jurisdicionadas em seus territórios.

Vale ressaltar que a SVRS foi reconhecida no Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov), que é considerado o concurso mais importante do País na área de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) dentro da categoria e-Administração Pública.

Quer saber um pouco mais sobre a Sefaz Virtual? Então você veio ao lugar certo! Confira o nosso post!

O que é a Sefaz Virtual?

A Sefaz Virtual é um ambiente tecnológico de autorização, distribuição e integração de documentos fiscais, estabelecidos nacionalmente pelas Secretarias de Fazenda e pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ).

Nela é possível executar todas as atividades de recepção, autorização e armazenamento de NF-e para que diferentes unidades da federação. A partir disso, estados que não contam com infraestrutura informatizada própria para o Sped são capazes de aderir ao projeto.

Aqueles que optarem por utilizar dessa ferramenta podem ainda escolher um dos dois ambientes de Sefaz Virtual em funcionamento atualmente: um da RFB, hospedado no Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), e o segundo instalado no Rio Grande do Sul.

Dentre as principais funcionalidades identificadas para o ambiente de Sefaz Virtual temos como exemplo:

  • Recepcionar notas fiscais eletrônicas e lotes de NF-e;

  • Processar notas fiscais eletrônicas e lotes de NF-e;

  • Autorizar notas fiscais eletrônicas e lotes de NF-e;

  • Cancelar NF-e autorizadas;

  • Inutilizar numeração de NF-e;

  • Disponibilizar a consulta de nota fiscal;

  • Fornecer informações sobre o status de serviço

O que é uma Sefaz Virtual de Contingência?

Semelhante ao conceito anterior, a Sefaz Virtual de Contingência é um ambiente tecnológico voltado para situações de contingência.

Em outras palavras, na eventualidade de ocorrer algum problema técnico que impossibilite a execução de qualquer um dos serviços disponibilizados pela plataforma, o ambiente de Contingência entra em ação, viabilizando a realização de todo o fluxo da operação.

Os ambientes de contingência atualmente em uso são: Sefaz Virtual de Contingência do Ambiente Nacional-(SVC-AN) e Sefaz Virtual de Contingência do Rio Grande do Sul-(SVC-RS): 

Quais são os documentos da Sefaz Virtual?

Após a implementação da NF-e, em 2006, foram elaborados também pela Receita Estadual o CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico), em 2007, e o MDF-e (Manifesto de Documento Fiscal eletrônico), em 2010.

A expansão para o varejo, por meio da NFC-e, em 2012, foi consequência desse processo de uso das novas tecnologias.

Em 2017, foi a vez do BP-e (Bilhete de Passagem Eletrônico) ser lançado. E, em 2020 foi lançado  a NF3-e de energia elétrica, que vai substituir as contas de energia elétrica.

Quais são os benefícios da Sefaz Virtual?

O projeto Sefaz Virtual viabiliza os seguintes benefícios e vantagens aos contribuintes e Secretarias Estaduais de Fazenda participantes:

  • Redução de custos e entraves burocráticos, facilitando o cumprimento das obrigações tributárias e o pagamento de impostos e contribuições;

  • Melhor intercâmbio e compartilhamento de informações entre os fiscos;

  • Disponibilização de um ambiente computacional seguro, de alta disponibilidade e de elevado desempenho;

  • Viabilização da participação no projeto de um número maior de empresas contribuintes, localizadas em todo o território nacional;

  • Fornecimento de um ambiente único e padronizado para as Secretarias de Fazenda e empresas participantes do projeto.

Quais estados utilizam a Sefaz Virtual?

Para participar do Sefaz Virtual como empresa emissora de NF-e, o primeiro passo a ser realizado pela empresa é entrar em contato com a Secretaria Estadual de Fazenda correspondente à UF onde ela está situada.

Depois de confirmado seu cadastro junto á Sefaz Virtual, a empresa deverá preparar seu ambiente computacional para se comunicar com o SVAN.

Em seguida, a empresa poderá realizar, por tempo indeterminado, experimentos com sua solução tecnológica em um ambiente de testes, denominado ambiente de homologação. 

Se a empresa optar por não mais participar do Sefaz Virtual, ela deverá solicitar a exclusão dos seus dados cadastrais junto à Sefaz.

Da lista de estados que utilizam a Sefaz Virtual, temos a seguinte disposição:

  • UF's que utilizam a SVC-AN: AC, AL, AP, DF, ES, MG, PB, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO 

  • UF's que utilizam a SVC-RS: AM, BA, CE, GO, MA, MS, MT, PA, PE, PI, PR

Quais são os webservices da Sefaz Virtual?

Os webservices da Sefaz Virtual podem ser checados por meio do Portal da NF-e, como mostra a imagem abaixo: 


Conclusão

Nesse post, você aprendeu um pouco mais sobre a Sefaz Virtual bem como a sua importância nacional como ambiente tecnológico de autorização, distribuição e integração de documentos fiscais.

Aproveite o nosso guia e descubra o que é o Consumo Indevido, suas principais causas e as consequências por detrás dessa prática. Confira!

...

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.