9 termos de contabilidade que todo empreendedor deve conhecer

Todo empreendedor deve dominar inúmeras áreas do conhecimento. Não basta apenas criar uma solução inovadora, como um emissor de notas fiscais eletrônicas ou uma plataforma EAD, é preciso entender sobre as demandas do mercado, os desejos dos clientes e vários outros assuntos.

Nessas horas, algumas questões podem passar despercebidas, como certos termos de contabilidade. Como algumas palavras e expressões não são comuns, você pode acabar deixando-as de lado.

Se você deseja escalar o negócio e mantê-lo regularizado, saiba que é muito importante entender mais sobre a contabilidade — ou pelo menos saber onde encontrar as respostas para as suas dúvidas, como com o seu contador.

Este post mostra 9 termos de contabilidade que vão enriquecer seu vocabulário.

1. Balanço patrimonial

Demonstração que tem os resultados financeiros da empresa em um determinado período, permitindo uma análise quantitativa e qualitativa da situação.

O balanço patrimonial é dividido em:

  • ativo: representa os bens da empresa, como imóveis e veículos, e outros valores financeiros, como contas a receber e saldos bancários;
  • passivo: corresponde às obrigações devidas, como quantias a serem pagas e outras contas; 
  • patrimônio líquido: equivale à diferença entre o ativo e o passivo, mostrando as riquezas do negócio e quanto o empreendedor já investiu.

2. Regime tributário

Indica o sistema de cobrança de impostos que o seu negócio precisa pagar. O regime tributário está relacionado ao faturamento, à área de atuação e ao tamanho da gestão. 

É muito importante escolhê-lo corretamente, pois é possível:

  • pagar menos impostos e reduzir despesas;
  • respeitar as legislações fiscais existentes;
  • manter a empresa legalizada.

Existem os seguintes regimes tributários:

Antes de tomar qualquer decisão, sempre busque ajuda de seu contador. Ele é o profissional que tem o conhecimento necessário para auxiliá-lo a escolher o melhor regime tributário.

Quer aprender mais sobre o assunto?

Veja o nosso post sobre os regimes tributários, suas características, vantagens e desvantagens.

3. Fluxo de caixa

Recurso contábil utilizado para acompanhar todas as entradas e saídas financeiras do empreendimento. Isso quer dizer que o fluxo de caixa é uma ferramenta poderosa e fundamental para a tomada de decisões e a descoberta de gargalos.

Ele permite que você descubra os lucros, as dívidas e o capital de giro existentes em um determinado período. Ao executá-lo corretamente, você tem facilidade para entender o presente e planejar o futuro da empresa.

Confira algumas dicas para colocá-lo em prática:

  • registre as entradas e saídas diariamente;
  • planeje os pagamentos e os recebimentos futuros;
  • analise todos os dias e proponha melhorias sempre que possível.

O fluxo de caixa deve ser atualizado sempre que acontecer uma venda ou uma aquisição.

4. Rentabilidade e lucratividade

Os dois termos de contabilidade são parecidos, mas representam ideias diferentes.

A rentabilidade está relacionada à porcentagem do lucro líquido alcançada pelo negócio, após a consideração de todos os custos de produção e comercialização dos produtos e serviços.

A lucratividade está atrelada ao rendimento dos investimentos feitos pelo empreendedor.

Em outras palavras, a rentabilidade é utilizada para definir o preço de comercialização, já a lucratividade indica o retorno financeiro dos investimentos aplicados no negócio. A partir disso, a precificação se torna mais eficiente e você consegue identificar oportunidades que trazem melhores resultados.

Entenda melhor com o nosso exemplo:

A venda de 100 cursos online gerou um lucro de R$ 10 mil e foram gastos R$ 5 mil em campanhas de marketing. Nesse caso, a rentabilidade das ações de marketing é igual a 200% (10.000/5.000*100), isto é, para cada real investido, teve-se um retorno de R$ 2,00.

Contudo, foi necessário gastar R$ 13 mil na produção, filmagem e edição dos conteúdos, representando uma lucratividade de 76,92% (10.000 / 13.000 * 10.000), ou uma perda de 23,08% de capital.

Ao saber como esses termos de contabilidade se diferenciam, você consegue manter o negócio rentável e lucrativo ao mesmo tempo.

5. Custos

Segundo a Norma e Procedimento de Contabilidade 02 do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), os custos são:

“A soma dos gastos incorridos e necessários para a aquisição, conversão e outros procedimentos necessários para trazer os estoques à sua condição e localização atuais (...) de modo a colocá-los em condições de serem vendidos, transformados, utilizados na elaboração de produtos ou na prestação de serviços que façam parte do objeto social da entidade, ou realizados de qualquer forma”

Ou melhor dizendo, eles são todos gastos para elaborar um produto ou serviço, como a compra de matérias-primas, a contratação de funcionários ou o aluguel de máquinas.

6. Capital Social

É o valor estabelecido para o seu empreendimento em sua quantia bruta. Desse modo, o capital social é a soma de todos os investimentos aplicados no momento de abertura da empresa.

Ele é utilizado para garantir o funcionamento das atividades enquanto os lucros esperados não são obtidos, como a compra de computadores e carros ou a admissão de colaboradores.

Mais uma vez: sempre peça ajuda de um contador caso você tenha dúvidas ao definir o capital social.

7. Demonstração de Resultado de Exercício (DRE)

O DRE é um extrato de todas as operações financeiras de uma empresa em um dado período. Esse termo de contabilidade deixa claro qual é a síntese dos resultados, evidenciando despesas, lucros, investimentos, impostos e taxas.

Lembre-se de que a realização do DRE deve ser detalhista, a fim de ampliar o escopo e o seu campo de visão. Alguns de seus principais itens são:

  • Receita de vendas;
  • Receita líquida;
  • Dedução de impostos;
  • Despesas de vendas;
  • Resultado bruto
  • Despesas administrativas;
  • Resultados antes do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido)
  • IRPJ e CSLL;
  • Resultado líquido.

8. Fato gerador

Esse é um dos termos de contabilidade que mais geram dúvida entre os empreendedores. O fator gerador pode ser definido como uma ação que origina a obrigação tributária. Isso quer dizer que ele traz a tona a necessidade de pagar impostos.

Fique atento para não confundir nota fiscal com fato gerador. A nota fiscal é o documento que formaliza a incidência do imposto.

Ou seja, basta prestar um serviço, vender uma mercadoria, importar ou exportar insumos que haverá incidência de impostos e um fato gerador.

Não deixe esse assunto de lado, pois quem não respeita as leis tributárias está sonegando impostos, abrindo brechas para problemas com o fisco.

9. Emissor de nota fiscal

Você tentou emitir notas fiscais manualmente? Se sim, provavelmente, passou por poucas e boas, não é mesmo?

Nessas horas, diversos imprevistos podem acontecer, como:

Um emissor de nota fiscal é uma poderosa ferramenta para ser usada nessas situações. Ele automatiza tarefas e faz com que você tenha mais tempo para cuidar de questões mais importantes para a sua vida.

Mas como isso acontece? Pois bem, um emissor de nota fiscal eletrônica trata todas as instabilidades da prefeitura e da Secretaria da Fazenda, tentando emitir os documentos quantas vezes for necessário.

Ao utilizar o eNotas, por exemplo, você nem fica sabendo desses problemas e consegue otimizar a sua rotina. Além disso, a nossa ferramenta também envia as notas fiscais para o cliente automaticamente.

Com a leitura deste conteúdo, você entendeu mais sobre os 9 principais termos de contabilidade que todo empreendedor deve conhecer.

Quem conhece os termos de contabilidade mais comuns consegue traçar estratégias de crescimento econômico, dialogar melhor com o contador e tomar atitudes melhores.

O uso de um emissor de nota fiscal é algo que melhora o seu trabalho e torna o seu negócio mais escalável também.

Se você não quer mais se preocupar com notas fiscais, basta entrar em contato com a nossa equipe!

About the Author

Gabriel Nascimento - Analista de marketing apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas!

>

Vou te mostrar como gerar centenas de milhares de visitas em seu blog sem gastar com anúncios

Gabs