emissão de nfs-e sem certificado digital
LEGALIZAÇÃO

Como emitir NFS-e sem certificado digital?

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso guia e descubra como é possível emitir Nota Fiscal de Serviço Eletrônica em algumas prefeituras, sem a necessidade de obter um certificado digital.

Em muitos casos, a compra de um certificado digital pode se tornar uma barreira para novos empreendedores que precisam emitir notas fiscais para prestarem um serviço. Além disso, o processo de aquisição e de registro de um certificado digital pode acabar demorando.

Mas… e se eu te contasse, que é possível emitir Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) SEM precisar de certificado digital em algumas prefeituras?

Ficou interessado? Então confira o nosso post para mais detalhes!

Você sabe o que é certificado digital?

O certificado digital é a representação da identidade de uma pessoa física ou jurídica, sendo também utilizado como assinatura de documentos digitais, como contratos e notas fiscais eletrônicas.

No caso dos documentos fiscais, o órgão fiscalizador (prefeituras ou estados) vai apurar se as informações são corretas e verídicas. 

Assim, se você for emitir uma NFS-e, por exemplo, precisará confirmar as informações transmitidas à prefeitura para que ela possa validá-las. Essa é uma exigência da maioria dos municípios.

Desta forma é possível  garantir maior segurança e integridade dos dados e atestar a autenticidade da operação realizada.

É preciso ressaltar que há vários tipos de certificados digitais, sendo o mais comum os do Tipo A (A1 e A3), que são indicados para profissionais liberais, independentemente da área de atuação, que precisam realizar o envio de documentos digitais assinados. 

Organizações que têm um grande volume de validação de documentos também podem otimizar o trabalho utilizando-se desse certificado.

Curiosidade!

Você sabe qual a diferença entre o certificado digital A1 e o A3?

Resumidamente, o A1 é criado/destinado diretamente para o seu desktop e fica armazenado no seu navegador de internet ou em dispositivos móveis. Esse certificado possui validade de um ano.

Já o certificado digital A3 possui estrutura física, pois fica armazenado em um token ou smartcard, podendo ser levado de um local para outro sem a necessidade de utilização em um único computador autorizado.

Basta informar a senha para que os dados sejam assinados com segurança. A validade deste tipo de certificado é de até 5 anos.

Como emitir NFS-e sem certificado digital?

Como comentamos nos tópicos anteriores, a emissão de NFS-e sem assinatura digital é algo que dependerá da regulamentação de cada prefeitura. Assim, é preciso que você procure verificar se o seu município permite tal ação.

Para que um ERP, por exemplo, consiga oferecer um sistema compatível com todos os tipos de emissão de notas fiscais e ainda dispor de um recurso de emissão sem certificado digital, ele precisará contar com uma API escalável e eficiente.

Se você ainda não conhece um jeito prático de emitir os documentos fiscais eletrônicos com o seu software, então você precisa conhecer o eNotas Gateway, uma API REST poderosa e inteligente para emissão de notas fiscais. 

Veja como é fácil uma empresa realizar as configurações para começar emitir sem certificado digital utilizando o eNotas Gateway:

Para configurar uma empresa de modo a passar a emitir notas fiscais sem certificado digital, basta usar o endpoint de atualização de empresa e inserir o login e senha de acesso à prefeitura por meio do JSON.

Você vai precisar preencher os atributos “usuarioAcessoProvedor” e “senhaAcessoProvedor”, dentro do node “configuracoesNFSeHomologacao” ou “configuracoesNFSeProducao”.

Veja o exemplo de JSON:

json nfs-e
atenção!

Algumas prefeituras podem solicitar outras informações, como o token de acesso ou frase secreta.

Com o eNotas Gateway você emite automaticamente sem certificado digital em diversas cidades, como por exemplo:

  • Bahia (BA): Barreiras, Maraú, Porto Seguro;
  • Rio de Janeiro (RJ): Cabo Frio, Itaboraí, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio de Janeiro, São Gonçalo;
  • Rio Grande do Sul (RS): Alvorada, Osório, Pelotas, Gravataí;
  • Santa Catarina (SC): Balneário Camboriú, Biguaçu, Florianópolis, Garuva, Indaial, Itapoá, Joinville;
  • Minas Gerais (MG): Araxá, Brumadinho, Contagem, Nova lima, Vespasiano;
  • São Paulo (SP): Atibaia, Barueri, Bauru, Campos do Jordão, Caraguatatuba, Guarulhos, São José dos Campos, São Paulo (para empresas do Simples Nacional).
atenção!

Consulte o nosso time para mais localidades e detalhes.

E aí, tá esperando o quê para vivenciar a melhor experiência de automação de nota fiscal da galáxia e emitir NFS-e sem certificado digital? 

Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já conhece nosso canal de notícias fiscais no Telegram?
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.