API-para-nota-fiscal
LEGALIZAÇÃO

API para nota fiscal : como escolher a melhor?

Atualizado há mais de 1 semana

Acompanhe o nosso post e descubra quais os critérios você deve observar na escolha de uma API simples, única e eficiente para emissão de nota fiscal!

Quando o assunto é a emissão de nota fiscal, sabe-se que por se tratar de um tema com abrangência nacional, as complicações podem ser numerosas.

Dentro de uma lista de dificuldades e barreiras que podem ser encontradas, podemos destacar:

  • Dificuldade com a integração de prefeituras, principalmente aquelas sem webservice —  como é o caso de Barueri, Valinhos e Joinville, por exemplo;
  • Problemas com a replicação do layout das notas —  uma vez que esse tópico fica a critério de formulação de cada município;
  • Embaraços e retrabalho por causa das instabilidades constantes dos servidores das prefeituras e Secretarias da Fazenda;
  • Necessidade de certificado para emissão de NFS-e.

Bom, esses são só alguns itens de um grande índice de inconveniências que você pode encontrar na prática e, só quem vive essa experiência sabe o quão burocrático esse processo de emissão pode realmente ser.

Se você quer ficar livre de todos esse problemas e parar de se preocupar com essas questões, então a melhor saída é contar com a ajuda de um parceiro capaz de solucionar esses e muitos outros obstáculos quando o tema é a emissão de notas fiscais.

Neste guia, além de listamos os critérios que ajudará você, a escolher a melhor API para nota fiscal, indicaremos também, a solução que promete te salvar desses apertos e possibilitar a sua escala de crescimento a nível nacional!

Quer fazer a melhor escolha? Então fique de olho neste post!

api-para-nota-fiscal

Quais fatores devo considerar na hora de escolher uma API de Nota Fiscal Eletrônica?

Contar com um sistema de autoridade que transmita confiança e que, além disso, entregue, de fato, com qualidade, as funcionalidades necessárias para suprir as demandas, é o desejo de todo empreendedor ou desenvolvedor que busca crescer e vencer a concorrência.

Para garantir uma boa decisão e atingir essa expectativa, é preciso que se observe alguns critérios antes de fazer essa importante escolha.

Pensando nisso, listamos os 12 principais fatores que você deve levar em consideração no momento de se escolher uma API para Nota Fiscal Eletrônica no mercado. Veja:

escolher-api-nota-fiscal

1. Alta escala - Poder de processamento

Contar com um software escalável é um plano estratégico para qualquer empresa. Portanto, usar uma API eficiente significa abrir a possibilidade de crescimento para o seu negócio.

Se você pretende atender empresas com alto volume de emissão (>100-200k notas/mês por ex.) ou grande quantidade CNPJs emissores, é importante entender os cases similares que essa API já suporta.

Busque entender tecnicamente a arquitetura da plataforma para verificar o quão preparada ela está para cenários mais complexos e com intensidade de dados.

Dependendo da maturidade e tamanho do seu projeto, peça para falar com alguém técnico ou o próprio CTO, para conseguir a segurança que precisa.

É importante garantir que a arquitetura das soluções envolvidas, tanto da API quanto da infra-estrutura envolvida, esteja muito bem preparada para escala.

Senão… em momentos de crescimento ou pico de emissão, toda a integração pode ir por água abaixo (temos até medo de compartilhar alguns relatos que ouvimos no nosso setor comercial).

Vale lembrar que, é complexo fazer um stress-test ou teste de carga, principalmente porque você precisaria comunicar com ambientes de homologação da prefeitura ou da Sefaz, que são meios bastante instáveis (isso quando existem). 

Por isso, atente-se a esses detalhes e entenda verdadeiramente a solução que está cogitando assinar. Lembre-se: será um relacionamento de longo prazo e bem crítico!

2. Cobertura dos principais modelos de notas fiscais

Diante de tantos tipos de notas fiscais, o ideal é procurar por uma API que enquadre as principais modalidades desses comprovantes, assim,  você terá maior liberdade de escalar nacionalmente.

Outra dica é observar se o sistema em análise utiliza modelos similares de implementação para os principais tipos de notas, com pouquíssimos ajustes ou, até mesmo,  sem adaptação.

Vale lembrar que, dependendo da nota, cada região pode ter um regulamento específico. Portanto, mesmo que você não tenha uma demanda imediata, essa é uma forma de trazer segurança para a empresa caso venha a surgir essa necessidade.

Entre os principais modelos, temos:

Como visto, a sua API de NF-e escolhida deve suportar tanto a NFC-e quanto o CF-e, que é um documento fiscal eletrônico totalmente diferente.

Agora, se você for atender à prestadores de serviço e deseja emitir a NFS-e, é importante verificar não só se a empresa escolhida atende as cidades onde você pretende emitir.

Há casos como Brasília/DF, por exemplo, onde será necessário emitir uma nota fiscal eletrônica conjugada (modelo 55) — mesmo para serviços.

Então, é importante a plataforma de nota fiscal eletrônica escolhida suportar tanto a NFS-e quanto a NFC-e, assim você evita fadiga lá na frente se precisar atender a esses cenários.

3. Funcionamento Offline - Sem internet

Vira e mexe, os servidores das prefeituras e Secretarias da Fazenda acabam ficando indisponíveis. 

Portanto, é importante verificar se a API tem capacidade de absorver estas instabilidades, permitindo que as notas continuem sendo emitidas. Neste caso, em contingência.

Além disso, é importante garantir que sua API de nota fiscal continue funcionando mesmo sem internet, ou totalmente offline, principalmente se o cenário for o varejista.

Você consegue imaginar o que ocorreria em um supermercado ou uma loja com alto volume de vendas caso dependessem de internet para emitir uma nota fiscal?

Além do caos no estabelecimento, poderia correr o risco de também serem autuados por não conseguirem emitir o documento quando solicitado.

Logo, é garantir que sua API de nota fiscal continue funcionando mesmo diante desses cenários é um critério muito importante.

4. Estrutura de servidores e guarda dos arquivos

Esse é um requisito fundamental. É preciso avaliar se a API possui uma boa estrutura de servidores, rodando em nuvem de preferência em uma mais conhecida (com maior autoridade), como é o caso da Microsoft Azure,  por exemplo —, isso representaria um diferencial positivo. 

Ah, antes de fechar o contrato, não esqueça de verificar a respeito da garantia da guarda legal.

Vale lembrar que, o armazenamento dos arquivos .XML das notas fiscais eletrônicas devem ser feito, pois a Receita Federal poderá solicitá-los a qualquer momento dentro do prazo de 5 anos! 

5. Facilidade de integração 

Qual o seu ramo de atuação? Se você tem clientes prestadores de serviço, terá a obrigação de oferecer a emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica.

E é aqui que a mágica precisa acontecer. Por se tratar de NFS-e, não existe ainda um padrão único que cubra todo o território nacional.

Isso quer dizer que, para cada cidade poderá existir centenas de regras e critérios diferentes quando o assunto for a emissão dessa nota.

Apenas como um breve demonstrativo, acompanhe o caso a seguir: A imagem representa os códigos e referências que precisam conter no .XML para a prefeitura de São Paulo-SP.

nfs-e-em-php-sao-paulo

Atente-se para o tipo de descrição própria e ao termo "tpCidade". 

Agora observe a figura seguinte. Esta também representa os códigos que devem ser inseridos no .XML, mas estes, para a prefeitura de Barueri-SP

nfs-e-em-php-barueri

Percebeu a complicação burocrática? Mesmo com prefeituras próximas, os formatos podem variar.

E tem mais. Além de toda essa dificuldade com a integração de prefeituras, existe ainda aquelas sem webservice —  como é o caso de Barueri, Valinhos e Joinville, por exemplo.

Portanto, na hora de escolher com qual API emissora de Nota Fiscal contar, decida com por uma que tenha um padrão único e assim, acabe de vez com essa preocupação e dor de cabeça.

Observação:

 A partir daí, você conseguirá entregar uma boa experiência para o cliente com muito menos trabalho, esforço e em uma escala nacional. A impressão seria como se você estivesse emitindo para uma única prefeitura. 

6. Versionamento de API

Para além de facilidade e um apoio em longo prazo, crescendo com você, é importante essa API continue operante, não quebrando com qualquer atualização que acontecer.

É evidentemente que qualquer sistema atual,  que possua uma quantidade grande de usuários, têm constantes atualizações, portanto, é interessante que essa API não mude a interface quando é atualizada.

Para isso, ela deve seguir as melhores práticas de desenho para garantir que nenhuma atualização quebre as integrações existentes, não gerando assim, impacto para os clientes atuais.

Se isso não for seguido, pode ser que em algum update do sistema sua integração quebre, seus clientes parem de emitir e você precise adaptar a integração para normalizar a situação.

Vai por mim, você não vai querer passar por isso, principalmente se tratando de um documento fiscal eletrônico, que é um tópico extremamente crítico para qualquer negócio.

Uma forma de ter mais tranquilidade a respeito da sua escolha é procurar pelos casos de sucesso e os clientes atendidos pela empresa que fornece o sistema.

Assim, você saberá se grandes instituições também utilizam esse software. A partir daí, você poderá analisar a consistência ou não da API. 

Um sistema de notas fiscais que atenda usuários do mesmo mercado que você atua, poderá entender melhor suas dores e propor soluções mais especializadas, com maior agilidade.

 7. Tecnologia de ponta e interoperabilidade

Uma das particularidades que você deve ficar atento é quanto à forma de integração com o seu sistema. Ou seja, você precisa identificar qual a complexidade de efetuar a integração do seu ERP com a API.

É essa ligação que possibilitará tanto a transmissão das informações das notas, quanto a consulta do status após a emissão.

Meio a tantos modelos, o mais interessante é pesquisar por um formato de comunicação que seja simples, prático e abrangente. 

A API precisa conversar facilmente com qualquer tecnologia: framework, linguagem, ambiente, etc. observando principalmente para onde o mercado está indo: web, mobile, smartpos, tablet, etc.

Nossa recomendação é que opte por aqueles que utilizem o JSON, por ser leve e de fácil uso (leitura e escrita), poupando overheads e simplificando a manutenção.

Outra dica  é buscar por uma API REST, pois, nesse caso, não importa qual tecnologia você utilize: PHP, Python, Ruby, Java… Tudo fica bem mais descomplicado com essa integração, veja:

Curiosidade!

Se tiver interesse em conhecer e testar (sem programar) os endpoints de uma API REST, basta seguir o link a seguir:  Exemplo de documentação interativa 

8. Envio de Email

Como vimos anteriormente, é necessário manter o arquivo .XML da nota emitida para evitar problemas com o Fisco. Assim, contar com a funcionalidade de envio desse comprovante para o cliente é uma regra de ouro.

Logo, inevitavelmente, você precisará oferecer essa funcionalidade no seu ERP. O grande impasse é que a implementação dessa aplicação dá uma verdadeira trabalheira!

Assim, diante desse panorama, é bem mais prático procurar por uma API emissora de notas fiscais que já faça o envio para o destinatário.

Além de poupar a execução de mais um processo, isso beneficia também o seu cliente, que consegue ficar em dia com as obrigações fiscais mais importantes.

9. Layout de impressão da NFSe

Aqui vai mais uma burocracia na emissão de notas fiscais.... o layout da nota impressa.

É preciso dizer que esse é mais um daqueles tantos atributos que pode ser alterado de prefeitura para prefeitura dependendo da nota.

layout-nfse

Pois é... cada uma tem uma aparência e um jeito específico de distribuir as informações. Agora, imagine ter de desenvolver por conta própria cada um desses layouts com base no design exigido por cada prefeitura (5570 municípios ao todo)! 

Definitivamente você não vai querer tomar esse caminho tortuoso. Sendo assim, opte por uma API emissora de nota fiscal  que já faça a impressão das notas conforme o padrão específico necessário e fique livre desse pesadelo!

solução-api

10. Suporte técnico especializado em nota fiscal

Por tratar de um serviço específico e bastante profissional, levar em consideração a capacitação e o suporte técnico oferecido pela empresa pode ser um bom diferencial.

Em relação à qualidade da API, avalie critérios como o tempo de resposta, formato de comunicação e documentação do software, por exemplo.

Tratando-se da nota fiscal eletrônica de serviço, a famosa NFS-e, que muda (quase) completamente de cidade em cidade, a coisa é ainda mais desafiadora.

Então, além de conseguir te orientar sobre o tema em todo o Brasil, independentemente da cidade, estado ou cenário, o suporte é quem te ajudará em caso de problemas.

Diante desse cenário, é fundamental você poder contar com um suporte ágil e extremamente especializado, com histórico e cases de sucesso comprovados! 

11. Identificação das notas usando ID externo

Esse com certeza é um diferencial a ser observado. Ao contar com a possibilidade do uso de um ID externo, será possível evitar duplicidade da nota fiscal.

Além disso, é também uma forma de evitar que o desenvolvedor tenha de criar processos  "De - Para", o que geraria mais trabalho.

12. Casos de sucesso e cartela de clientes

Uma forma de ter mais tranquilidade a respeito da sua escolha é procurar pelos casos de sucesso e os clientes atendidos pela empresa que fornece o sistema.

Assim, você saberá se grandes instituições também utilizam esse software. A partir daí, você poderá analisar a consistência ou não da API. 

Um sistema de notas fiscais que atenda usuários do mesmo mercado que você atua, poderá entender melhor suas dores e propor soluções mais especializadas, com maior agilidade.

Qual é a importância de um bom parceiro?

Para responder a essa indagação, faremos outra pergunta:

O que mais você entregaria aos seus clientes se não tivesse de gastar tanto tempo se preocupando com esse processo burocrático de emissão de notas fiscais?

É pensando nisso que, dispor da ajuda de um bom parceiro é essencial para emplacar no mercado e começar a crescer como as grandes empresas fazem!

A emissão de notas fiscais, além de ser um dever para a maioria dos empreendedores, é também fundamental para quem procura ofertar a melhor experiência aos seus clientes e cumprir com a legislação brasileira.

Dar bobeira nesse ponto é, além de abrir brecha para a concorrência, colocar em risco a autoridade e a transparência da sua empresa quando o assunto for a vigilância fiscal.

Vale lembrar que as notas fiscais funcionam como comprovantes das transações de produtos e serviços, logo, não emitir esse documento é considerado prática de sonegação fiscal

Diante de tudo que foi dito e explicado, você só precisa estar disposto a fazer uma escolha:

Quer mesmo esquecer todas as complicações de emissão de notas fiscais para sempre?

esquecer-complicações-notas-fiscais


Então você precisa conhecer o eNotas Gateway, a única solução do mercado capaz de te dar tranquilidade para escalar nacionalmente proporcionando a melhor experiência na emissão de comprovantes fiscais:

  • Integração com ZERO adaptação!;
  • Fórmula automágica para a emissão dos principais tipos de notas fiscais;
  • Instabilidades autogerenciadas;
  • API REST JSON simples e única;   

Escolha a melhor API  de nota fiscal da galáxia

Quem mais cresce no mercado, como a TOTVS e a Conta Azul, já utilizam a API do eNotas Gateway. E você, tá esperando o que para vivenciar a melhor experiência de automação de nota fiscal?

Conhecer o eNotas Gateway
Rafael Versiani - Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já conhece nosso canal de notícias fiscais no Telegram?
Ilustração de personagem assinando newsletter

Receba conteúdos automágicos sobre o seu mercado por email em primeira mão!

Utilizamos nossa tecnologia para dar mais liberdade às empresas que querem crescer rapidamente focando no que fazem de melhor no mundo, enquanto cuidamos de suas notas fiscais.