Marketing offline: o que é e as melhores técnicas para negócios online

O marketing offline é a divulgação fora dos meios online. Possui característica marcante de ser um meio de comunicação em massa. 

Antes do surgimento e da popularização da internet, os principais canais de divulgar uma notícia ou um produto eram por meio de propagandas na TV, nos programas de rádio, nos jornais e nas revistas.

Isso funcionou por um longo período, mas a necessidade de personalizar o conteúdo para cada cliente foi priorizado. Foi aí que o marketing online surgiu, mas isso é assunto para outro post, ok?

O marketing offline atinge um grande número de pessoas, pode ser unido ao marketing digital e ser usado também para negócios online. Isso mesmo que você leu. Seu empreendimento pode (e deve!) se beneficiar dessa estratégia.

Quer saber como? Continue lendo para aprender isso e técnicas para colocar o marketing offline em prática. 

O que é marketing offline?

O marketing offline é baseado nas estratégias das mídias tradicionais que não utilizam a internet como fonte de divulgação. Existem diversos meios de utilizá-lo em sua empresa:

Propaganda impressa

Consiste na divulgação através de banners, de outdoors, de jornais, de cartazes e de revistas. Mídias impressas possuem um alto diferencial quando bem executadas, pois chamam a atenção do cliente nos meios que ele está presente.

Algumas estratégias, como a panfletagem, devem ser analisadas cuidadosamente para evitar o desperdício de dinheiro, de tempo e de material.

Você, provavelmente, já pegou um panfleto e o jogou na primeira lixeira que viu, não é mesmo? Para que isso não aconteça com os seus clientes, é importante pensar bem na estratégia antes de colocá-la em prática.

Desde um panfleto até um outdoor, analise cuidadosamente o local que será a sua propaganda será inserida, para que seja de fato direcionado ao seu público-alvo.

Cartão de visita

Os cartões de visita representam uma das formas mais antigas de divulgação de uma marca. Apesar disso, ainda existem muitos empreendedores que não o possuem. O custo médio é baixo, e o retorno desse investimento pode te surpreender.

Eles são úteis, por exemplo, quando você estiver em um evento e precisar passar o seu contato para outro empreendedor.

Brindes

Oferecer brindes e itens personalizados para sua clientela é uma boa tática. Mas é importante se atentar ao tipo de brinde que será oferecido e como isso será útil para sua persona.

Por mais que as pessoas gostem de ganhar presentes, é necessário criar um vínculo entre a sua empresa e o consumidor. Essa também é uma boa oportunidade para divulgar o seu negócio e melhorar a consciência da marca.

Realização e participação em eventos

Realizar e participar de eventos no qual o seu público-alvo esteja presente é uma tática de marketing offline. Isso aproxima o consumidor da sua marca e serve de atração para compra dos seus produtos e serviços.

Nessas horas, tenha uma equipe preparada para atender os participantes. Caso você seja apenas um expectador, faça muito networking.

Diferenças entre marketing digital e marketing offline

O marketing offline possui a característica de comunicação em massa e de mão única, ou seja, o cliente recebe o seu anúncio ou informação, mas tem pouca ou nenhuma oportunidade de interagir diretamente com a marca.

Existem estratégias para superar essa barreira. Você pode, por exemplo, divulgar uma hashtag própria de sua marca em um evento e pedir para as pessoas postarem as fotos com ela.

O marketing digital também tem um alcance grande, porém, segmentado. A comunicação é de mão dupla. Desse modo, o público pode e consegue se relacionar com as suas campanhas, seja baixando um ebook, seja seguindo a sua empresa no Instagram.

Além do básico que você aprendeu acima, o marketing offline se difere do online também nos seguintes aspectos:

Visualização

As visualizações das campanhas online e offline são o maior diferencial entre elas. As campanhas online permitem que você selecione exatamente o perfil e a região do espectador.

Os anúncios no Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads, por exemplo, são segmentados da maneira que você quiser.

Quando se trata do marketing offline, é impossível determinar esses fatores.

Pense em um curso de inglês. Quando ele é anunciado em uma revista, por mais que você escolha o perfil e o segmento daquela mídia, você não tem o controle total de quem irá ler.

Caso esse mesmo curso seja anunciado na internet, como acontece com os cursos online,  é possível selecionar exatamente para quem será exibido, e determinar uma cidade específica para visualização, por exemplo.

Custo x Benefício

O preço entre os dois tipos de estratégias também é diferente. O marketing offline, em  muitas situações, possui alto valor inicial. Com isso, pequenas empresas podem enfrentar dificuldades para utilizá-lo em suas estratégias. Já o marketing online pode ser aplicado em seu canal no YouTube e blogs, exigindo pouco investimento.

As redes sociais, por exemplo, também são ótimas para a divulgação de produtos ou de empresas, pois, não necessitam de um gasto direto.  Em contrapartida, na criação de um banner físico, é necessário imprimir o material e alugar o espaço de divulgação — o que pode ser muito caro.

Duração

Com as campanhas de marketing offline, a duração deve ser menor, pois um mesmo painel ou banner para de chamar atenção com o tempo, né?

Com o marketing digital já é diferente, pois uma campanha lançada no Instagram pode ser editada e redirecionada a um público diferente todos os meses, por exemplo.

Metodologia

Nas mídias online, as empresas possuem maior liberdade para comunicação informal, humor e criatividade. Além do mais, é possível realizar testes para visualizar a aceitação do público.  

Com as mídias offline, as campanhas precisam ser exatas e a linguagem padronizada. Não é possível realizar testes e edições tão facilmente quanto no meio online.

Métricas

Outro grande diferencial entre as campanhas de marketing online e offline é a definição de métricas e o acompanhamento de resultados.

Entre saber quantas pessoas visualizaram o seu anúncio no jornal e quantas curtiram um post no Facebook, qual é mais fácil? As curtidas apresentaram um valor mais preciso, certo?

Apesar das grandes diferenças entre os dois tipos de estratégias online e offline, isso não quer dizer que você deva direcionar todos os esforços apenas no mundo digital. Você pode unir os dois, utilizar a internet para otimizar o offline e criar campanhas incríveis com resultados reais.

Técnicas de marketing offline para negócios online

As técnicas do marketing offline devem ser personalizadas de acordo com o perfil e o objetivo de cada empresa, entretanto, algumas estratégias podem ser adotadas por todas para otimizar o alcance das campanhas.

E é exatamente isso que aprenderá a seguir.

Conheça a persona do seu negócio

A primeira dica para criar uma campanha offline é conhecer o público da sua empresa.

A partir disso, você consegue atingir os consumidores ideais para o seu empreendimento, criando mais autoridade e otimizando os investimentos realizados.

Esse estudo permite que você identifique os locais, os horários e todos os comportamentos dos alvos.

Encontre o meio de divulgação mais adequado

A escolha do meio offline que será divulgada a sua campanha é um aspecto fundamental, já que todos os esforços devem ser certeiros para não haver desperdícios.

Jornais e revistas podem ter um custo-benefício atrativo, mas é necessário entender bem o seu público antes de qualquer decisão.

Para isso, você pode fazer pesquisas em redes sociais, por exemplo. Verifique as páginas que o seu público curte, o nível de instrução, a linguagem utilizada e as suas preferências. Tudo isso te ajudará a definir o melhor meio de divulgação.

Patrocine programas e eventos

Patrocinar e promover programas e eventos é uma boa prática para empresas aparecerem em mídias offline. Para isso, verifique os eventos que seu público está presente e analise as possibilidades de patrocínio.

O mesmo pode funcionar ao patrocinar programas de rádio. Basta analisar a rádio e o programa mais ouvido pelo seu público.

Para isso, realize pesquisas e analise também o público das emissoras e das rádios, a fim de garantir que você está focando na estratégia correta.

Em eventos, caso você tenha dinheiro para investir em um stand, será ótimo, mas, caso não tenha, a sua empresa ainda pode ter participação e ser vista.

Participe como visitante, leve materiais para divulgar o seu negócio, como cartões de visita, amostras do seu produto e brindes. Converse com o máximo de pessoas presentes e encontre novos parceiros.

Tenha um cartão de visita

Cartões de visita são o modo mais usual de marketing offline, e possuem diversos benefícios, como:

  • aumento do número de vendas;
  • parcerias;
  • memória afetiva do cliente.

Ao criar um cartão de visita para sua empresa, é necessário inserir itens básicos, como nome da empresa, logo, email, telefone e site. Essas questões devem estar em harmonia para serem facilmente localizados.

Pense na imagem que sua empresa deseja passar ao cliente, e, com isso, escolha as melhores cores e design.

Você pode investir em materiais e papéis diferentes do tradicional couché 250 para tornar o seu cartão único e atrativo. — Mas nada de exageros, como 5 cores, glitter, verniz e papel laminado no mesmo cartão, ok?

Distribua brindes úteis

A distribuição de brindes ainda é algo que encanta os clientes, mas, como a concorrência e diversificação do mercado está cada vez maior, é importante que as ofertas sejam úteis.

Um ponto importante na escolha do brinde, além da utilidade, é a qualidade. O brinde oferecido não precisa ter alto valor de produção, mas é necessário que tenha durabilidade.

Verifique o que pode ser útil aos seus clientes e o que tem a ver com a sua empresa, lembrando que deve estar dentro do seu orçamento.

Brindes como canetas, agendas, canecas, pen drives, e até mesmo camisetas podem encantar e fidelizar os clientes. Afinal, quem não gosta de ganhar um mimo, né?

Meça resultados offline com técnicas online

Medir resultados de campanhas offline pode parecer complicado no início. Com as dicas abaixo, você verá que não é tão difícil assim, e que você pode inclusive usar táticas online para campanhas offline.

URL Customizada

Ao criar um material impresso, você pode inserir links para seu site ou e-commerce. Nessas horas, é interessante criar um URL específica para esses materiais físicos.

Agindo assim, quando alguém acessar o URL inserido em um folheto, por exemplo, você saberá exatamente de onde veio aquele tráfego e saberá o retorno que sua campanha está tendo.

O Bitly é uma ferramenta que pode ser utilizada para customizar links e melhorar a experiência do usuário.

Cupom de desconto

Do mesmo modo que os URL’s, é importante criar um cupom de desconto exclusivo para mídias offline e materiais impressos. Desse modo, você consegue mensurar quantos leads foram convertidos pelo seu investimento no marketing offline.

Número de telefone

É comum que negócios online possuam um telefone de contato, seja para vender, seja para tirar dúvidas. Vale a pena verificar o investimento em um número único para marketing offline.

Ao tomar essa atitude, você terá controle sob todos os contatos que chegam até o seu negócio por meio de suas campanhas fora do mundo online.

Conclusão

Neste post, você aprendeu o que é o marketing offline. Entendeu que a estratégia pode se unir com o marketing online, potencializando o alcance da marca.

Agora é com você. Coloque em prática as dicas aprendidas e comece a diversificar em seu planejamento.

Gostou deste post? Então, continue conosco e descubra os principais erros de CTA que podem comprometer as suas campanhas.

About the Author

Larissa Ester - Estagiária de marketing, sempre em busca de aprendizado. Apaixonada por marketing digital e criação.

>