Woocommerce: tudo o que você precisa saber

Apostar no Woocommerce é uma das formas mais simples e práticas de construir gratuitamente o seu e-commerce. Com ele, é possível vender produtos digitais e físicos.

O plugin da ferramenta aceita os principais meios de pagamento brasileiros e estrangeiros, além de oferecer inúmeras formas de cobrança.

Em nosso post de hoje, você descobrirá como funciona o Woocommerce, como utilizá-lo em sua loja online, como vender, quais são as taxas e muito mais.

Pronto para tirar suas dúvidas? Acompanhe nosso conteúdo!

O que é o Woocommerce?

O Woocommerce é um plugin disponibilizado pela plataforma WordPress, que permite a criação de lojas virtuais. Com mais de 38 milhões de downloads, está presente em 28% dos e-commerces ao redor do mundo.

São centenas de extensões pagas e gratuitas capazes de personalizar a sua loja virtual de acordo com as suas necessidades. O Woocommerce pode ser integrado a diversos serviços, como:

  • PagSeguro
  • PayPal
  • Pagar.me
  • Moip
  • iugu
  • MaiChimp
  • Google Analytics
  • Facebook
  • Instagram
  • Correios
  • Boletos
  • Cupons de desconto

O grande destaque do Woocommerce, em comparação a outras plataformas de vendas online, é que extensões permitem controle total da transação - desde a cobrança até a entrega do produto na casa do cliente.

O Woocommerce é indicado para quem?

Como vender pelo Woocommerce?

Como vimos lá no início do artigo, o Woocommerce pode ser integrado aos principais meios de pagamento do mercado. Como padrão, o plugin permite a integração de até 5 opções. Porém, utilizando as extensões você consegue adicionar outros manualmente.

Cada plataforma dispõe de formas diferenciadas, com mais ou menos vantagens. Conheça alguns deles:

1. PagSeguro

Com o PagSeguro, você pode vender por boleto bancário, cartões de crédito com parcelamento em até 12 vezes, cartões de débito e depósito em conta. Além disso, há a possibilidade de manter o saldo na sua conta PagSeguro.

A grande vantagem para o vendedor é que não há mensalidades!

2. PayPal

Aceito e reconhecido em todo o mundo, o PayPal é sinônimo de transparência e segurança para quem compra e vende na internet.

Conhecido como “carteira digital”, os pagamentos por essa plataforma podem ser efetuados em cartões de crédito, à vista e parcelado, e débito em conta - esse último exclusivo para bancos parceiros.

O PayPal oferece taxas diferenciadas, com porcentagens fixas a cada transação.

3. Boleto Simples

A integração com a Boleto Simples permite que seus clientes paguem suas compras através de boleto bancário, um dos métodos mais populares e acessíveis no Brasil atualmente.

A emissão dos documentos é automática e o valor é creditado diretamente na conta bancária do vendedor logo após a compensação bancária.

4. iugu

Você também pode utilizar a iugu junto à sua loja virtual criada com o Woocommerce. Nesse caso, a extensão permitirá vendas com boleto bancário e cartões de crédito em até 12 vezes.

Mas vale ficar atento: a iugu não pode ser utilizada por pessoa física, apenas jurídica. Também não está disponível para quem é MEI (Microempreendedor Individual), somente empresas do Simples Nacional e demais regimes tributários.

5. Moip

Com três tipos de conta, que se diferenciam de acordo com os prazos para recebimento dos valores, o Moip aceita infinitas possibilidades quando o assunto é faturamento.

Seus clientes podem pagar as compras por cartão de crédito à vista e a prazo, boleto bancário, débito online, transferências entre contas Moip e pelo aplicativo.

Vale relembrar que essas são apenas algumas opções que você pode utilizar nas suas vendas pelo Woocommerce. O plugin oferece mais de 400 extensões, incluindo os gateways de pagamento!

Como instalar o Woocommerce na sua loja virtual?

Para construir a sua loja virtual utilizando o Woocommerce, você deve ter um cadastro no WordPress.

Uma vez logado, basta adicionar o plugin através do menu “Plugins > Adicionar novo”. Em seguida, instale-o e ative-o. A partir daí, será necessário ajustar as configurações.

Mesmo que você não domine as linguagens de programação, é bem fácil configurar o plugin. Também há a possibilidade de solicitar ajuda no próprio ambiente virtual, com o assistente de instalação.

Listamos um passo a passo que te ajudará a configurar a sua loja e deixá-la pronta para uso. Veja só:

  1. Logo de início, o Woocommerce criará automaticamente a página principal da sua loja, carrinho, checkout e “Minha conta”. Essa última funcionalidade é por onde você irá gerenciar as suas transações realizadas.
  1. Em seguida, você definirá o país de origem da sua loja, a moeda local e as unidades de peso e medida utilizadas.
  1. Nesse passo, você marcará as opções que mais se adequam à sua loja. Informe se você enviará produtos físicos ou não (no caso de produtos digitais, essa opção deverá ser desconsiderada) e se as informações sobre os impostos serão ativadas.
  1. Escolha os métodos de pagamento que você aceitará em sua loja.
  1. Por fim, é preciso adicionar os produtos à sua loja. Aqui, é possível inserir itens dos mais variados tipos: vestuário, e-books, serviços de assinatura, decoração, livros, cursos online e o que mais você quiser ou puder comercializar!

Esse vídeo também demonstra como fazer a instalação:

Quais são as funcionalidades do Woocommerce?

Quando falamos que a experiência com o Woocommerce é completa, é verdade. Além da fácil configuração e diversidade nos meios de pagamento, o plugin possui funcionalidades essenciais para o gerenciamento e personalização da sua loja virtual. Todas são oferecidas por uma infinidade de plugins e extensões.

1. Gerenciamento de produtos

Partindo da página “Produtos”, dentro do seu Woocommerce, é possível gerenciar todos os itens que você comercializa. Você pode:

  • Editar
  • Inserir características específicas
  • Excluir
  • Duplicar
  • Destacar

A duplicação de produtos é interessante para otimizar o cadastro de estoques por vendedores que comercializam itens de modelos iguais, apenas com características diferenciadas, como cor, por exemplo. Basta selecionar o produto e clicar em “duplicar”.

Para fazer a exclusão, é mais simples ainda: clique na imagem da lixeira no nome do produto. Você pode realizar essas ações individualmente ou em massa, otimizando ainda mais o seu tempo.

Tem um produto e deseja destacá-lo em sua loja? A função “Destacar” te ajuda nisso. Clicando na imagem da estrela, o item é exibido na página principal da loja, além de ser possível inserí-lo em blogposts do WordPress, utilizando códigos específicos.

2. Gerenciamento de pedidos

O Woocommerce possibilita o gerenciamento de todas as suas vendas. Uma nova ordem é gerada sempre que o pagamento é confirmado. As ordens de serviço podem ser consultadas na aba “Pedidos”.

A organização das informações é um ponto que merece destaque. Cada venda recebe uma ID única, que facilita a sua busca no sistema, bem como as conciliações financeira e de estoque.

As ID’s trazem dados como e-mail do cliente, telefone, endereço, método de pagamento utilizado e mais.

3. Emissão de relatórios

Os relatórios emitidos pelo Woocommerce auxiliam a gestão  do negócio. Neles, são exibidas informações precisas e estatísticas de suas vendas brutas, líquidas, média de transações diárias, número de itens comprados, dentre outros.

Você quem escolhe qual período será demonstrado pelo relatório. Utilizando o filtro do plugin, é possível selecionar as opções de mês passado, mês atual, últimos 7 dias ou definir um período específico.

Unindo os relatórios do Woocommerce à uma ferramenta que controle a emissão de notas fiscais, por exemplo, você automatiza todos os processos. Assim economiza tempo na gestão das vendas e investe em outros setores que necessitam de atenção especial - como o marketing!

4. Envios e remessas

Essa funcionalidade é essencial para vendedores que trabalham com produtos físicos e necessitam organizar as informações de envio e remessa.

A ferramenta possibilita a escolha de zonas de envio e inclusão de taxas e fretes. É possível definir tarifas diferenciadas para cada região.

Além de envios nacionais com a parceria entre os Correios e o Woocommerce, você pode fazer remessas internacionais com a extensão do FedEx.

5. Personalização com temas

Um e-commerce com um layout atrativo pode estimular as vendas. Enquanto em algumas lojas virtuais é preciso criar temas “do zero”, o Woocommerce conta com centenas de layouts gratuitos e pagos prontos para serem instalados em menos de dois cliques.

Sem a necessidade de conhecimentos aprofundados em web designer, basta escolher o tema que mais agrada você e ativá-lo em sua loja.

Os layouts para Woocommerce são responsivos, ou seja, são exibidos corretamente em todos os dispositivos móveis. Além disso, são totalmente editáveis - uma vez que você pode inserir a sua logo, seu cabeçalho e as cores que identificam a sua marca.

Antes de escolher a aparência da sua loja, há como visualizar uma versão demo do tema desejado. É possível avaliar se o layout realmente atenderá suas expectativas, antes mesmo de aplicá-lo. Você pode testar os temas quantas vezes quiser!

6. Domínio personalizado

Para vender mais, você precisar ser encontrado na web. Além disso, deve fortalecer e propagar sua marca. Nesse sentido, nada mais interessante do que utilizar um domínio próprio em sua loja virtual, concorda?

No Woocommerce, você pode personalizar: é possível criar uma loja virtual com endereço próprio, mantendo assim sua autoridade na web. Portanto, ficaria assim: www.suamarca.com.br.

Com o seu host, você tem liberdade total para vender, inclusive sem restrições relacionadas à largura de banda ou tempo de atividade.

Existem outras plataformas de e-commerce que oferecem o acréscimo apenas de um nome de usuário em seu endereço principal. Por exemplo: www.plataformadevendas.com/suamarca.  

Um endereço não personalizado pode comprometer a memorização da sua empresa. Isso dificulta a lembrança do cliente no momento de acessar seu e-commerce diretamente ou recomendar aos amigos.

Domínios com o nome da plataforma de vendas valorizam mais a ferramenta do que a sua loja. A opção personalizada é muito mais atrativa para o seu negócio!

Quais são as taxas para quem vende pelo Woocommerce?

O Woocommerce não cobra taxa para utilização de suas funcionalidades. No entanto, existe a aplicação de tarifas relacionadas ao gateway de pagamento que você escolher utilizar.

Alguns sistemas de cobrança podem descontar porcentagens sob suas vendas para fins de processamento da transação e saque dos valores recebidos. Consulte as tabelas de cada serviço antes da contratação.

Como receber os pagamentos do Woocommerce?

Como as vendas realizadas dentro do Woocommerce são efetivadas através de meios de pagamentos externos, o repasse dos valores segue as regras de cada um, como PagSeguro, Moip, PayPal e assim por diante.

Você pode compreender como cada plataforma define as suas taxas na nossa série de posts sobre os Principais Meios de Pagamento do Mercado.

Como gerenciar as suas notas fiscais com o Woocommerce?

Da mesma forma que você precisa se preocupar em traçar as melhores estratégias para alavancar suas transações online, também é preciso manter a atenção quando o assunto são as notas fiscais.

Todas as vendas realizadas por meio do seu e-commerce, seja ele desenvolvido com o Woocommerce ou outra plataforma, devem seguir as leis fiscais brasileiras. Então, a cada novo produto ou serviço vendido, é necessário emitir uma NF-e ou NFS-e, respectivamente.

Para facilitar a sua vida, é possível automatizar esse processo por meio de uma ferramenta especializada. O eNotas, por exemplo, possui integração com o Woocommerce que permite o gerenciamento das suas notas fiscais sem precisar sair da sua plataforma de venda.

Dessa forma, assim que o seu e-commerce fizer uma transação, uma nota fiscal é emitida automaticamente. Interessante, não é mesmo? Nada de processos manuais e problemas com os sistemas das prefeituras e Sefaz.

Você ainda pode decidir se a nota será emitida após a venda ou depois da garantia, caso haja. Além disso, é possível configurar para que os seus clientes recebam os documentos fiscais por e-mail automaticamente.

O sistema ainda conta com a “Visão do Contador”, no qual você gerencia facilmente os números do seu negócio. Você também pode baixar o XML ou PDF da nota fiscal e enviar para o seu contador.

Entre em contato com a nossa equipe agora mesmo para entender como funciona a integração do Woocommerce com o eNotas.

Conclusão

O Woocommerce é uma opção acessível, totalmente customizável e, o melhor, gratuita. É ideal para qualquer tipo de empresa, seja quem está iniciando suas atividades online ou fisicamente, grandes vendedores e até marketplaces.

Suas funções permitem controle total sobre seu negócio. Com funcionalidades simples, em poucos minutos é possível configurar a ferramenta, inserir os produtos e iniciar o seu negócio. Cabe à você definir quais serão as características da sua loja e o que ela poderá oferecer aos clientes.

E aí, você acha que o Woocommerce pode ser uma boa opção para o seu negócio? Conte a sua experiência e opinião nos comentários. Até mais!

Quer saber como funcionam outros meios de pagamento? Confira!

>